Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




"Estranha forma de amor, não é?"

por Miguel Pires, em 20.03.13
foto tirada daqui

Maria de Lourdes Modesto enviou aos amigos um delicioso texto que escreveu para o blogue de uma sua amiga, o Verde Azeitona, a chamar mais uma vez à atenção "para os queijos da Beira-Baixa e para a maneira como estão a ser servidos, sem chapéu e à colher, os queijos que dizem adorar". Gostei muito de o ler e enchi-me de lata pedindo-lhe para o publicar aqui. Receei que respondesse algo do género, "o Miguel não leu que o escrevi para o blogue de uma amiga?", mas não. Amavelmente disse-me que sim, que o podia fazer, mas que seria simpático se referisse o blogue da sua amiga. Promessa cumprida, fiquem então com o seu humor acutilante e a pertinência de sempre - já agora, na companhia de uma fatia de queijo amarelo da Beira Baixa, o seu preferido. 

 

Há sim! Há coincidências.

 

Mão amiga , fez-me chegar às mãos um nada banal, antes magnífico, queijo Amarelo da Beira Baixa, o meu preferido dos queijos portugueses.

Consolava-me eu com um naco de pão alentejano coberto com uma fatia do divino queijo, e olho por puro acaso para o écran da televisão e, sem ainda acreditar em coincidências, antes em alucinações, a televisão mostrava-me um bando de mulheres de bata e toucas brancas a moldar em aros de metal, uma igualmente branca massa de leite coalhado que prometia tornar-se amarelada e numa das nossas mais preciosidades gastronómicas: o queijo.

Perguntei-me:  porquê a esta hora uma lição de como fazer queijo? Levantei o som e para meu grande regozijo ouço a notícia que justificava as imagens: - O queijo Amarelo da Beira Baixa, num concurso realizado nos estados Unidos da América, entre muitos outros de alto gabarito, era considerado “o melhor queijo do mundo”.

Só o reconhecimento público me surpreendeu. Já há anos, na saudosa Preguiça, uma criação de Miguel Esteves Cardoso, chamei à atenção dos leitores para os queijos da Beira-Baixa, preteridos por outros na fama, muitas vezes sem merecimento. Dos três grandes queijos da Beira-Baixa o meu eleito é o AMARELO. Não precisei que os americanos me chamassem a atenção para o aroma e textura deste maravilhoso produto português mas, agradeço a distinção..

Fruto de uma sábia mistura de leites, de ovelha e de cabra, com predominância do de ovelha, coalhado com o estômago de cabrito, ao feliz resultado também não é estranho o seu meio ambiente.

Mas atenção: o queijo AMARELO da Beira-Baixa só deve ser comido quando a sua textura permitir o corte da faca. Sim, porque o queijo Amarelo é presumido, não é um queijo vadio, como outros que por aí andam de cabeça ao léu a deixar-se comer à colher. 

Repare bem, caro leitor, que eu não disse que dos queijos portugueses só gosto dos da Beira-Baixa – Amarelo. Picante e Castelo Branco – o que eu disse é que o AMARELO da Beira-Baixa é o meu queijo português de eleição.

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:15


6 comentários

Sem imagem de perfil

De rita maria a 20.03.2013 às 10:06

Acho que se enganou no link para o blogue original: é este (http://verdazeitona.blogspot.pt) e o post que cita está aqui (http://verdazeitona.blogspot.pt/2013/03/queijo-amarelo-da-beira-baixa.html).

(fui à procura porque achei que se a Maria de Lourdes Modesto escolheu escrever para lá, há-de ser casa de boa fama e bom gosto)
Imagem de perfil

De Miguel Pires a 20.03.2013 às 13:06

Obrigado Rita. O link foi corrigido e também já o incluímos na lista dos recomendados ( na coluna da direita)
Imagem de perfil

De Artur Hermenegildo a 20.03.2013 às 11:29

É de facto um excekente queijo. Ainda há dias comprei um muito bom no Pão de Açúcar das Amoreiras.

Mas o meu queijo português preferido talvez seja o Terrincho Velho, quando é bom - o problema é que sob essa denominação aparece lamentavelmente alguma porcaria. O nome deveria ser mais protegido.
Imagem de perfil

De Miguel Pires a 20.03.2013 às 13:09

Temos de facto queijos de grande qualidade. Por exemplo, nos últimos tempos, tenho andado viciado no queijo de aça da (ilha) Graciosa, que tem, se não estou em erro, 9 meses de cura.

Abraço

P.s. Estou neste momento no Brasil onde o Queijo da Serra é mais popular do que o Cristiano Ronaldo :)
Sem imagem de perfil

De jms a 20.03.2013 às 13:38

É também um dos meus queijos preferidos, juntamente com o Terrincho (talvez o meu queijo de eleição português), o Serpa e o Serra da Estrela. Todos curados, claro, que gostos que os sabores, texturas e aromas se apurem.
Importante é a referência contra a colher!!
Há queijos de mistura (cabra/ovelha) que nos despertam e estimulam os sentidos, sim senhora e que com um bom pão, nos elevam.
Imagem de perfil

De Paulina Mata a 01.04.2013 às 13:23

É sempre um enorme prazer ler a Maria de Lourdes Modesto.

E um novo texto dela foi já publicado no Verde Azeitona - "Os comeres da minha infância".

http://verdazeitona.blogspot.pt/2013/03/escrito-no-eter-cronica-de-maria-de.html

Comentar post



Pub


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

PUB


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mesa Marcada - Os 12 Pratos do Trimestre


Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Março 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Comentários recentes

  • Alexandre Silva

    O que está a dar, é o que não está a dar! Fico esp...

  • Jorge Guitian

    Uno más para la agenda de la próxima visita a Lisb...

  • Joao Fernandes

    Eu trabalho com mangalitza na Hungria, neste caso ...

  • João Faria

    Há uns tempos deparei-me com uma imagem do marmore...

  • Bruno

    Interessante - moro em Londres e não conhecia o Ta...