Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Cenas do mercado de Vancouver

por Rui Falcão, em 01.12.11

Mercado central de Vancouver, repleto de produtos orgânicos, onde se chega de barco autocarro, com vista desafogada para esta paisagem urbana.

 

 

Nave central dedicada aos produtos orgânicos locais.

 

 

Foi difícil resistir a comprar um molho de cada...

 

 

Cenouras, nabos, cheróvias e muto mais para todos os gostos e feitios...

 

 

 

Dos bosques húmidos que rodeiam Vancouver comparecem uma quantidade incrível de cogumelos frescos...

 

 

Quem quer Bresaola de bisonte? Salcichas de alce?

 

 

A presença oriental em Vancouver é avassaladora, com bancas de vegetais ocidentalizados e bancas de frutos... originais!

 

 

É muito mais fácil fazer caldos de carne com estes ossos de dinossauro à venda por todo o lado...

 

 

Huumm, nada como terminar no corredor do pão e das bolachas caseiras, feitas ali mesmo à nossa frente...

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:08


9 comentários

Imagem de perfil

De Miguel Pires a 01.12.2011 às 12:49

Ligamos sempre muito pouco ao Canadá, país de que tenho ouvido falar muito bem em termos de gastronomia (é o problema de ter vizinhos gigantes). Este mercado parece-me ser daqueles em que apetece acampar. Na semana passada estive na Boqueria , o super falado mercado junto às Ramblas , em Barcelona. Achei interessante mas por tudo o que já tinha ouvido falar, esperava mais (farei em breve também um foto post ). Aliás este de Vancouver, que aqui mostras, parece-me superior. Mas lá está, não deve haver por lá fotos de Adriás , Rocas ou Ruscalledas ...
Imagem de perfil

De Rui Falcão a 01.12.2011 às 16:47

Miguel, não sei se existirá propriamente uma gastronomia canadiana, com identidade própria. O que há, seguramente, e é bem visível na rua e nos restaurantes de moda, é uma cozinha de fusão apuradíssima, combinando a cozinha asiática com um pouco de influência das caraíbas e muitas, muitas das diversas influências europeias… incluindo a portuguesa que está bem representada.
Este mercado é uma perdição, por dentro e por fora, pelo conteúdo e pela localização. Tens razão, apetece mesmo acampar e ter uma cozinha disponível para experimentar muitos dos produtos. Não tem nada a ver com a Boqueria, nem no estilo nem no tamanho (é muito mais pequeno). É mais simples e intimista, mais espontâneo e muito marcado por uma postura de agricultura orgânica, mas também menos sofisticado e com menos hipóteses de comer no sítio. Como não tive hipóteses de comprar nenhum dos vegetais não sei se para além de bonitos e apetitosos no olhar também o seriam no sabor…
Agora o peixe é que é uma desilusão, sobretudo quando os interesses e gostos se estendem para além do salmão, truta, alabote e vieiras!
 
Imagem de perfil

De Paulina Mata a 02.12.2011 às 12:21

Miguel, diz-me lá que mercados viste melhores que La Boqueria, porque eu nunca vi.

Eventalmente uns (só me lembro de um), a qe acho "mais graça" e que é talvez equivalente.

Mas mercados com aquela dimensão, dinamismos, cuidado na exposição dos produtos, qualidade e variedade de produtos, locais com muita qualide onde comer... Não conheço muitos. De facto dos que fi, só me lembro de mais um - o Borough Market, mas completamente diferente.
Sem imagem de perfil

De João Silva a 01.12.2011 às 13:44

Incríiiiiiivel! Apetece mesmo acampar como disse o Miguel. Adoro mercados e tenho pena que em Portugal eles sejam desvalorizados pela maioria dos consumidores... Nunca estive em Vancouver, nem no Canadá, mas por exemplo em Berlim onde vivi durante algum tempo é fantástico ver como existem inúmeros pequenos mercado espalhados por cada bairro que estão cheios de gente, vendem-se produtos locais, biológicos e de qualidade para além disso evita-se que em cada canto da cidade exista um hipermercado... Em Portugal também existem alguns bons, não ao nível deste de Vancouver mas com qualidade, como por exemplo o de Olhão que ao sábado de manhã é um máximo. Parabéns pelas fotos que estão "deliciosas"!
Imagem de perfil

De Rui Falcão a 01.12.2011 às 16:53

João Silva, é verdade, é uma pena que nós, portugueses, desvalorizemos tanto os mercados tradicionais, embora a “coisa” acabe por se transformar um pouco numa pescadinha de rabo na boca. Não vamos ao mercado porque a oferta e apresentação nem sempre são famosas… e a apresentação e a oferta não são famosas porque não há clientes.
Este, de Vancouver, era um espanto e as fotos nem lhe fazem a devida justiça (tiradas com telemóvel). Tal como indiquei ao Miguel, resta saber é se à apresentação fantástica e apetitosa corresponde um sabor igualmente “delicioso”.
 
Sem imagem de perfil

De Ana Vale a 01.12.2011 às 16:54

Fotos apetitosas! Infelizmente em Portugal ainda não temos uma grande cultura dos produtos biológicos. No fim de semana passado (26 e 27 de Novembro 2011) houve uma feira de produtos biológicos nacionais no Campo de Santa Clara, e a oferta era reduzida... Alguns produtos muito interessantes, como farinhas biológicas já preparadas para o fabrico de pão, ou o licor de pêra rocha, novidade no mercado, mas gostava de ter visto mais produtores e mais produtos.
E também ainda temos que perceber se o biológico compensa mesmo (porque financeiramente não "compensa" nada!)
Sem imagem de perfil

De George.Sand a 01.12.2011 às 22:39

Que maravilha!
Sem imagem de perfil

De Laranjinha a 02.12.2011 às 08:11

Os mercados portugueses têm que apostar muito mais na apresentação dos produtos e na variedade da oferta. Os nossos mercados ao pé deste, do de Toronto, os de Londres, etc , têm muito que aprender. Pelo que me apercebi quando passei pelo Canadá, mas principalmente pelos mercados de rua nos EUA, é que há imensos agricultores a vender os seus próprios produtos. Cá, são raras as excepções. Depois por outro lado, existem os consumidores. Os portugueses no seu dia-a-dia continuam a ser muito tradicionais e talvez por isso não se aposte na variedade. Mas é bom ver os exemplos lá de fora, pode ser que assim, pouco a pouco alguma coisa mude.
Imagem de perfil

De Rui Falcão a 02.12.2011 às 16:02

Caro Laranjinha, concordo em absoluto.
Já agora, deixe-me só dar mais uma achega quanto aos mercados canadianos que visitei. O mercado histórico de Toronto é bem interessante, às vezes quase exótico, sobretudo no andar de baixo repleto de restaurantes asiáticos e alternativos, e os vários mercados informais da Chinatown são igualmente simpáticos. Mas não se conseguem comparar ao mercado de Vancouver, sobretudo na beleza e familiaridade de trato, na aposta forte na agricultura orgânica, no conceito mais informal e familiar. Em breve ponho aqui umas fotos do mercado de Toronto.
 

Comentar post



PUB


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

PUB


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Dezembro 2011

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Comentários recentes

  • Paulina Mata

    Tenho pena mas não vou poder ir. O ano passado val...

  • Duarte Calvão

    Julgo que sim. No final do post há um link que rem...

  • João Almeida

    Duarte,E quem pode participar? Porque é que é só p...

  • João Gonçalves

    Muito interessante. Reconheço que me sinto ignoran...

  • Anónimo

    Só para esclarecer que este comentário é meu. Artu...