Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Fidelidade

por Rui Falcão, em 26.07.10

 

Será que ainda existe alguém que se mantenha fiel a um restaurante? Será que ainda existem alguém que retorne com alguma regularidade, mesmo que esbatida, a um restaurante depois da primeira visita? Ou será que nos limitamos simplesmente a recolher troféus para a nossa colecção pessoal, etiquetas que possam satisfazer a nossa curiosidade e que possam ser exibidas junto dos amigos?

Portugal é um país pequeno. Por isso, sempre que um restaurante novo abre, acaba por ser constrangedor ouvir os amigos perguntar se já fomos ao novo restaurante… e ter de responder que não. Uma vez a visita feita, uma vez satisfeita a curiosidade, já podemos responder com ar de orgulho e satisfação, “sim, já lá fui” e até, quem sabe, discutir sobre os méritos da cozinha e dos muitos pratos em lista. Porém, ultrapassada a primeira visita, obrigatória para “ver como era”, quantos de nós, mesmo que agradados com a experiência, regressamos ao novo restaurante? Ou preferimos antes inspeccionar a próxima grande novidade, continuando na crista da onda, agora que este restaurante já pode ser somado à nossa listinha pessoal dos “sim, sim, já lá estive”.

Será por isso que tantos dos novos restaurantes que abrem em Portugal são um caso de sucesso nos primeiros meses… para logo morrerem numa rápida agonia?

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:57


2 comentários

Imagem de perfil

De Miguel Pires a 26.07.2010 às 11:18

Penso que há de tudo. Há os restaurantes a que queremos voltar; os a que voltamos mesmo; os a que não voltamos mais porque se tornam casos de sucesso e são dificeis de marcar no próprio dia - sobretudo às 6F e Sábados (Ex: Tasca da Esquina, Castro Elias, Alma); aqueles a que queríamos ir e a que uma vez cumprido o objectivo só voltaremos muito mais tarde ou não voltaremos mesmo (normalmente, nestes ultimos encontram-se os mais caros. Por razões óbvias...). O pior mesmo é aqueles a que não queremos voltar mas que um grupo de amigos, ou alguém lá na empresa resolveu marcar...
Imagem de perfil

De Artur Hermenegildo a 26.07.2010 às 17:44

O problema é que sendo os recursos financeiros limitados, cada vez que se decide ir a um bom restaurante há sempre a decisão - vamos a um dos novos ou voltamos a um de que gostamos muito?

Por isso ainda não fui ao Manifesto, nem ao Largo, só para dar dois exemplos. Ultimamente o Umai e o De Castro Elias têm tido a maioria das minhas visitas.

Comentar post



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

PUB


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Julho 2010

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Comentários recentes

  • Miguel Pires

    Oops, já corrigido. Agradeço o reparo.

  • Martinho Cruz

    Tudo bem. Vega “Cecília” é que me ultrapassa.....

  • Anónimo

    Esta é uma boa notícia para esta altura do Natal.....

  • Duarte Calvão

    Acho, João Faria, que coloca a questão nos termos ...

  • João Faria

    É verdade que, infelizmente, a mudança ocorrida na...