Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A melhor refeição do ano?

por Miguel Pires, em 30.05.12

Ontem, algures na Grande Lisboa, tive uma das melhores refeições do ano. Quem proporcionou esse almoço, digno da estrela michelin (que não tem, nem reune uma boa parte das condições para poder ter) pede parcimónia na divulgação, dado que se tratou de um momento especial por encomenda (ou seja: fora do menu habitual). Aguço-vos o apetite com dois dos pratos servidos e, perdoem-me a maldade, mais não digo.

 

caldo de dashi, arroz fermentado e ovas de peixe galo marinadas
.
enguia caramelisada, uma espécie de farófia de clara de ovo e a espinha da dita frita 
.
rascasso, inhame e miso branco
.
nota:os pratos foram colocados à nossa frente sem nomes pomposos. Na verdade, sem nomes. Os que dou nas legendas são o que consegui descortinar no prato e após perguntar  

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:52


13 comentários

Sem imagem de perfil

De André a 30.05.2012 às 12:30

Os dois primeiros pratos parecem muito interessantes, já em relação ao inhame fico sempre um pouco em guarda, dada a relação tarada que costuma ter com o meu céu da boca, assim como com os restantes alimentos - sempre coladinho.

Acabo de ler um tesouro literário, vencendo um pouco da minha nada santa ignorância: "A cozinha cristã do ocidente", do extraordinário Álvaro Cunqueiro . É um deslumbramento constante por aquelas páginas fora.
Imagem de perfil

De Miguel Pires a 30.05.2012 às 13:28

O inhame não é para mim, também, um ingrediente pelo qual me pele. No entanto apreciei-o neste conjunto e sem colagem ao céu da boca :)

O David Lopes Ramos falou-me várias vezes do Álvaro Cunqueiro . Tenho que ver se encontro esse livro
Sem imagem de perfil

De André a 30.05.2012 às 14:10

É da colecção "Cinco Sentidos" da Relógio d'Água , se não estou em erro. Cunqueiro é um mestre literário e um mítico comilão. Como pode estar na sombra um tesouro tão próximo como Mondoñedo , escapa-me ao bestunto... O livro referido é pantagruélico.
Sem imagem de perfil

De Sal a 30.05.2012 às 14:29

Qual o objectivo de colocar o texto e as imagens se não for para os leitores irem também? se fazem esses pratos assim tão bons fora de menu também o farão com a mesma qualidade os do menu ou então estão a desperdiçar talento.

Não entendo tal sigilo desculpem.
Sem imagem de perfil

De Bel a 30.05.2012 às 18:34

Cheira-me a Umai.
Sem imagem de perfil

De Ljubo a 30.05.2012 às 18:55

Grande Tomoaki !!!!
Concordo plenamente, o Tomo merece uma estrela!
Sonho comer um ouriço especial que ele faz...
Abraço
Sem imagem de perfil

De Jorge Nunes a 30.05.2012 às 19:09

Não me cheira a nada, mas pelo aspecto não me importava. A enguia então...

Cumprimentos,
Imagem de perfil

De Miguel Pires a 31.05.2012 às 00:11

Dado curiosidade e até alguma irritação suscitada por este post o melhor mesmo é revelar o local: trata-se do restaurante japonês Tomo, em Algés. A razão da parcimónia na divulgação (que me foi pedida por um amigo, cliente habitual), prende-se com o facto de se tratar de um menu especial que inclui alguns produtos e preparos que têm de ser feitos com antecedência. Essa é uma das razões de não estar na carta. Outra será, segundo me contou este amigo, a conciliação da confecção de uma refeição destas com o serviço normal do restaurante, dado que a equipa do restaurante é pequena.

Não me parece que haja aqui nada de muito extraordinário nesta limitação. Toda a gente conhece um sitio algures onde se faz um cabritinho que tem de se pedir com uns dias de antecedência. Creio que se alguém estiver interessado num menu deste género pode tentar ligando para o Tomo com antecedência. No fundo o que não dá é para chegar lá e pedi-lo no momento. Bom e se não for possível, no menu há muito por onde escolher e de qualidade (pelo menos o Sushi&sashimi, que comi em outros dias, é).
Sem imagem de perfil

De claro a 31.05.2012 às 01:09

tenho de ir visitar a casa nova. conhecias a casa antiga? um tasco com 10 ou 12 lugares? micro tasco...

fui lá feliz!
Sem imagem de perfil

De bitoque a 31.05.2012 às 01:27

Parece-me elevado ,de bom senso e de grande responsabilidade, a forma como é encarada a parcimónia na divulgação.
Analisando as fotografias ,podemos constatar tratar-se de peças de elaborada cozinha ,com conhecimentos, técnicas e sensibilidades milenares, impraticáveis na produção em massa.
Elaborado corte ,presença de fermentações na confecção, rigor e equilíbrio estético, diversidade de texturas,etc ...
O respeito pelo equilíbrio das composições de sabores texturas, técnica e estética penso que estão presentes.
Os que conhecem a dificuldade prática de materializar estes pratos, compreenderão a reserva a uma abrupta procura ,que poderia prejudicar a serenidade necessária para elaborar estas peças .
se se trata como é dito de uma equipe de dimensão moderada ...

No oriente a paciência tem outra dimensão...

Fora e dentro de contexto, aproveito para relembrar um dos pressupostos base de toda a boa cozinha: respeitar os tempos
Sem imagem de perfil

De PedroCG a 31.05.2012 às 02:04

Então isto não são 3 pratos Miguel? :) Essa mesa parece-me que a conheço de algum lado...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.05.2012 às 08:08

Realmente o grande Tomo sempre consegue supreender
Tomo SAN ichiban
Sem imagem de perfil

De PALAVROSSAVRVS REX a 09.08.2012 às 13:47

Tenho passado uma fome de rato. Por isso fiquei ainda mais seduzido.

Comentar post



Pub


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

PUB


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mesa Marcada - Os 12 Pratos do Trimestre


Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Maio 2012

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Comentários recentes

  • Alexandre Silva

    O que está a dar, é o que não está a dar! Fico esp...

  • Jorge Guitian

    Uno más para la agenda de la próxima visita a Lisb...

  • Joao Fernandes

    Eu trabalho com mangalitza na Hungria, neste caso ...

  • João Faria

    Há uns tempos deparei-me com uma imagem do marmore...

  • Bruno

    Interessante - moro em Londres e não conhecia o Ta...