Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




À Mesa de Denis Martin

por Paulina Mata, em 01.12.11

Depois da grande conversa com Denis Martin, e com a curiosidade e expectativas que esta nos proporcionou, passámos à mesa. Nessa noite no restaurante só estávamos as nove pessoas que tínhamos participado na sessão anterior, numa sala que, para ser sincera, não se integra muito bem nos meus padrões estéticos... Mas o importante era o que ia comer...

Ia-nos ser servido o menu "Evolution..." - um menu em que o Denis Martin trabalhou a Ásia e a Suiça, com novas texturas, mas em que o objectivo final era sempre o gosto.

Para começar serviram-nos o Brut 0, de Bernard Cavé, da região de Genève, que acompanharia os 3 pratos seguintes.

"L'Air de Rien" (ar de nada)
La bleue des galciers - uma "pedra de gelo" mole (uma textura bastante agradável) e bem fria de absinto, coberta com um "ar de nada", que de facto era um ar de absinto também. Para acompanhar (na taça ao lado) um chip de parmesão estaladiço e com um aspecto nacarado.


"Pina Colada de Cacahuètes" (pina colada de amendoins)
Uma "casca" de leite de coco, rum com ananás, por baixo de tudo um pouco de manteiga de amendoim - o conjunto da bebida com o amendoim, mas aqui com diferentes texturas...


"Canard Pékinois" (pato à pequim)
Inspirado no Pato à Pequim, lembra o Pato à Pequim, mas sem pato... de facto a textura de uma massa corada com tinta de choco e frita lembrava a pele estaladiça do pato e os sabores eram dados por feijões pretos fermentados, coentros, pepino e caril vermelho. Lembrava de facto o Pato à Pequim... transportava-nos para o oriente...
De certa forma antes tínhamos estado nas "bebidas", texturas diferentes, mas bebidas... com esta "Bola de Berlim transformada em Bola de Pequim" iniciou-se a sequência de pratos.

Serviram-nos então um outro vinho Suiço - "No 1 Cuvée E. Obrist" - Chardonee 2008  e continuámos com:

"Soupe Tahïe Croustilante" (sopa tailandesa estaladiça)
Disseram-nos que apesar da textura diferente, a idéia era proporcionar-nos os sabores de uma sopa tailandesa, sugeriram que comessemos primeiro o sólido e depois todas as ervas e flores.
Uma massa de arroz tufada no exterior, no interior um creme, quase com a consistência de um queijo fresco suave, bem quente e com um sabor  forte às sopas tailandesas, tudo complementado com os aromas dos rebentos de coentro, shiso e folhas de uma orquídea comestível. Lindíssimo, misterioso e muito aromático!

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:58

Cenas do mercado de Vancouver

por Rui Falcão, em 01.12.11

Mercado central de Vancouver, repleto de produtos orgânicos, onde se chega de barco autocarro, com vista desafogada para esta paisagem urbana.

 

 

Nave central dedicada aos produtos orgânicos locais.

 

 

Foi difícil resistir a comprar um molho de cada...

 

 

Cenouras, nabos, cheróvias e muto mais para todos os gostos e feitios...

 

 

 

Dos bosques húmidos que rodeiam Vancouver comparecem uma quantidade incrível de cogumelos frescos...

 

 

Quem quer Bresaola de bisonte? Salcichas de alce?

 

 

A presença oriental em Vancouver é avassaladora, com bancas de vegetais ocidentalizados e bancas de frutos... originais!

 

 

É muito mais fácil fazer caldos de carne com estes ossos de dinossauro à venda por todo o lado...

 

 

Huumm, nada como terminar no corredor do pão e das bolachas caseiras, feitas ali mesmo à nossa frente...

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:08


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

PUB


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Dezembro 2011

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Comentários recentes

  • Miguel Pires

    Oops, já corrigido. Agradeço o reparo.

  • Martinho Cruz

    Tudo bem. Vega “Cecília” é que me ultrapassa.....

  • Anónimo

    Esta é uma boa notícia para esta altura do Natal.....

  • Duarte Calvão

    Acho, João Faria, que coloca a questão nos termos ...

  • João Faria

    É verdade que, infelizmente, a mudança ocorrida na...


subscrever feeds