Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Cave Geisse Bruto rosé 2006

por Rui Falcão, em 28.10.11

 

Não será propriamente uma novidade que os espumantes brasileiros se mostram cada vez mais competentes e atraentes, sérios e sofisticados, capazes de ombrear com muitos dos melhores vinhos espumantes do mundo. Nenhum deles, porém, e apesar de já ter tido a felicidade de ter provado um número significativo, me tinha cativado tanto como o Cave Geisse Bruto rosado, da colheita 2006, um espumante perturbador na elegância, complexidade e riqueza, num registo profundo e distinto que impressiona. Degorjado em 2011, é, apesar de carote, um belíssimo espumante… que poderia passar por champanhe sem qualquer dificuldade!

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 10:43


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Pingus Vinicus a 29.10.2011 às 11:18

Olá Rui concordo com as tuas palavras. Tive a sorte alguns anos atrás (2?) em provar mais de uma dúzia de espumantes brasileiros, um deles era o Cave Giesse - não o rosé - trazidos por um amigo blogger brasileiro e devo-te dizer que fiquei deveras impressionado. Como dizes: vinhos competentes e sofisticados eque são coerentes com o clima deles :)

Um abraço
Rui Miguel

Comentar post



PUB



Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Outubro 2011

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Comentários recentes

  • João Faria

    Interessante análise e reflexão. Fiquei curioso em...

  • Adriano

    Miguel não me leves a mal este bocadinho de mau ol...

  • silva

    acho preço bastante caro, a não ser que as garra...

  • Artur Hermenegildo

    Ao que diz o Bloomberg, o Gaggan, nº7, irá fechar ...

  • Duarte Calvão

    É curioso, não tinha noção de que o êxito do Henri...