Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Captura de ecrã 2016-05-26, às 12.37.54.jpg

O anúncio foi feito sadicamente (digo eu) há mais de um mês, mas, finalmente, o momento chegou: a partir desta sexta-feira estará acessível no Netflix a nova temporada da aclamada série de documentários Chef's Table.

 

São 7 novos episódios novos, todos disponíveis ao mesmo tempo, como é apanágio deste serviço de televisão por internet especializado em séries e filmes. "Não se trata apenas de comida. Não se trata apenas de um restaurante. Trata-se de algo mais...", afirma Grant Achatz, do Alinea (Chicago - EUA) no trailer promocional (ver abaixo). E, de facto, esta é mesmo uma série a não perder. Creio mesmo que nunca se fez nada a este nível e com esta qualidade no mundo cozinha, chefes e restaurantes.

 Captura de ecrã 2016-05-26, às 12.40.14.jpg

A produção, a fotografia, a narrativa, a qualidade dos textos... inigualável! E, depois há a selecção eclética dos chefes, onde figuras famosas e emblemáticas, como Massimo Bottura (Osteria Francescana - Modena, Itália) ou Dan Barber (Blue Hill - Stone Barns e Nova Iorque, EUA), partilham o alinhamento com outros chefes emblemáticos, mas menos conhecidos, como o argentino Francis Mallmann ou os emergentes Magnus Nilsson (Fäviken - Järpen, Suécia) e Ben Shewry (Attica - Melbourne, Austrália). 

 Captura de ecrã 2016-05-26, às 12.41.10.jpg

Sendo a série de produção americana e para um canal com a mesma origem, ainda que presente no mundo inteiro, é natural que haja uma atenção especial aos profissionais desse país. Porém, se há algo a apontar é ao facto de ainda não ter havido nenhum episódio sobre algum chef francês (Ducasse, Bras, Passard, Barbot, Grébaud, Iñaki?) ou espanhol (Andoni, Roca, Víctor Arguinzoniz, Ángel Léon?). Não aconteceu na primeira série, nem nesta. É estranho mas talvez tenha ver com a inabilidade do domínio da língua inglesa por parte da maior parte dos chefes destes países. 

 

Contudo, a nova temporada está cheia de gente com discurso e trabalho interessante para comunicar. Estou muito curioso, por exemplo, para ver o episódio de Ana Ros, do Hiša Franko, Eslovénia, que se apresentou esta 4ªF, em Lisboa, no Sangue na Guelra e com quem tive oportunidade de ter uma longa conversa. Não vou perder, também, claro, o paulista Alex Atala, alguém que conheço bem e que tem sempre algo de novo para dizer, bem como o já referido Grant Achatz, ou Enrique Olvera (Pujol, Cidade do México e Cosme, Nova Iorque), o mais famosos dos chefes mexicanos. Dizem-me menos chefes como Gagan Anand (Tailândia), ou Dominique Crenn (Atelier Crenn - São Francisco, EUA) - que acaba de ganhar o prémio de melhor chef feminina do mundo do World 50 Best - mas obviamente que também não vou perder, até porque muitas vezes é de onde menos se espera que vêm as agradáveis surpresas. Take a look at the trailler...

 

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:35

Paulo Morais é o novo chefe do Rabo d'Pêxe

por Duarte Calvão, em 24.05.16

Mais de um ano após ter encerrado o Umai, Paulo Morais, um dos mais conhecidos chefes portugueses especializados em cozinha oriental, está de volta para assumir, já a partir desta quinta-feira, a chefia executiva do restaurante Rabo d'Pêxe, ao Saldanha. Aberto em Dezembro, este restaurante que, como o nome indica, tem no que vem do mar o seu principal argumento, foi inicialmente chefiado por Filipe Rodrigues, vindo do Sea Me, que agora é substituído por Paulo Morais, que nos últimos tempos tinha se dedicado ao projecto School, nas Amoreiras, e à consultoria do restaurante do hotel Turim, também em Lisboa.

 

 

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:27

Morreu Maria José Macedo

por Duarte Calvão, em 22.05.16

Recebi esta manhã a tristíssima notícia da morte de Maria José Macedo, uma das figuras mais marcantes e positivas que a gastronomia portuguesa teve nas últimas décadas. Na sua Quinta do Poial, em Azeitão, esta antiga economista convertida numa pioneira entusiasta da agricultura biológica cultivou ervas, legumes e frutas que mudaram a cozinha que se fazia em Lisboa através das mãos dos melhores chefes, a começar pelo lendário Helmut Ziebell, então no hotel Ritz, o primeiro que, ainda nos anos 90, acolheu e valorizou o maravilhoso trabalho de Maria José Macedo.

 

 

 

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:23

IMG_7918.JPG 

Está tudo a postos para mais uma edição do Sangue na Guelra. A organização anda em grande azáfama para que nada falhe nos 3 jantares que irão reunir, nos próximos dias 22, 23 e 24 de Maio, em Lisboa, alguns dos melhores chefes emergentes da actualidade. Mas estes jantares nunca são apenas jantares e, por isso, aconselhamo-lo a seguir a página do evento no Facebook para ir ficando a par das novidades. 

 

 

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:04

IMG_7629.JPG

O Esporão foi uma das primeiras empresas no Alentejo a explorar o filão do enoturismo. Este gesto pioneiro associado à notoriedade e prestigio dos seus vinhos faz com que a sua adega, em Reguengos de Monsaraz, seja uma das mais visitadas da região. Não será difícil adivinhar a principal razão de uma visita a este produtor. Porém... e se lhe disser que a deslocação já valeria a pena nem que fosse só para conhecer o trabalho do chefe Pedro Pena Bastos no restaurante da herdade?

 

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:39

 

17599371_JzQRz.jpeg

Workshop ou tertúlia? um pouco de ambos e mais um queijo, ou dois, ou três, ou... na verdade, cinco, com dez vinhos para conjugar e confirmar ou abalar convicções.

 

 

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:43

Leopold muda-se para um palácio

por Duarte Calvão, em 13.05.16

 

Quem quiser conhecer, ou revisitar, o Leopold, tem só até dia 29 deste mês. É que a partir dessa data, o chefe Tiago Feio e a sua mulher, Ana Cachaço, responsável pela sala, vão subir da pequena padaria adaptada a restaurante na Mouraria para o luxuoso hotel Palácio Belmonte (na foto, de divulgação), mesmo ao lado do Castelo de São Jorge, onde dentro de, espera-se, poucos meses, surgirá o novo Leopold. Para trás, ficam mais de dois anos de um restaurante extremamente original, que surpreendeu muito gente, portugueses e estrangeiros, como se pode ler, por exemplo, neste recente post do blogger Jorge Guitián no seu Diário del Gourmet de Províncias (já agora, vale muito a pena ler também o que ele escreveu sobre a Taberna da Rua das Flores, o Loco e o Peixe em Lisboa 2016).

 

 

 

 

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:08

cartaz-2016-sangue-na-guelra.jpg

 

Já tinhamos levantado o véu sobre o próximo Sangue na Guelra, em Lisboa, cuja data se aproxima: 22, 23 e 24 de Maio. Agora, como parceiros do evento (desde a primeira edição) apresentamos o programa e deixamos algumas pistas e curiosidades sobre o evento e seus protagonistas. Aqui vão 5 boas razões porque não deve deixar de ir (pelo menos) a um dos 3 jantares: 

 

 
 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:48

12238237_1095652997141395_6344579249490570005_o.jp

Depois de em Janeiro ter recebido 9.5 (em 10) do The Independent, o restaurante temporário do chefe português Leandro Carreira, o L.C. at Climpson’s Arch, em Londres, recebe agora nota máxima (5 estrelas) da Time Out London.

 

 

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:51

Ainda a polémica Carlos Maribona/Loco

por Duarte Calvão, em 05.05.16

 

Por falta de disponibilidade, não comentei na altura a polémica que a crítica de Carlos Maribona, no Salsa de Chiles, sobre o Loco provocou e que depois foi desenvolvida aqui pelo Miguel Pires. No entanto, como me parece que levanta questões interessantes e ocasionou comentários pertinentes dos nossos leitores, retomo-a agora. Entre os comentários, destaco o do leitor que assina PR - “Porque é que censuramos o plágio no mundo académico e o toleramos no mundo da restauração?” - porque julgo que coloca em foco o cerne da questão.

 

 

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:03


Mesa Marcada apoia:



Mesa Marcada no Twitter


Siga-nos no facebook


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Comentários recentes

  • João Faria

    Assim sendo, parece que é já um elemento de assina...

  • João Faria

    Uma série absolutamente soberba! Imagem, fotografi...

  • Miguel Andrade

    Miguel,A terceira e quarta temporadas já estão con...

  • Liz

    Verdadeira pioneira e sempre com produtos de grand...

  • Adriano

    Para um adulto receber comida na boca à colher de ...





Calendário

Maio 2016

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

subscrever feeds