Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Pão Nosso (I)

por Miguel Pires, em 28.06.09

"(...) Alinha 5 pães de cada vez sobre a pá, uns a seguir aos outros, e coloca-os no forno. Depois de cozidos pesam entre meio quilo e 800 gramas. «Se for mais, melhor! O pão tem de ter sempre mais qualquer coisa de peso. Se for menos os clientes dizem que estamos a roubar, mas se for o contrário, não se queixam, está bom! Às vezes pesam o pão, pesam mesmo! Aqui na zona saloia[NR: Mafra], com muitos clientes idosos, habituados a comprar pão ao quilo, porque antes não era à unidade, era ao quilo. E um quilo de pão é mesmo um quilo, não pode ser menos!»

Esta vigilância dos clientes deve remontar ao período em que Salazar impediu que se aumentasse o preço do ‘pão político’, o que levou as padarias a produzir pão de menor peso, vendido ao mesmo preço que o de um quilo e o de meio quilo: enganavam o ciente mas mantinham a viabilidade do negócio.”

in O Pão em Portugal - Mouette Barboff, Edições Inapa, 2008

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:24



PUB


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

PUB


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Junho 2009

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Comentários recentes