Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Lisboa à Mesa (V)

por Miguel Pires, em 08.11.11
Telheiras é um bairro com personalidade. Quem lá mora e vive (parecendo que não, são duas coisa distintas) diz que não o troca por nenhum outro. Quem não mora e nem sequer conhece, desdenha-o, diz que é subúrbio. Até há uns dois anos só conhecia Telheiras de passagem e, sinceramente, não me despertava grande interesse. Desconfiava mesmo do título informal de bairro de "Doutores e Engenheiros". Erro, claro. É um bairro maioritariamente residencial com prédios feios e descaracterizados, um pouco como em todo o lado, mas também com outros de arquitectura interessante. É um bairro ordenado, limpo, (aparentemente) seguro, cheio de zonas verdes, praças e largos. A Segunda Circular é uma barreira, mas talvez também por isso concentre algo que falta actualmente a muitos bairros (centrais ou de subúrbio): vida. Encontram-se pessoas na rua a qualquer hora do dia e, em dias mais amenos, as esplanadas da AvProf. João Barreira, na chamada zona antiga, estão sempre bem compostas. Com excepção para o Jacinto, não encontrei restaurantes que mereçam grande destaque mas encontrei talhos, frutarias e padarias com bons produtos, bom serviço e freguesia (de manhã, à tarde, ao sábado ou durante a semana). Terem crescido ao lado de um dos primeiros hipermercados do país ajudou a que cedo tivessem que se diferenciar para poderem sobreviver. Têm dificuldade em competir no preço, contudo, estando num bairro com poder de compra, compensam na qualidade e frescura de certos produtos e num serviço de proximidade com um trato mais familiar, entrega ao domicilio, etc.
Padaria Espigasol. Não é o melhor exemplo de trato familiar mas vende bom pão
Frutaria Orlando Santos&Carreira na Rua Padre Américo. Um caso exemplar de comércio tradicional: boa selecção de frutas e legumes, horário flexível, atendimento cuidado, entrega ao domicilio. (Mesmo sem direito a foto, outro bom exemplo é o da Frutaria Aquário na Rua Professor Francisco Gentil).
.
Almoço no restaurante Coreto, no bairro vizinho de Carnide. É difícil não parar no Galito, mas desta vez quis perceber o porquê do fenómeno 'bife na pedra' (4 em cada 5 restaurantes têm-no). Não percebi, mas o problema deve ser meu - é que por mais quente que venha a pedra, ou até mesmo que a substituam, a 'tosta' exterior do bife nunca fica como deve ser. E depois há que comer rápido para que a carne não fique muito passada. Certamente um problema meu, repito.

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:39


5 comentários

Imagem de perfil

De Artur Hermenegildo a 08.11.2011 às 16:09

Miguel,

Tens toda a razão em relação ao bife na pedra. E da última vez que lá o comi, ainda houve outro problema; era verão, comemos na esplanada e fomos literalmente atacados por moscas que nos tornaram a refeição quase insuportável.

Mas, dito isto, há muitos motivos de interesse no Coreto. Se puderes, volta lá. Já lá comi algumas vezes e sempre bem, quer peixe quer carne.
Imagem de perfil

De Miguel Pires a 08.11.2011 às 17:37

Acho piada a Carnide. Perece uma aldeia dentro de Lisboa. Gosto do Coreto e da esplanada mas pior do que as moscas só mesmo os carros constantemente a passar já para não falar na permissão de estacionar mesmo em cima do coreto.
Sem imagem de perfil

De Raul Lufinha a 08.11.2011 às 22:30

Este Verão Telheiras teve uma grande perda, com a mudança da oficina de chocolate DENEGRO para a Rua de São Bento...
Sem imagem de perfil

De Flor a 09.11.2011 às 00:06

Miguel,

Se me permite a sugestão, eu que não gosto de telheiras, conheço um restaurante muito familiar e bastante honesto, em telheiras junto ao antigo carrefour. Chama-se D. Limão Dona Laranja e pratica uma gastronomia muito simples mas com excelentes produtos e os proprietários são muito gentis e solicitos, rarmente almoço e lá só almoçei uma vez mas diz quem costuma frequentar nesse horário que têm um excelente peixe vindo directamente da lota de setubal. Quando lhe for possível, experimente... acredito que vai gostar!
Sem imagem de perfil

De Filipe a 29.12.2013 às 21:59

Boa noite,

é possível facultar me o contacto da frutaria acima? tenho bons morangos que poderia fornecer, certamente os seus clientes irão gostar......

Comentar post



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

PUB


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Novembro 2011

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

Comentários recentes

  • Miguel Pires

    Oops, já corrigido. Agradeço o reparo.

  • Martinho Cruz

    Tudo bem. Vega “Cecília” é que me ultrapassa.....

  • Anónimo

    Esta é uma boa notícia para esta altura do Natal.....

  • Duarte Calvão

    Acho, João Faria, que coloca a questão nos termos ...

  • João Faria

    É verdade que, infelizmente, a mudança ocorrida na...