Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Bollinger... ou talvez não?

por Rui Falcão, em 15.03.10

A contrafacção de vinhos é uma “actividade económica” em franca expansão, fruto dos preços demenciais a que alguns dos clássicos bordaleses e borgonheses são negociados em leilão.

Porém, numa reviravolta surpreendente da indústria da contrafacção, e tendo em conta a rentabilidade simpática do empreendimento, o tráfico tem evoluído para vinhos mais terrenos, mais próximos da realidade do dia a dia. O acidente mais fresco de falsificação calhou em sorte à Bollinger, no seu champagne não datado mais acessível, inundando as prateleiras de Londres com garrafas adornadas por rótulos fotocopiados e de imitação barata… vendidos a preços idênticos ao original!

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 09:15



Pub


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

PUB


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mesa Marcada - Os 12 Pratos do Trimestre


Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Março 2010

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Comentários recentes

  • Alexandre Silva

    O que está a dar, é o que não está a dar! Fico esp...

  • Jorge Guitian

    Uno más para la agenda de la próxima visita a Lisb...

  • Joao Fernandes

    Eu trabalho com mangalitza na Hungria, neste caso ...

  • João Faria

    Há uns tempos deparei-me com uma imagem do marmore...

  • Bruno

    Interessante - moro em Londres e não conhecia o Ta...