Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Merecia Melhor Sorte

por Paulina Mata, em 13.06.14

Em Outubro de 2004 estive no Salone del Gusto do Slow Food em Turim. Lá encontrei stands de dois produtos portugueses, a Flor de Sal, que  se tinha tornado famosa, e que já conhecia, e um outro produto que desconhecia, o Chouriço Mirandês. Aliás esta representação de Portugal foi referida no DN (talvez pelo Duarte Calvão, não me lembro e não está assinado).

Nela o Chouriço Mirandês é assim referido:

“Os 40 ou 50 produtores da cooperativa Carne Mirandesa que ainda o fazem foram «descobertos» pelo Slow Food, que custeou todas as despesas de deslocação a Turim. Ficaram no espaço Presidia. E foi um êxito entre os visitantes, apesar de, devido à escassez da produção e da época do ano, só o terem para prova e não para venda. Servido grelhado, despacharam 15 quilos numa só hora de degustação...”

Este chouriço foi incluído na Arca dos Sabores do Slow Food que tem como objectivo chamar a atenção e contribuir para a preservar produtos que considera, pelas suas características, pertencerem às culturas, história e tradições deste planeta em que vivemos.

Provei o Chouriço Mirandês na altura em Turim, e ficou-me na memória. Pela raridade e pelo sabor diferente. Por isso quando, há uns anos, vi numa grande superfície uma embalagem de chouriço com uma foto de uma vaca imediatamente compreendi do que se tratava.

Foram sentimentos mistos que me invadiram, nessa altura e nas várias vezes em que o tenho comprado depois disso. De facto é bom poder disfrutar do Chouriço Mirandês sempre que me apetece, até porque é um chouriço com características diferentes das de todos os outros. Mas é com alguma tristeza que vejo um produto como este “perdido”, entre inúmeros outros, num balcão de uma grande superfície, sem qualquer destaque ou referência às suas características especiais e ao facto de ser um dos poucos produtos incluídos na Arca dos Sabores do Slow Food. Tenho pena que não lhe tenha sido dado o devido e merecido destaque por outros intervenientes do panorama gastronómico nacional. Por vezes parece-me que estão sempre a redescobrir o que já está descoberto. E o resto?

 

O Chouriço Mirandês merecia melhor sorte.  Não acham?

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:56


PUB


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

PUB


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Junho 2014

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

Comentários recentes

  • Duarte Calvão

    Julgo que sim. No final do post há um link que rem...

  • João Almeida

    Duarte,E quem pode participar? Porque é que é só p...

  • João Gonçalves

    Muito interessante. Reconheço que me sinto ignoran...

  • Anónimo

    Só para esclarecer que este comentário é meu. Artu...

  • Marcus

    Esperimente passá-las em farinha de arroz. Elas fi...


subscrever feeds