Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Onde acaba o prato (e entra o silicone)

por Miguel Pires, em 10.06.09
Chamem-lhe “Factor surpresa”, “Show off”, “Engagement”, ou outro termo qualquer. Em restaurantes de topo e dentro de certos limites, tudo parece válido para extravasar a criatividade de um Chef. Como em tudo existem posições opostas: há quem não aprecie “truques de circo” e prefira uma cozinha mais pura e directa; e há quem prefira e valorize o seu lado mais criativo e espectacular.

Grant Achatz, do Alinea, em Chicago, é um dos Chefs favoritos destes últimos. No seu blog, Back of the house deixa-nos o exemplo e a explicação de uma das suas ultimas ideias (aqui).

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:08


PUB



Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Junho 2009

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Comentários recentes

  • João Faria

    Interessante análise e reflexão. Fiquei curioso em...

  • Adriano

    Miguel não me leves a mal este bocadinho de mau ol...

  • silva

    acho preço bastante caro, a não ser que as garra...

  • Artur Hermenegildo

    Ao que diz o Bloomberg, o Gaggan, nº7, irá fechar ...

  • Duarte Calvão

    É curioso, não tinha noção de que o êxito do Henri...


subscrever feeds