Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Noite de estrelas em San Sebastian

por Duarte Calvão, em 26.11.10

Volto agora do lendário hotel Maria Cristina, em San Sebastian, onde a Michelin anunciou as estrelas para os restaurantes no guia vermelho para Espanha e Portugal em 2011, a que se seguiu animada festa com tapas de Pedro Subijana, Martín Berasategui, Arzak e duas novas promessas da cozinha basca, Eneko Atxa (cujo restaurante Azurmendi acabara de conquistar a segunda estrela) e Patxi Eceiza (restaurante Zaldiáran).  Mas as estrelas ficaram só em terra, porque nesta cidade magnífica só há nuvens no céu. Aliás, a chuva e o frio que se fazem sentir, são o quadro adequado para a triste notícia da perda de estrela do Eleven, restaurante a que estou ligado por laços de amizade com o seu chefe Joachim Koerper, com quem aliás escrevi um livro, um grande cozinheiro e uma excelente pessoa. Tive que lhe dar a novidade. Ficou sem palavras, creio que em estado de choque, sem perceber as razões porque foi penalizado.
O Michelin tem essa característica de não dar explicações para as suas influentes classificações e muitas vezes não as compreendemos. Se o Eleven não merece agora uma estrela, o que se terá passado num espaço de um ano? O que mudou? E o que dizer das centenas de restaurantes equivalentes ou mesmo piores que conseguem uma ou até duas estrelas? Ainda hoje, Joan Roca se lembrou de como tinha comido bem lá, quando esteve no Peixe em Lisboa, em Abril, e Alex Atala tinha me dito o mesmo, quando estive com ele em São Paulo, em Maio.
Mas a verdade é que, gostemos ou não, o Michelin tem uma capacidade de mobilização mediática sem paralelo. Esta noite, as principais cadeias de televisão espanhola davam em directo as reacções dos chefes distinguidos e alguns dos mais importantes nomes da crítica espanhola marcaram presença. Ainda que a outro nível, também os espanhóis têm grandes razões de queixa do guia espanhol. Se é verdade que mantiveram os seus sete três estrelas, continua a não se perceber como chefes geniais como Quique Dacosta ou Andoni Aduriz (restaurante Mugaritz) se fiquem pelas duas estrelas. Em compensação, há quatros novos duas estrelas e apenas o Ábac, de Barcelona, baixou de duas para uma. Azurmendi (Larrabetzu, no País Basco), Miramar (Girona), Ramón Freixa (Madrid) e Calima (Marbella) são os novos duas estrelas e cada vez que a distinção era anunciada, Joan Roca, Martín Berasategui, Juan Mari Arzak, Elena Arzak Quique Dacosta, Andoni Aduriz e outros nomes importantes da cozinha espanhola festejavam efusivamente com os respectivos chefes.
No que diz respeito a uma estrela, parece que a vizinhança de Portugal não dá sorte. Entre as várias descidas (também houve vários novos que a ganharam), saliente-se a Casa Marcelo, de Marcelo Tejedor, em Santiago de Compostela, onde estive há cerca de um ano e que me pareceu merecedor da distinção, e do Altair, em Mérida, de que guardo boas recordações das duas vezes que lá estive. De realçar que nas “promessas” de duas estrelas para a próxima edição do guia está o Solla, de Pepe Solla, em Pontevedra.
Voltando a Portugal, vamos ver como Joachim Koerper e a equipa do Eleven reagem a este duro e, a meu ver, imerecido golpe. Espero que encontrem ânimo para reagir e que nos continuem a dar o seu melhor.

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:21


12 comentários

Sem imagem de perfil

De Augusto Silva a 26.11.2010 às 00:48

Tenho pena de toda a equipa de cozinha que se fartou de trabalhar durante o ano inteiro para que tivessem um bom serviço mas por vezes a culpa não é da cozinha nem do chefe de cozinha que é quem dá a cara tanto nos momentos bons e maus mas perguntem ao Sr.Judice se a situação a que chegou o Eleven o merece ter a estrela Michelin
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.11.2010 às 08:44

Pode ser que baixem os preços...
Sem imagem de perfil

De Alvaro carvalho a 26.11.2010 às 10:08

Há que atender ao seguinte: os autores do blog têm provavelmente garantido um excelente serviço no Eleven uma vez que conhecem o chefe (é perfeitamente compreensível). Agora, atendendo às opiniões que me chegam de quem frequenta o restaurante 3-4 vezes ao ano não me surpreende a perda da estrela. Tenho ouvido demasiadas críticas para serem apenas coincidência... Ou seja, quem sabe se o anonimato dos inspectores não constitui de facto uma melhor amostra de qualidade do que a opinião de quem frequenta a casa sem ser anónimo...
Sem imagem de perfil

De José Tomaz de Mello Breyner a 26.11.2010 às 11:55

Tenho a maior pena do Eleven ter perdido a estrela Michelin. E tenho pena pelo Joachim Koerper, por toda a sua equipa, e também, ao contrário do Sr Augusto, pelo Miguel Judice que é um GRANDE Empresário, um GRANDE Lider, e uma pessoa que muito tem feito pela qualidade da Hotelaria e Turismo em Portugal. Uns prometem, o Miguel faz. Para todos um forte abraço e peço-lhes que não desanimem e continuem o vosso bom trabalho. Nunca se esqueçam que após um dia de chuva vem sempre um dia de Sol, e quem sabe se para o ano não vêem as 2 estrelas.
Sem imagem de perfil

De Augusto Silva a 27.11.2010 às 00:43

Respondendo ao Sr. José Tomaz de Mello Breyner acontece a certos empresários da hotelaria quem se dizem sabedores de tudo e de todos mas quando a verdade vem ao de cima mais tarde ou mais cedo e já se passou um caso assim á dois anos atráz com o saudoso Virgula quem tem a culpa é sempre quem trabalha lá e numca os que se intilulam de gestores como este está o pais farto deles veja-se os nossos governantes que dão o exemplo primeiro enchem-see depois de cheios dizem que foi por causa de qualquer coisa. Joachim Koerper sai da sociedade e mostra do que vales aos michelin
Sem imagem de perfil

De CHILI PORTUGA a 26.11.2010 às 12:15

Enfim o MICHELIN pode ir dar uma volta ..dar crédito a Franceses na área da gastronomia é a meu ver perder tempo !! Portugal é que deve mostrar e pontuar as idiotices da chamada cusine française lolol.

O ELEVEN pode continuar o bom trabalho e sobretudo apoiar se mais na tradição Portuguesa adquada ás novas linhas de gastronomia

O MICHELIN que se lixe !!bom proveito
Sem imagem de perfil

De Jorge Nunes a 26.11.2010 às 12:18

Um amigo, grande conhecedor nestas coisas de restaurantes, habituado a estrelados, esteve no Eleven no final do verão, e na altura contou-me, que a refeição que teve comparada com a do ano anterior, tinha sido muito inferior. E quando lhe dei a notícia da perca da estrela, não se mostrou nada surpreendido.

Cumprimentos,

Sem imagem de perfil

De José Costa a 26.11.2010 às 12:59

Ok... Grande perda para Lisboa a para Portugal.
Mas digo-lhes uma coisa: Era facto de que um restaurante daquele nível merecia mais uns 2 empregados de mesa e pelo menos no mínimo um Escanção! É uma pena mesmo pela qualidade dos empregados que lá estão, mas infelizmente não tem 4 ou 5 braços cada um... Força Joachim Koeper e Equipa!!! Estou certo que ano que vem virá a recompensa!
Cumprimentos.
JC
Sem imagem de perfil

De Vicente Themudo de Castro a 26.11.2010 às 18:47

Não me querendo repetir mas não vejo outra hipótese.
É realmente uma má noticia e muito surpreendente, pois é um dos locais onde se come muito bem em Lisboa.
Também eu tenho ligações afectivas ao restaurante, ao chefe e alguns dos seus proprietários e com eles sofro e peno a decisão dos srs. da michelin.
Resta-me dizer que sabendo e conhecendo o Joachim, sei que não se vai render a este revés e vai manter a qualidade do seu trabalho e provavelmente superá-lo.
Para o ano há mais, e certamente mais para Portugal.
Sem imagem de perfil

De António Moura a 26.11.2010 às 21:22

Decisão errada e injusta, que penaliza uma equipa que tem feito um esforço notável para dotar de Lisboa de uma sala de nível internacional. Decisão que denota um preconceito por parte dos inspectores Michelin, que não ajuda a prestigiar o guia. Será possível que Lisboa, não tenha um único restaurante que mereça as boas graças desses senhores?
Pela minha parte, tenho tido algumas refeições no Eleven, que estariam ao nível de um 2 *.
Sem imagem de perfil

De fernando oliveira a 27.11.2010 às 11:16

Uma estrela Michelin significa reconhecimento , obrigações e clientes (digam o que disserem é fundamental neste nível). Não pode significar cortes de custos, brigadas curtas e coxas. Não há milagres e o recurso constante a extras tem os seus custos. Neste caso foi a estrela, que espero que retorne rapidamente ao Tavares.

Nos outros candidatos, só considero o Feitoria e o Panorama. Ambos têm o defeito de estarem em hoteis e não sei se por isso têm poucos clientes portugueses. Considero que hoje o Panorama tem mais condições e estabilidade faltando saber se o Eng Mário está interessado. Ao Feitoria precisa de estabilidade em todos os aspectos (financeira, liderança, pessoal e clientela).

Dos novos projectos só o Assinatura. Tem-me surpreendido pela consistência e pelos riscos que tem assumido (a Trufa Branca e um fabuloso e caro menu de fim de ano) num restaurante que acabou de abrir.
Sem imagem de perfil

De Vicente Themudo de Castro a 27.11.2010 às 19:41

Estou um bocado baralhado com este comentários finais, primeiro Lisboa tem um restaurante com uma estrela michelin e segundo o Tavares não perdeu a estrela.
Bem concerteza foi um lapso!

Comentar post



Pub


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

PUB


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mesa Marcada - Os 12 Pratos do Trimestre


Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Novembro 2010

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Comentários recentes

  • Jorge Guitian

    Uno más para la agenda de la próxima visita a Lisb...

  • Joao Fernandes

    Eu trabalho com mangalitza na Hungria, neste caso ...

  • João Faria

    Há uns tempos deparei-me com uma imagem do marmore...

  • Bruno

    Interessante - moro em Londres e não conhecia o Ta...

  • Duartecalf

    Mais uma boa notícia. É sinal de que a nossa gastr...