Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




EMP_SummerHouse1.jpg

 

A história não é propriamente original. A busca de inspiração, uma forte componente de Relações Públicas e de negócio, aliados a fechos temporários, têm levado alguns dos melhores restaurantes do mundo e deslocarem-se temporariamente para outras latitudes. Foi assim com as digressões dos irmãos Roca (do Celler de Can Roca) pela América Latina (2014) e Turquia (2015), com Heston Blumenthal, que 2015 transplantou o Fat Duck para Melbourne e com o mais badalado de todos nestas andanças, o Noma, que levou a equipa toda durante meses para Tóquio (2015), Sidney (2016) e, México, já este ano, com direito a relatos diários de René Redzepi no Instagram. Também por cá, e à nossa escala, tivemos um exemplo com contornos semelhantes, com a deslocação temporária do Vila Joya, do Algarve para Sintra (Seteais), em 2013. 

 

O exemplo mais recente é o do Eleven Madison Park (EMP), eleito este ano o Melhor Restaurante do Mundo, segundo o júri do The World 50 Best Restaurants. Com o fecho temporário em Nova Iorque (para obras de renovação), a dupla Will Guidara e Daniel Humm aproveitaram e mudaram-se provisoriamente para os Hamptons onde a elite endinheirada nova-iorquina vai a banhos no Verão.

 

Porém, como é sabido, os americanos são mais orientados pelo sentido prático e pelo negócio do que pelo altruísmo e, por isso, o EMP Summer House (assim se chama) é mais informal no estilo de comida, do que os exemplos dados acima, ou, ainda, do que a “tri-estrelada” casa mãe de Manhattan.

 

A primeira grande diferença do EMP Summer House é não ter menu de degustação, mas apenas um menu à carta. Depois, em vez de luxo há um decor mais apropriado à época estival em que, além de uma sala interior, há também um pátio exterior e mesas de picnic espalhadas pelo jardim. Ah! Quanto a reservas, são exclusivas para detentores do cartão de crédito American Express (sabem, aquele que na Europa muitos restaurantes – e outros negócios – recusam). Quem não tiver o cartão favorito do Tio Sam terá de bater à porta, sabendo à partida que só haverá possibilidade de comer num dos espaços exteriores.

 

E o que se pode apreciar no melhor restaurante do mundo lá dos Hamptons? (ver abaixo)

IMG_8854.JPG

Hum...Belcanto para a Comporta, já!

 

 

Texto: Miguel Pires 

Fotos: Larry Siedlick/Facebook

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:55


PUB


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Pub


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Junho 2017

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Comentários recentes

  • Miguel Pires

    Espero que seja o segundo caso. Seria um desperdíc...

  • Miguel Pires

    Sim, podia ter mencionado o Ferrugem, o Mesa de Le...

  • Miguel Pires

    Pois, também não sei. Sempre que fui lá (e fui vár...

  • Miguel Pires

    Não foram os primeiros, nem serão os últimos. Faz ...

  • Ana Dias

    Porque nao mencionou o Ferrugem?O Miguel consegue ...


subscrever feeds