Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Estrelas brilham no Feitoria

por Duarte Calvão, em 04.09.12

Nem sempre juntar vários chefes para cozinharem uma refeição corresponde a uma soma e já tive algumas experiências em que resultaram mesmo numa forte decepção. De qualquer maneira, dada a pasmaceira que continua a ser a cozinha em Lisboa, salvo algumas honrosas excepções, é de assinalar os jantares que, na sexta-feira e no sábado, vão decorrer no Feitoria (na foto), restaurante com uma estrela Michelin do hotel Altis Belém, no âmbito da boa iniciativa que é a Rota das Estrelas. O chefe anfitrião, José Cordeiro, vai receber Hans Neuner, do The Ocean, do Vila Vita Parc, no Algarve (duas esrelas Michelin), Vincent Farges, da Fortaleza do Guincho (uma estrela), e Ricardo Costa, do The Yeatman, em Vila Nova de Gaia (uma estrela). Por falar neste último, tenho gostado muito das suas prestações no Top Chef, programa que está a ser exibido aos sábados à noite na RTP1. Apesar do seu feitio mais reservado, faz apreciações certeiras e compreensíveis, sem palavras a mais ou a menos, sobre os pratos dos concorrentes. Aliás, de uma maneira geral, tenho gostado do programa, sabendo que ele se destina ao grande público e não aos "entendidos", e já agora preconizo que o jovem Rui Sequeira, que não conheço, é capaz de fazer sombra aos que julgo "favoritos": Alexandre Silva, João Sá e Igor Martinho. Voltando aos jantares da Rota das Estrelas, falta dizer que eles ficam em 150 euros por pessoa, com vinhos incluídos, e as reservas são feitas através do tel. 210 400 200.

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:46


12 comentários

Sem imagem de perfil

De José Tomaz de Mello Breyner a 04.09.2012 às 22:51

Tens toda a razão Duarte, também tenho reparado neste jovem Rui Sequeira, um nome a fixar, penso que vamos ouvir falar muito nele.
Imagem de perfil

De Duarte Calvão a 05.09.2012 às 13:35

Cheira-me a que já sabes qualquer coisa...
Sem imagem de perfil

De José Tomaz de Mello Breyner a 05.09.2012 às 18:40

Se dizes uma coisa dessas é porque não conheces o Nuno Diniz. Estou convencido que ele nem à almofada dele disse nada. Agora não é preciso ser muito esperto para perceber que aquele rapazinho tem um ENORME Potencial e que caso assim continue vamos ouvir falar muito dele.

Mas para mim, tal qual para ti, os candidatos a vencedores são 3 :

- Alexandre
- Igor
- João Sá

Abraço amigo
Imagem de perfil

De Duarte Calvão a 05.09.2012 às 22:30

Longe de mim pôr em causa a discrição do Nuno Diniz, além do mais pessoa sensata e bem educada, mas tu tens sempre outras fontes...resumindo, estava a meter-me contigo. Tomara que o Rui Sequeira, que creio terá 20 anos, seja um exemplo de uma nova geração de cozinheiros portugueses mais arejados, ambiciosos e criativos. Abraço
Sem imagem de perfil

De António Vargas a 05.09.2012 às 02:07

Gosto bastante da participação do chefe Ricardo Costa, o que não gosto mesmo nada é que digam que ali estão os melhores.. porra.. se ali estão os melhores andamos mesmo muito mal..
Existiu uma falta de critério absurda.. há uns 4 que são bons.. agora o resto é palha, que fazem ali?
No episódio do borrego, ninguém soube tirar a parte mais vendida em todos os restaurantes.. o Carret, falta de bases? E o que se cozinha ali? Imitações reles dos espanhóis? Salvo o Igor Martinho e o do Espinheiro (apesar de reconhecer boas notas técnicas ao Alexandre e ao João), andam todos a imitar os livros dos outros? são estes os chefes de Portugal?? Até os mais novos inventam o que não sabem.. OMG!


Sem imagem de perfil

De José Tomaz de Mello Breyner a 05.09.2012 às 18:43

António Vargas,

Estes são os melhores dos que concorreram. Não está a ver a nossa 1ª Divisão a concorrer pois não? Não só por falta de tempo, como também por uma questão de gestão de carreira.

Por outro lado não se esqueça que isto é um programa de televisão, e existem certamente os chamados "critérios televisivos"
Sem imagem de perfil

De António Vargas a 06.09.2012 às 01:12

Pois, vendo as coisas por esse prisma...o prémio também não é chamariz, não é assim tão difícil conseguir um estágio no MB, o meu sobrinho fez um pedido para o Arzak e passado 2 semanas estava lá, saído da Escola à menos de 6 meses.
Sem imagem de perfil

De Jose Sonhador a 06.09.2012 às 10:41

Boas,

Concordo em absoluto, fiz pedido de estagio para vários restaurantes e por curiosidade o do MB responderam instantaneamente.. não sei se pelo cv ou não , mas com tanta facilidade não quis !

Um estagio no Michel Bras , Passard ou mesmo no Japão ou Tailândia seria muito mais interessante...a meu ver!

Nao acompanho o programa mas desejo que ganhe o melhor tendo a minha preferência pelo Alexandre Silva.

Cumprimentos.
Sem imagem de perfil

De MM a 05.09.2012 às 15:49

Também tenho apreciado bastante o chef Ricardo Costa, basicamente tenho gostado do programa mas gostaria que tivesse um pouco de mais discussão e comentário por parte do juri e o Ricardo Costa embora falando pouco ainda vai dando umas notas com algum pormenor sem ser coisas demasiado vagas.
Sem imagem de perfil

De Duarte F a 14.09.2012 às 16:27

Olá,
Confesso que eu acho o contrário: tendo por comparação a versão americana, aqui acho que o júri tem demasiado protagonismo. Para já estão sempre de jaleca apesar de não saírem da mesa; depois não andam pela cozinha a provar os pratos, designadamente no quick fire chalenge.
Acho que estão sempre com ar catedrático que no programa americano não se verifica (até porque a Padma e a Gail ? não são chefs, penso).
Enfim, eu calava o júri um bocado e tornava o programa mais dinâmico em estúdio pelo menos.
Sem imagem de perfil

De Manuel a 05.09.2012 às 17:46

Honestamente, o que eu queria lá ver era a Padma.
Sem imagem de perfil

De Pedro Iluminado a 06.09.2012 às 21:44

Que raio!
Venha a Troika e escolha o estágio, o júri, os concorrentes que alegrem a todos.
Já agora, a geografia, o sistema de governo, a organização familiar e também os críticos, os restaurantes e tudo porque
Nunca
Nada
Estará do agrado de todos.

Aborrecida esta desgraçada crítica constante.

Podia correr o rio o seu curso, como dizia o outro:
O rio
O rio
E alguém pensa nas margens que o comprimem?

Comentar post



Pub


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

PUB


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mesa Marcada - Os 12 Pratos do Trimestre


Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Setembro 2012

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Comentários recentes

  • Joao Fernandes

    Eu trabalho com mangalitza na Hungria, neste caso ...

  • João Faria

    Há uns tempos deparei-me com uma imagem do marmore...

  • Bruno

    Interessante - moro em Londres e não conhecia o Ta...

  • Duartecalf

    Mais uma boa notícia. É sinal de que a nossa gastr...

  • André

    Já para não falar no efeito pernicioso que esta "g...