Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A contenda Gault Millau

por Rui Falcão, em 04.07.09
Para além de publicar um qualificado guia gastronómico, as edições Gault Millau editam também aquele que é considerado como o guia de vinhos mais influente do mercado alemão, o “Guia de Vinhos Alemães Gault Millau”, da autoria de Joel Payne e Armin Diel. Pois bem, este ano um grupo significativo de produtores alemães, incluindo muitos dos nomes mais conceituados, decidiu publicar uma carta aberta ao editor, assegurando que não serão enviadas amostras e solicitando para que os seus vinhos não sejam sequer mencionados no guia.
Porquê? Porque o editor, a coberto da crise económica e editorial alemã, solicitou uma contribuição “voluntária” de 200€ a cada produtor, para além das amostras enviadas, como forma de financiamento extraordinária para a sobrevivência do guia. Um precedente melindroso por, ainda que inconscientemente, colocar em risco a credibilidade do guia, na diferenciação entre quem paga e quem não paga… mesmo que “voluntariamente”!

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 09:55



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

PUB


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Julho 2009

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Comentários recentes

  • Duarte Calvão

    Acho, João Faria, que coloca a questão nos termos ...

  • João Faria

    É verdade que, infelizmente, a mudança ocorrida na...

  • Anónimo

    isso mostra exatamente como você e quem escreve es...

  • Anónimo

    Nos Açores sempre se comeram algas. As famosas "To...

  • Duarte Calvão

    Acho que não leu o artigo do El País com atenção. ...