Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Foi das melhores notícias que tive nos últimos tempos e só fiquei com pena de não poder dá-la em primeira mão ao chefe Joachim Koerper, a quem infelizmente tive que dar, aqui há uns anos, a péssima notícia de que tinha perdido a estrela Michelin. Koerper está para o Brasil e não consegui que atendesse* Aqui ficam os meus parabéns e a alegria por se ter feito justiça a um grande cozinheiro. Dei a novidade a um surpreendido Miguel Júdice, que me disse não estar nada à espera. "Não compreendemos bem as razões porque perdemos a estrela e não creio que tenhamos mudado tanto assim para agora a recuperar. Mas é muito bom que tenha acontecido, fico muito satisfeito, sobretudo pelo Joachim e pela equipa". Quanto a efeitos no restaurante, Miguel Júdice acha que pode ter mais efeitos entre estrangeiros do que entre portugueses, tal como aconteceu no passado. Já Miguel Laffan, chefe do Land, que creio ser o primeiro restaurante do Alentejo a ter estrela Michelin, ficou sem palavras."Não digo que não tenhamos trabalhado para isso, mas nunca pensei que viesse tão cedo, tenho que ir beber água, tenho que ir beber água...", dizia o chefe, de 34 anos, no projecto desde a abertura, há cerca de três anos. Num segundo telefonema, mais calmo, depois festejar com a equipa, a quem dá os parabéns, afirmou estar realmente muito satisfeito, mas também consciente da nova responsabilidade. E não há muito tempo para festejos. "Amanhã tenho um jantar exclusivo e vou ter que trabalhar", garante. Uma palavra final para o Leonel Pereira, a quem espero que a perda da estrela do restaurante (e não sua) não afecte. É comum a Michelin retirar estrelas a restaurantes que não só mudam de chefe, como também de proprietário. É verdade que o São Gabriel tinha num passado recente mudado duas vezes de chefe, mantendo a estrela, mas o proprietário era sempre o mesmo e só assim posso tentar compreender esta injustiça. Ele que siga o exemplo de Koerper, que nunca esmoreceu até a recuperar. Não lhe liguei porque agora, que já não sou jornalista, dou-me ao luxo de não dar más notícias, sobretudo a pessoas de quem gosto, mas vai daqui um grande abraço e a certeza de que ele continua a ser um dos nossos melhores cozinheiros.

 

* Consegui finalmente falar com Joachim Koerper, que me explicou que no Rio de Janeiro evita andar com relógio e telemóvel...Estava, obviamente, muito feliz e disse-me que houve festa até às tantas, regada a champagne. Atribui a reconquista da estrela "a um trabalho continuado" e ao esforço da equipa, onde agora Edgar Rocha desempenha um papel fundamental. E agora? "Agora, vamos para a segunda estrela", diz o chefe germano-luso-brasileiro, que trabalha em cozinha desde os 14 anos de idade e que aos 61 anos continua um exemplo de profissionalismo e de espírito forte. E promete uma "grande festa" no Eleven quando regressar a Lisboa em Janeiro. 

 

Foto: Nuno Correia

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:29


20 comentários

Sem imagem de perfil

De André Magalhães a 20.11.2013 às 22:43

O Leonel Pereira é seguramente o melhor chef português a operar em terras lusas. Na minha modesta opinião. Vai concerteza recuperar a estrela na próxima edição, com a tenacidade Fusa que lhe é genética.
Sem imagem de perfil

De Louise Kamber a 21.11.2013 às 00:24

Obrigada pelos vários posts sobre as últimas das "nossas" estrelas! Depois de 13 dias á volta com tantas estrelas no Vila Joya e ainda "a regressar ao mundo" não posso deixar de dar os parabéns ao fantástico Chef Joachim Koerper pela recuperação da estrela que lhe tinha sido infelizmente "retirada" (embora preferisse usar um adjectivo mais real) . Um abraço ao Miguel e a toda a sua equipa, precisamos de notícias destas para nos darem força e "nos" recolocarem no conjunto a que pertencemos!
Lamento a perca da estrela do São Gabriel, que está em remodelação, e imagino que viu o prazer do investimento nesta época tão difícil, a perder brilho, abalado pela notícia. A esta equipa desejo a maior força porque certamente virá a ganhar a sua "própria" estrela, com um brilho ainda maior ! Louise Kamber
Sem imagem de perfil

De José Tomaz de Mello Breyner a 21.11.2013 às 08:46

2 ESTRELAS

Ocean (Armação de Pêra)
Vila Joya (Albufeira)

1 ESTRELA

Belcanto (Lisboa)
Casa da Calçada (Amarante)
Eleven (Lisboa) - reentrada
Feitoria (Lisboa)
Fortaleza do Guincho (Cascais)
Henrique Leis (Almancil)
Il Gallo d’Oro (Funchal)
L'And Vineyards (Montemor-o-Novo) - novo
Willie’s (Vilamoura)
Yeatman (Vila Nova de Gaia)
Sem imagem de perfil

De fvcosta a 21.11.2013 às 14:11

Parabéns aos eleitos o mérito nunca é por acaso e os prémios "dão um trabalho do caraças"

Mas que me desculpem os eleitos !
Mas os métodos de avaliação são muito subjetivos e nem sempre corretos(honestos).

Lamento que as estrelas não sejam mais dignificadas pelas razões invocadas.

Parabéns mais uma vez...
Sem imagem de perfil

De João Mestre a 21.11.2013 às 11:01

Duarte, também estava convencido de que era o primeiro do Alentejo, mas afinal A Bolota já lá tinha chegado há uns aninhos valentes.
Abraço
Imagem de perfil

De Artur Hermenegildo a 21.11.2013 às 11:32

Tenho pena pelo Leonel, acho que é uma injustiça, mas estava-se mais ou menos à esperapor causa das mudanças (embora há poucos anos o Tavares tivesse mantido a estrela numa situação idêntica, creio). Se para o ano a estrela não vier, é porque de facto há uma embirração qualquer dos inspectores.

Tal como parece haver com o Vincent, porque nesta altura acho que já devíamos começar a discutir a possibilidade da terceira estrela, quanto mais da segunda... Que estupidez, caramba!

Parabéns ao Eleven, ao contrário do Migeul Júdice acho que alguns pormenores melhoraram de facto, e ao L'And, que não conheço mas fiquei com vontade de conhecer.
Sem imagem de perfil

De Chrispother Cobb a 21.11.2013 às 17:55

Agora é que ninguem cala quem ganhou a estrela.. Se é que entendem.. não sei que mal tem contra o leonel, mas mais uma vez a comprovar que as estrelas são compradas!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.11.2013 às 15:51

Por acaso alguem sabe qual foi a classificação dos restaurantes de J. Koerper no Guia 4 Rodas 2014 (o Michelin brasileiro)?
Sem imagem de perfil

De teixeira a 26.11.2013 às 17:37

O último comentário que fiz a respeito do chefe Joachim foi censurado. Simples: reduzi o medo dele em andar com um celular no Rio de Janeiro ao cómico Numa cidade que tem mais aparelhos do que habitantes, imaginar perder o aparelho, por assalto, só mesmo por receio de perder uma herança familiar. Porém, não é preciso ler o Guia 4 Rodas, que não é o Michelin tupiniquim , para saber que o restaurante do Sr. Joachim não descolou . Causou-me também estranheza ter sido o senhor sido galoardo - além da estrela Michelin - com a cidadania brasileira pelo blogueiro . Alto lá! Vivo em Lisboa e no Rio de Janeiro faz mais de 15 anos e nem por isto sou cidadão luso. Vou ser censurado novamente! São os novos tempos da democracia portuguesa. Ia esquecendo, estrelas Michelin fora da França valem pouco. Não há tantos inspetores para atestar tamanha competência "all over the world". Porém, o orgulho nacional precisa ser acariciado e aí "tanto barulho por nada" como diria o bardo! Acho que vou a Amarante, no entanto.
Imagem de perfil

De Duarte Calvão a 26.11.2013 às 17:58

Fui eu que censurei, porque aqui fala-se de cozinha e ninguém tem nada a ver com quem anda com ou sem telemóvel ou relógio e muito menos quem o faz tem que receber qualificativos pouco educados por causa disso. Eu também vou frequentemente ao Rio de Janeiro, onde vivi nove anos, e também não uso lá nem relógio nem telemóvel. A razão é que, apesar das melhorias dos últimos anos, o Rio é uma cidade violenta, onde se roubam até ténis à mão armada, Se não sabe disso ou se não quer ver por se sentir melindrado por alguém o escrever, o problema é seu. Não sei o que tem contra Joachim Koerper, mas dizer enormidades como que as estrelas Michelin valem pouco fora de França mostra que sabe muito pouco do assunto para dar opiniões. Quanto ao eu escrever que Koerper é "germano-luso-brasileiro" é apenas uma maneira de descrever o seu percurso, não é para ser tomado à letra, como creio que é fácil de perceber para a grande maioria das pessoas.
Sem imagem de perfil

De teixeira a 26.11.2013 às 20:00

Obrigado pela liberdade de conceder a publicação. Por favor, não me subestime de pronto. Conheço um pouco, com objectividade e praticidade gastronomia. Sem firulas . Mundo afora.
Quem mencionou não portar celular no Rio de Janeiro foi o seu asterisco Ri e achei a menção desnecessária, descolado do tema gastronomia. Um chiste ou um alerta? Por exemplo, minha mulher foi assaltada no metro em Lisboa e teve o celular dela levado. Isto sem falar o nosso conhecido eléctrico 28, campeão absoluto de furtos a turistas. Mas adoramos Lisboa. Quanto as estrelas Michelin fora da França existe literatura a respeito das dificuldades de se dar crédito à distribuição estrelar fora do território francês. Não tenho nada contra o Sr. Joachim . Nunca achei o Eleven um templo de gastronomia, lamento. Tanto que passou por severa reforma estrutural. Ou não? Sou cliente faz anos do Tia Alice e nunca o vi mencionado, exemplifico. Tenho respeito e gozo até de um bom convívio com o José Avillez . Gosto de algumas das casas dele. A pizzaria estava óptima no domingo que lá estivemos. O Feitoria de outrora merecia reverência. Hoje, não sei. E o Alma? Obrigou o Henrique a vender hambúrguer O Assinatura uma lástima. Mudou de dono. Devo ir? Por fim, fora do tema, considero nacionalismo um mal, isto é, não me ofende críticas nem ao Rio de Janeiro ou a São Paulo, cidades que estão recebendo os chefes que deixaram Portugal que vão se instalando por aqui, em fuga à crise e ao IVA. Vamos ser como se saem. Agora, vou a Amarante conferir. Nunca fui grosseiro, e se fui me penitencio. Escrevemos com alguma irreverência e um bom humor constante.
Imagem de perfil

De Artur Hermenegildo a 27.11.2013 às 10:36

Gostei bastante dos seus comentários, devo dizer.

Uma sugestão, se me permite. Se for a Amarante, dê um salto ali perto de Braga e vá ao Ferrugem, se ainda não conhece. Não tem estrelas mas é um dos melhores restaurantes de Portugal.

E o Pedro Lemos, no Porto, já agora.
Sem imagem de perfil

De teixeiraa a 27.11.2013 às 15:00

Sugestão anotada e acatada para Braga. Aproveito para pegar o alfa. Um sonho de transporte para nós brasileiros, que, infelizmente, não temos nem transporte regular de passageiros. Obrigado pela gentileza.
Imagem de perfil

De Artur Hermenegildo a 27.11.2013 às 18:08

Atenção que não é em Braga, é numa aldeia aí a uma meia hora de carro. Tem mesmo de ir de carro, ou então apanhar um táxi.

Veja na página, por favor:

www.ferrugem.pt
Imagem de perfil

De Duarte Calvão a 27.11.2013 às 13:51

Se gosta do Tia Alice vá lá, se não gosta do Eleven, não vá, mas não confunda gostos pessoais com o que é "melhor" ou "pior", pondo em causa a competência de quem tem por profissão, como os inspectores Michelin, avaliar restaurantes. Eu, por exemplo, nos whiskies, gosto de Jack Daniels e "blends", mesmo os novos, e não acho grande piada a "single malts". Mas se eu dissesse que os primeiros eram "melhores" que os segundos seria zurzido, e muito bem, por quem percebe de whisky a sério. Quando muito, os mais generosos, diriam para provar mais e informar-me mais, em vez de fazer declarações que apenas absolutizam um gosto pessoal. Já agora, o Assinatura mudou de chefe, não de proprietário. Quanto ao facto do Rio ser uma cidade violenta, acho que não vale a pena insistir e comparar assaltos à mão armada com a acção de carteiristas em transportes públicos frequentados por turistas parece-me apenas mais uma forma de negar a evidência, por muito que isso estrague o "cartão postal" do Rio. É o mesmo que eu dizer que em Lisboa não há prédios em mau estado ou paredes sujas com grafittis...A menção foi feita para justificar a dificuldade em falar com Joachim Koerper, a restante interpretação foi feita por si e só mostra a sua incomodidade com uma realidade que todos gostariam que não existisse, mas que infelizmente existe.
Sem imagem de perfil

De teixeira a 27.11.2013 às 15:13

Duarte obrigado pela convivência. É simples, se não for ao Eleven não posso gostar ou avaliar. Se não volto, é porque que fui, por exemplo. Quanto a discutir a competência de profissionais, posso e tenho o direito como consumidor ou como cidadão de o fazer. Dou um exemplo: existem vários blogs de gastronomia. Considero o teu muito bom. Por isto, leio e me arrisco a ser bem ou mal compreendido. Avaliei outros, antes. Já recolhi em posts do Mesa Marcada boas indicações. Obrigado pela correcção do Assinatura. Realmente, a coisa lá não corria muito bem pelos lados da cozinha. Fico feliz que somos amantes do Jack Daniels . Paixão antiga a minha. Por outro lado, entendi a tua menção a não portar celular no Rio maliciosa, desculpe. Contudo, "tapar o sol com a peneira" e dizer que o Rio não é violento é sonho, mais ou mesmo que sonhar que o meu Sporting vai ser o campeão da Liga. Tens razão: uma realidade que existe e que todos gostaríamos que não existisse. Cumprientos.
Imagem de perfil

De Duarte Calvão a 27.11.2013 às 17:52

Que fique claro que eu não acho que as classificações do guia Michelin são verdades absolutas, que devem ser seguidas cegamente. Muito pelo contrário, muitas vezes não compreendo os critérios e tenho-o escrito, como fiz, por exemplo, sobre a injusta retirada da estrela ao São Gabriel, de Leonel Pereira, neste ano. Mas também não acho que se deve ter aquela atitude de achar que os inspectores não sabem de nada a não ser de cozinha francesa, que são "comprados", que é tudo um lobby e mais não sei quê.
Já temos o Jack Daniels como gosto comum, Teixeira, e só não concordo em relação ao nosso Sporting: não é sonho nenhum, certamente que vai ser campeão nesta época!
Imagem de perfil

De Artur Hermenegildo a 27.11.2013 às 18:11

Se tivesse visto antes que você era do sporting, não lhe tinha dado nenhuma sugestão de restaurantes, pelo menos dos bons.

Para dar conselhos a sportinguistas o Mesa Marcada tem o Duarte, eu abstenho-me :)

Agora a sério, se for ao Ferrugem dê notícias. Mas tem mesmo de ir de carro:

www.ferrugem.pt
Sem imagem de perfil

De teixeira a 27.11.2013 às 23:00

Estimado Artur. Não era meu propósito ir a Lisboa no inverno. Minha casa está fechada e vou ter que ir no final de Janeiro para compromissos de estudos. Ir ao Ferrugem no inveno deve ser o inferno para sair daqui do Rio a 40 e chegar a 3. Mas, o que me motiva não ir em janeiro é confiar no Duarte. Volto no final de Março até Maio e aí vou com a pólo verde dos Leões , já campeão. Não desanime, quando for ao Ferrugem farei menção a você. Todavia, faz 15, ou 20, anos que persigo o melhor peixe grelhado de Portugal, afora o arroz de pato. Permita-me - se não for ousadia brasileira - que em Lisboa, e periferia, ninguém grelha peixe como o senhor do Solar dos Leitões na Buraca. Impressionante! Nem na Grécia. O melhor arroz de pato, sei onde está. Mas, não revelo. O autor é um cabo-verdiano, benfiquista, lastimo. Sempre tenho medo que ele me envenene!
Sem imagem de perfil

De teixeira a 28.11.2013 às 12:55

Arthur fui injusto com o Adraga em matéria de peixes. Há um empate técnico com o Solar dos Leitões, em Lisboa. Corrijo.

Comentar post



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

PUB


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Novembro 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Comentários recentes

  • Miguel Pires

    Oops, já corrigido. Agradeço o reparo.

  • Martinho Cruz

    Tudo bem. Vega “Cecília” é que me ultrapassa.....

  • Anónimo

    Esta é uma boa notícia para esta altura do Natal.....

  • Duarte Calvão

    Acho, João Faria, que coloca a questão nos termos ...

  • João Faria

    É verdade que, infelizmente, a mudança ocorrida na...