Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Vida e Caffè

por Rui Falcão, em 02.10.10

 

Chegar à África do Sul, a Stellenbosch, cidade de cultura marcadamente Afrikander, e pedir uma meia de leite numa cadeia de cafés de estilo modernaço, assim, literalmente pelo nome em português, é uma experiência quase irreal. Uma cadeia de cafés com a maioria dos nomes escritos em português, onde se pode pedir desde um “sumo de laranje” (sic), a um “chocolate quente” a acompanhar um “prego”, um “misto com chouriço” ou uma “fartura”, sempre com a omnipresença da imagem do escudo real lusitano, impresso nas loiças, listas, paredes e em toda a memorabilia associada à cadeia.

Uma cadeia de cafés de origem portuguesa, um pouco ao estilo Starbucks, associada a marcas de prestígio como a Lindt, com um café mais que bebível e um lado irreverente na decoração e comunicação que conquistou toda a África do Sul. Tanto que a entrada recente da cadeia Starbucks na África do Sul tem sido tumultuosa… precisamente pelo sucesso dos Vida e Caffè!

Nada mau para uma cadeia de origem portuguesa, que aposta na iconografia nacional, e que se socorre da imagem trabalhada de um “João” de bigodes farfalhudos para a comunicação…

 

    

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:41


5 comentários

Sem imagem de perfil

De Paulina a 02.10.2010 às 11:00

E já com lojas em Londres...

Não fui a nenhuma, mas são responsáveis por um balcão de bebidas de um espaço com cupcakes nos Selfridges. Não conhecia e quando chegou a hora de pedir as bebidas... comecei a ver tudo em português. Foi giro!
Imagem de perfil

De Rui Falcão a 02.10.2010 às 11:07

Sim, já com pelo menos duas lojas em Londres!
E ainda somos recebidos com um alegre “bom-dia” ao entrar em cada loja. A que fica no Waterfront da Cidade do cabo é especialmente agradável. O mais engraçado é que apesar da ligação às referências portuguesa, os empregados são locais, sem ligações à comunidade portuguesa, sem se refugiar numa identidade étnica.
E sim, o primeiro embate é engraçadíssimo, quando chegamos à procura de um simples café e deparamo-nos com uma lista que oferece “meia de leite” e “farturas”…
 
Sem imagem de perfil

De Paulina a 02.10.2010 às 11:43

Os portugueses na África do Sul têm feito um bom trabalho em levar a nossa cultura para outras paragens. É o caso também do Nando's em dezenas de países e nos cinco continentes.
Pena nunca termos aproveitado isso...

Por exemplo, até com o vinho. Os Nando's têm vinhos portugueses (não sei se em todos os restaurantes) e seria uma forma de os divulgar um pouco por todo o mundo num espaço que as pessoas identificam como ligado a Portugal. Alguma vez houve alguma iniciativa para tentar a divulgação de vinhos portugueses nas centenas (milhares talvez) de restaurantes Nando's?
Imagem de perfil

De Rui Falcão a 02.10.2010 às 13:42

Pauliana, estamos em perfeita sintonia, a comunidade portuguesa sul-africana tem contribuído de forma activa para a promoção dos sabores e cultura portuguesa. Desconheço no entanto qualquer acção concreta de produtores ou organismos oficiais do vinho português na África do Sul, ou na cadeia Nando’s em concreto.
Mas sei, por conversas ocasionais e factuais, que muitos críticos sul-africanos se queixam da fraca presença e investimento no mercado local. E também tenho acompanhado comentários pouco abonatórios sobre a associação entre os poucos produtores nacionais presentes no mercado sul-africano, e alguns dos importadores/distribuidores locais a que se associaram, por regra demasiado presos ao círculo étnico das comunidades lusitanas… impedindo uma verdadeira distribuição no mercado global.
 
Imagem de perfil

De Artur Hermenegildo a 04.10.2010 às 17:03

Estive no Nando's de Nottigham, é giro e a comida boa dentro do objectivo aque se propõem.
Havia algum vinho nacional e também cervejas, a Sagres e aquela outra que apoia o fcp :)

E em Leeds não comi mas a sala do Nando's tem óptimo aspecto vista de fora, já a posicionar-se num nível acima do habitual restaurante de fast food.

A propósito, num pub de Leeds junto ao canal onde almocei uma vez na esplanada, havia Sagres de pressão! Grande espanto meu.

Comentar post



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

PUB


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Outubro 2010

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Comentários recentes

  • Duarte Calvão

    Acho, João Faria, que coloca a questão nos termos ...

  • João Faria

    É verdade que, infelizmente, a mudança ocorrida na...

  • Anónimo

    isso mostra exatamente como você e quem escreve es...

  • Anónimo

    Nos Açores sempre se comeram algas. As famosas "To...

  • Duarte Calvão

    Acho que não leu o artigo do El País com atenção. ...