Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




25173713620_6ffb391b23_z.jpg

Agrada-me um bairro onde o fato e a gravata se cruzam com calções e chinelos ou fato de surf. É assim no bairro de Gros, que desemboca praia da Zurriola, também conhecida por praia dos surfistas, perto do Kursaal. É uma zona jovem e descontraída e, em termos gastronómicos, uma alternativa mais arejada à famosa Parte Vieja.

 

 

14040120_1155691657820506_4955074475759491048_n.jp

 

Lembram-se como, há uns anos, em Espanha, o pão era ruim? Pois, tal como tem vindo a acontecer com outras cidades, em San Sebastian, as coisas também começaram a mudar. O the The Loaf, mesmo em frente ao Kursaal (Zurriola, 18. Tel. +34 943 265 030 e ainda com outras 3 lojas na cidade), é a prova viva de como o pão de qualidade - feito com boas farinhas e massa mãe - começa a estar acessível ao publico em geral, e já não é apenas um exclusivo dos bons restaurantes. Além de diversos tipos de pão e sanduiches, para uma refeição leve, havia uma parte de restaurante na cave que me pareceu ter encerrado. Porém, para compensar há agora pizzas com bom aspecto e alguns postres para comer no local ou levar.

 

FullSizeRender 2 (1).jpg

 

O bairro atrai cada vez mais uma população local e verifica-se um grande dinamismo com a abertura de novas lojas, restaurantes e bares de pintxos, como é o caso do La Notaria (Calle Peña y Goñi, 11. Tel: +34 943 35 82 97), que além do sortido habitual de petiscos, - muito bem feitos, sobretudo os frios - dá uma particular atenção aos vinhos, com vários rótulos de pequenos e médios produtores a copo e a preços acessívies. 

 

FullSizeRender (1).jpg

 

Entre os pintxos que comi nesta casa, destacaram-se o de polvo com vinagreta, cozinhado a preceito - ou seja: nem rijo, nem mole, mas com alguma resistência no dente - e, também, o de sardinha fumada, grande, gorda e com o fumo a dar um toque sem esconder o sabor caracteristico do peixe. 

 

FullSizeRender 4 (1).jpg

 

Praticamente ao lado do La Notaria, fica o mais tradicional Bodega Donostiarra (Calle Peña y Goñi, 11. Tel: +34 943 01 13 80), de que ouvi falar muito bem mas de que esperava um pouco mais. Bons, os revueltos com cogumelos e pratos frios e simples como a salada de tomate coração de boi com ventresca de atum. Já alguns dos quentes, como as asas de frango ou a espetada de polvo e camarão, sabia mais a Josper (fumado) do que ao produto. Porém, vi passar alguns pratos que me despertaram a vontade de voltar, até porque achei o espaço e o ambiente agradáveis. E o que dizer da ideia de instalar um ginásio com vista para a esplanada do restaurante? Ver as pessoas a correr na passadeira enquanto outras comem fez-me lembrar um hamster que tive em tempos :). 

 

Posts Relacionados:

 . 5 motivos para visitar San Sebastian e Bilbau por estes dias – Parte I : O txuletón do Nestor

5 motivos para visitar San Sebastian e Bilbau por estes dias – Parte II : A viciante Tarta de Queso do La Viña

 

Fotos: 1) Javier Larrea 2) Facebook The Loaf

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:39



Pub


Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Pub




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Comentários recentes

  • Artur Hermenegildo

    Estive no Mesa de Lemos na 4ª feira passada, grand...

  • Adriano

    #offtopicEntão é um artigo, sobre a notícia que es...

  • Duartecalf

    Excelente notícia o regresso de Vincent Farges a P...

  • Anónimo

    Em fez de "amuse bouche", porque nao "entretem de ...

  • João Faria

    Quando o anúncio do guia chegar a Portugal - e acr...





Calendário

Outubro 2016

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031