Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O tempo começa a aquecer e embora uma ou outra nuvem invejosa queira dar nas vistas, nada como iniciar os treinos de uma esplanada à beira mar, no interior de uma cervejaria/marisqueira. Por isso sugerimos para este fim de semana um salto ao Ramiro, na Av. Almirante Reis, em Lisboa. Comece, por exemplo, por umas amêijoas à Bulhão Pato, que são “das boas”; passe aos percebes ou peça uma sapateira, com um pouco de mostarda e pickles no recheio. Se estiver num daqueles momentos em que dias não são dias aponte para uns lagostins cozidos ou uns lavagantes grelhados. Se a carteira não estiver tão recheada opte antes por umas gambas a la guillo, de tamanho médio e molho de deixar cair o pão.

O que é obrigatório, no final, para rematar, é o prego do lombo no pão. Mal passado, coberto de alho e uma bisnagadela de condimento de mostarda Paladin. Um must!

 

Para acompanhar, em alternativa à imperial, um Verde da casta Alvarinho vai sempre (muito) bem. O Ramiro não se distingue propriamente pela sua excelência nos vinhos, pelo que há falta de melhor (o Palácio da Brejoeira, infelizmente, não conta), um Solar de Serrade é uma escolha a bom preço. Mas o que gostaríamos mesmo de poder desfrutar lá era de um Soalheiro 2008, que segundo a nota de prova do Rui Falcão, no seu Guia de Vinhos 2010, é um vinho “vincadamente tropical, expressivo, efusivo. É um Alvarinho exuberante e entusiasta, um vinho de pura sedução”.

 

Cervejaria Ramiro: Av. Almirante Reis, nº1 , Lisboa ; Telefone: 21 885 10 24 (www.cervejariaramiro.pt/). Fecha à 2ªF. Ver como chegar aqui

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:01


6 comentários

Imagem de perfil

De Artur Hermenegildo a 23.04.2010 às 15:52

Eu recomendaria também, num dos tais "dias que não são dias", eventualmente como alternativa aos lagostins, ou lavagantes os carabineiros.

E para acabar, depois do prego, uma manga.
Sem imagem de perfil

De José Tomaz de Mello Breyner a 23.04.2010 às 18:45

Essa do Palácio da Brejoeira não contar tem de ser explicada...
Imagem de perfil

De Miguel Pires a 24.04.2010 às 00:40

José Tomaz,

Não quero ferir susceptibilidades mas é mais ou menos do senso comum afirmar que o Palácio da Brejoeira é um vinho sobrevalorizado para o preço que custa. É isso quero dizer.
Sem imagem de perfil

De João a 24.04.2010 às 00:34

Miguel,

Não sei se sabes mas o Ramiro já tem Soalheiro na carta de vinhos.

Abraço,

João Chêdas
Imagem de perfil

De Miguel Pires a 24.04.2010 às 00:42

Desconhecia, João. É bom saber.
um abraço
Sem imagem de perfil

De José Tomaz de Mello Breyner a 25.04.2010 às 11:48

Caro Miguel

Estava a entrar contigo. Infelizmente eu sei que o PB é a pior relação preço/qualidade dos Alvarinhos. E até nem o tenho na carta da YH. O Soalheiro sim, tenho, tanto o normal como o PV, e tb tenho o Reguengo de Melgaço, outra excelente relação preço/qualidade

Comentar post



PUB


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

PUB


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Abril 2010

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Comentários recentes

  • Paulina Mata

    Tenho pena mas não vou poder ir. O ano passado val...

  • Duarte Calvão

    Julgo que sim. No final do post há um link que rem...

  • João Almeida

    Duarte,E quem pode participar? Porque é que é só p...

  • João Gonçalves

    Muito interessante. Reconheço que me sinto ignoran...

  • Anónimo

    Só para esclarecer que este comentário é meu. Artu...