Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Peixe em Lisboa - Instantâneos, 5º dia

por Miguel Pires, em 17.04.10

 

 

 

Ao 5º dia do Peixe em Lisboa a nata alfacinha reuniu-se para ser apreciada na forma de pastel. Confesso que ao entrar no auditório e ver toda aquela expo-pastel de nata senti algum receio em fazer parte do júri, para o qual tinha sido convidado pela Confraria do dito. E razões não me faltavam: a gripe que me tinha deixado meio atordoado ainda deixava resquícios ao nível paladar e do olfacto;  avaliar significava ter que comer (ou, pelo menos, trincar) 12 pastéis de nata perante uma plateia bem composta; e teria de fazê-lo tendo como colegas 'leigos' na matéria como Virgílio Gomes (presidente do juri), os Chefes José Avillez e Vítor Sobral  e ainda, o escanção Manuel Moreira. No final fiquei mais aliviado quando percebi que as pontuações que dei coincidiram com as dos meus pares. Em relação à qualidade do que provámos, tirei duas constatações: dos 12 pastéis apenas uns 3 eram de qualidade inferior e qualquer um dos 4 primeiros poderia ter ganho. Para a posterioridade ficam os nomes dos eleitos: 1º lugar: Pastelaria Suíça (Rossio); 2º Lugar: Casinha do Pão (Amoreiras); 3º Lugar: Altis (R. Castilho).

 

 

 

 

 

De volta a realidade piscícola e após dois cafés sem açúcar foi a vez de assistir apresentação do baiano Beto Pimentel, cozinheiro, engenheiro, fazendeiro, protector da mata atlântica, militante do movimento slow food e pai de 23 filhos...

 

 

 

 

 

Beto não explicou como consegue tempo para isso tudo mas deixou a sua boa disposição e a sua cozinha baiana de aromas, cor e de tudo e mais alguma coisa que a natureza dê e que para ele faça sentido colocar num prato.

 

 

 

 

(não é a mão que hiperactiva, é ele que nunca para quieto)

 

Na segunda apresentação dos Chefes, José Avillez, tal como em anos anteriores, voltou a encher o o auditório. A forma como avalia a importância deste ‘show cooking’ e o investimento (pessoal e também financeiro) que nele coloca revelam a sua perspicácia, competência e sentido de oportunidade. Ao nível da sua apresentação, apenas estiveram os irmãos Roca - que quando não estão a cozinhar andam a fazer apresentações.

 

 

A apresentação foi dividida em 3 partes. De forma a ganhar a atenção imediata da audiência começou com uma brincadeira: fez ‘levitar’ uma petinga (em resposta a esta nossa brincadeira isto), atando-a a uns balões cheios hélio. Depois fez uma viagem pela história da cozinha: de Carême, aos movimentos e tendências mais recentes, passando por Escoffier e pela nouvelle cuisine. Objectivo: lembrar a relevância histórica do Tavares (o restaurante mais antigo do país) e, sobretudo, deixar bem vincado que por detrás da sua cozinha existe uma base sólida de conhecimento.

Depois, na 3ª parte, a concretização deste conhecimento e a demonstração da sua marca autoral - que reúne uma série de outros factores: cultura, talento, inspiração e mente aberta ao que o rodeia.

 

(com a bateria descarregada foi valioso, para as fotos de cima e esta abaixo, o empréstimo da máquina da Paulina Mata)
.
....
Nos espaços dos restaurantes muita gente continuava à descoberta e, ao jantar, sentiu-se a maior enchente até ao momento.

 

 

Dos pratos mais interessante que tive oportunidade de experimentar constou este (acima) de abalones com risoto e funcho, com o 'selo' da cozinha francesa da Fortaleza do Guincho...

 

 

..e a almôndega de chocos à pé descalço do restaurante Padaria (Sesimbra) que este ano se estreou no Peixe em Lisboa fazendo parte do espaço rotativo, no andar de cima.

 

Hoje, Sábado, apresentam-se Hans Neuner (que este ano ganou uma estrela Michelin no Vila Vita, em Porches, Algarve), às 16h ; e dois 'pesos pesados' nacionais: Leonel Pereira (Panorama, Sheraton - Lisboa), às 18h e Vítor Sobral (Tasca da Esquina, Lisboa) às 19.30h. Um conselho: cheguem cedo e comprem as senhas de degustação antes do jantar. Outro conselho: se beber, vá de Metro.

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:31


5 comentários

Sem imagem de perfil

De José Serra a 18.04.2010 às 13:06

Não pondo em causa a simpatia, a excelente capacidade de comunicação e as suas qualidades como chef , para mim a apresentação do José Avilez não foi muito conseguida. O conteúdo não foi o adequado para este evento, nem para o seu público alvo, ou seja, esta apresentação seria mais indicada para um auditório numa qualquer escola de hotelaria. Também pecou pelo tempo excessivo, que acabou por a tornar (nalguns momentos) aborrecida. Acrescente-se que a péssima prestação do operador de imagem também concorreu, e muito, para o não sucesso desta apresentação.
Lamento dizê-lo mas a apresentação do José Avilez ficou muito aquém das minhas expectativas.
Sem imagem de perfil

De Vicente Themudo de Castro a 19.04.2010 às 11:26

Belo artigo Miguel, e desde já obrigado por fazeres parte do júri, uma tarefa que eu reconheço dificil.
Gostaria só de fazer uma pequena rectificação, o Virgílio Gomes não é o Presidente da Confraria, mas sim o Presidente do Júri nomeado pela confraria.
A confraria não tem presidente nem pelouros, e basta gostar de tão nobre pastel para de certa forma ser "confrade".
Mas se quiserem saber os fundadores são o José António Silva e Sousa, Fernando Melo e eu, juntamente com os 200 comensais que assinaram as primeiras fichas de inscrição.
Abraço e continua o excelente trabalho de divulgar o que se passou pelo peixe!
Vicente
Imagem de perfil

De Miguel Pires a 19.04.2010 às 12:57

José Serra: obrigado por nos deixar a sua opinião. Tendo em conta o que escrevi apenas partilho dela na parte da apresentação ter sido demasiado longa (não porque ache que se tornou aborrecida, mas apenas porque não permitiu uma interacção com a plateia).

Vicente: obrigado pelo reparo. Já rectifiquei.
Sem imagem de perfil

De Alexandra Forbes a 19.04.2010 às 17:59

Olá, só para agradecer o convite do Duarte e que senti muito não estar presente para julgar, com vocês, os pasteis de nata. Recem-chegada a Lisboa, com um dos piores jetlags da minha vida, não estava à altura de tão importante missão! :) À próxima, não faltarei.
Sem imagem de perfil

De Vicente Themudo de Castro a 19.04.2010 às 21:51

Fica para a próxima Alexandra!
Já agora conseguiste ir à Taberna Ideal? Ou tiveste de comer várias vezes no mesmo local?

Comentar post



Pub


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

PUB


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mesa Marcada - Os 12 Pratos do Trimestre


Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Abril 2010

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Comentários recentes

  • Alexandre Silva

    O que está a dar, é o que não está a dar! Fico esp...

  • Jorge Guitian

    Uno más para la agenda de la próxima visita a Lisb...

  • Joao Fernandes

    Eu trabalho com mangalitza na Hungria, neste caso ...

  • João Faria

    Há uns tempos deparei-me com uma imagem do marmore...

  • Bruno

    Interessante - moro em Londres e não conhecia o Ta...