Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Sempre o disse de forma clara, é um dos meus restaurantes preferidos, dos que frequento mais assiduamente, sobretudo na versão "tapete rolante", e é com enorme tristeza que trago aqui a notícia publicada hoje no jornal Público sobre as graves dificuldades financeiras que o Aya atravessa...

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:57


6 comentários

Imagem de perfil

De Miguel Pires a 16.12.2011 às 20:06

Já havia algum tempo que não ia ao Aya e ontem ao passar por lá para almoçar dei com o aviso na porta: "encerrado por motivos de força maior". Era um dos meus restaurantes favoritos pelo que lamento profundamente o seu encerramento.

Contudo, mantém-se o Aya Bistrôt (no piso debaixo) Foi onde acabei por almoçar. E com a qualidade de sempre.
Sem imagem de perfil

De breckenridge a 16.12.2011 às 21:26

Lamentável o desaparecimento do aya, muita qualidade ao nível dos ingredientes, faltou ,talvez, o acompanhamento de um "cozy" e moderno espaço,( ao estilo do Parco de BCN) para acompanhar ao mesmo nível a qualidade do produto . O melhor temaki de toro (com alho frances) que ja alguma vez comi.
Imagem de perfil

De Rui Falcão a 16.12.2011 às 21:29

Lamentável, sem dúvida.
Há que esperar que pelo menos o bistrô se mantenha e que possmos desfrutar do Aya versão "tapente rolante" durante muitos anos...
 
Sem imagem de perfil

De Samuel Freire a 17.12.2011 às 00:07

Também lamento imenso o encerramento do Aya. Estou triste até. De certa forma, acho que todos tememos que isto fosse acontecer quando fomos surpreendidos em 2009 pelo desaparecimento de Yoshitake, mas tínhamos esperança que este dia não chegasse.

Frequento assiduamente o bistrôt e tudo o que podemos fazer para o manter em funcionamento é continuar a ir lá e arrastar os amigos!

É que pode-se ser condescendente com boa parte dos restaurantes japoneses em Lisboa, mas de nenhum se pode dizer o que se diz do Aya: não há peixe melhor, mais fresco e mais bem tratado em Lisboa, num grande respeito pela integridade da preparação, confecção e apresentação dos pratos.
Imagem de perfil

De Rui Falcão a 17.12.2011 às 00:19

Concordo com o conceito e concordo com a frescura do peixe e mestria no corte. Mas acredito que a diferença mais significativa para a maioria dos demais restaurantes japoneses... é o arroz, aqui muito bem tratado.
 
Sem imagem de perfil

De André Pinto a 19.12.2011 às 13:26

Exactamente. O arroz do Aya não tem comparação e, tendo em conta o fácil acesso a peixe fresco em Lisboa, é o ingrediente que marca a principal diferença para os restantes concorrentes. O Assuka consegue chegar perto - ou conseguia, que já não lá vou há algum tempo.

Comentar post



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

PUB


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Dezembro 2011

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Comentários recentes

  • Miguel Pires

    Oops, já corrigido. Agradeço o reparo.

  • Martinho Cruz

    Tudo bem. Vega “Cecília” é que me ultrapassa.....

  • Anónimo

    Esta é uma boa notícia para esta altura do Natal.....

  • Duarte Calvão

    Acho, João Faria, que coloca a questão nos termos ...

  • João Faria

    É verdade que, infelizmente, a mudança ocorrida na...