Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Abaixo ao talher de peixe!

por Miguel Pires, em 10.05.11

 

Como canhoto que já disparou umas quantas batatas torneadas (e outras por tornear), assino por baixo! 

 

"Mas expliquem-me os defensores: para que serve o talher de peixe? Vejamos, mesmo na nova cozinha, cada vez mais eu até só uso o garfo. Mesmo um peixe com uma cozedura unilateral, sobre a pele, esta sai melhor com uma faca de carne. E quantos de nós não assistimos ao disparo de uma batata torneada ao tentar cortá-la com uma faca de peixe? E ainda como farão os canhotos para comer com talher de peixe?

 

Eu gostaria de organizar uma campanha contra os talheres de peixe. Já estou a ouvir os gritos de: absurdo, deselegante, pindérico… e outros adjetivos que me queiram dedicar. Afirmo que para os restaurantes o investimento é menor, a formação do pessoal é mais simples e muitas vezes os clientes agradecerão. Tenho a sorte de, em muitos restaurantes que já sabem desta minha posição, já nunca me colocarem talheres de peixe, e eu agradeço. E volto"

 

Este excerto é de Virgílio Gomes e faz parte deste interessante post sobre talheres 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:52


11 comentários

Sem imagem de perfil

De são joão a 10.05.2011 às 09:38

E o que dizer das lulas e dos chocos? E do polvo quando está assim para o rijito? É que há empregados de mesa que ficam ofendidos quando pedimos a faquinha da chicha para serrar o dito.
Sem imagem de perfil

De Luís Pontes a 20.05.2011 às 10:56

... bom, mas isso são os empregados burros: os moluscos comem-se com talher de carne, bem como qualquer peixe que pela sua confeção não precise de ser "dissecado" no prato, p. ex. Bacalhau à Brás. ou precise de ser cortado Ex: bife de atum.
Sem imagem de perfil

De Rodrigo Meneses a 10.05.2011 às 12:59

Eu assino por baixo. Porque sou canhoto à mesa e esse talher nunca fez sentido para mim. Abolir o mesmo é uma bênção Além disso não faz sentido nenhum.

Se existe um acordo ortográfico, tem de existir também um acordo "talhérico ".

:)
Sem imagem de perfil

De Luís Paiva a 10.05.2011 às 13:50

100% de acordo!

E o que mais me dói é a família ter empandeirado os antigos faqueiros de prata por não terem talheres de peixe.

PS: Vá lá, as facas "de carne" também não tinham serrilha...
Sem imagem de perfil

De O pensador a 10.05.2011 às 14:30

Não dês ideias.

Em tempos de crise o pessoal adere restaurantes, particulares etc...

E a industria como fica?

E sinceramente é muito mais elegante!!!

O pensador
Sem imagem de perfil

De mjoaoh a 18.05.2011 às 17:25

Concordo que o telhar de peixe é totalmente inadequado para as situações apresentadas como são as de cortar batatas, polvo ou lulas.

No entanto, para mim, para arranjar o peixe (e lulas ou polvo não o são) prefiro um talher que tenha um bico. Quando as facas têm a ponta arredondada não são nada práticas. Por vezes arranjar um peixe, por ser uma operação delicada, exige algo mais preciso, que encontro numa faca de peixe.

Quanto ao problema dos canhotos, estou solidária com vocês. Assim como há tesouras especiais também deveria haver faca de peixe especial. Promova-se a indústria.

Maria João
Sem imagem de perfil

De Luís Pontes a 20.05.2011 às 11:12

Se é verdade que é falta indesculpável não haver talheres de peixe para esquerdinos (como há tesouras e instrumentos musicais), também é verdade que nada chega em ergonomia, precisão e adequação à função como o talher de peixe.
Claro que, como tudo, tem função específica que não inclui cortar moluscos ou bifes de atum mas é imprescindível para desmanchar no prato um qualquer peixe de tamanho "um por pessoa" (a menos que se tenha aderido à modinha suburbana dos carapaus "escalados").
O que, infelizmente, se passa por aqui é que a esmagadora maioria nunca viu aquilo a não ser em casório e naturalmente, usa-os com a delicadeza e assertividade de elefante em loja de cristais ou para cortar batatas que, de resto, nem se cortam nunca... partem-se só com o garfo!
Mas é tendência que veio para ficar! Não será de estranhar que daqui a mais uma ou duas décadas se vejam os "gourmets" portugueses de garfo em riste com a direita e coca-cola na esquerda, à boa maneira ianque.
Sem imagem de perfil

De Ceny Leite Rodrigues a 12.03.2017 às 19:11

Concordo plenamente! Estava agora a comer salmão e me questionava: Quem foi o engenhoso que teve essa "brilhante "ideia??!!! Um desperdício de tempo!!!
Sem imagem de perfil

De Carlos Alexandre a 18.03.2017 às 11:57

Nem me passaria pela cabeça comer (muitos dos) pratos de peixe sem talher de peixe!
Sem imagem de perfil

De Teixeira a 28.03.2017 às 16:25

Carlos Alexandre primeiro concordo, como de hábito, com o teu comentário. Segundo, sem agredir, há um bom número de pessoas que ainda não tem grande habilidade de utilizar qualquer tipo de talheres.
Sem imagem de perfil

De ALZERI BORMANN a 16.06.2017 às 01:51

Eu concordo plenamente que existem situações e comensais que não se adaptam ao talher de peixe, porém, creio eu, tudo é uma questão de hábito, em nome da democracia eu digo que quem não aprecia é plenamente livre para comer com o que se sentir mais comodo, afinal os índios preferem se alimentar com a mão e nem por isso deixam de se alimentar ou mesmo ficam enfermos por esse "detalhe", eu particularmente adoro uma mesa bem posta, a elegância e riqueza de detalhes me faz sentir bem.

Comentar post



PUB


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

PUB


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Maio 2011

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Comentários recentes

  • Paulina Mata

    Tenho pena mas não vou poder ir. O ano passado val...

  • Duarte Calvão

    Julgo que sim. No final do post há um link que rem...

  • João Almeida

    Duarte,E quem pode participar? Porque é que é só p...

  • João Gonçalves

    Muito interessante. Reconheço que me sinto ignoran...

  • Anónimo

    Só para esclarecer que este comentário é meu. Artu...