Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Praça do Duque da Terceira, Lisboa, (post 1894).

Col. Seixas, in José Sarmento de Matos (org. e coord.), Lisboa à Beira Tejo (1860-2010), [Lisboa], C.M.L./E.G.E.A.C., [2010], p. 109.

 

Diogo Noronha, que em Setembro deixou a chefia do Pedro e o Lobo, abre esta noite a Casa de Pasto, situado no 1º andar do nº20 da Rua de São Paulo, na zona do Cais Sodré. Mais do que ser chefe do novo restaurante, ele é o responsável pela área de restauração do Main Side, o grupo que gere o Lx Factory e a Pensão Amor, esta também no Cais Sodré. O grupo detém outras propriedades imobiliárias na cidade e a Diogo Noronha cabe a gestão daquelas que serão destinadas à restauração, em diversos formatos e estilos, consoante as características de cada uma.


Sobre o novo espaço, Diogo Noronha disse ao Mesa Marcada que “é um restaurante inspirado, inclusive na decoração, nos que existiam em Lisboa em finais do século XIX e início do XX, muitos dos quais eram chamados de Casas de Pasto, daí o nome”. A parte “tecnológica” também recua a esses tempos, com muita cozinha de tacho e um forno a carvão, de onde, por exemplo, sairá um prato de cabrito, ou grelha, com peixes e polvo na brasa, noutros exemplos. Ou, ainda inspirado no mesmo período, um carro de sobremesas.


“Não se trata de um cozinha de petiscos, embora também haja opções dessas, e é claro que também uso técnicas actuais para cozinhar, mas sim de um conceito diferenciador, a preços acessíveis, onde se aposta numa cozinha de época e em recriar a atmosfera desse tempo”, sublinha Diogo Noronha, que tem já outros projectos em mente. Para já, vamos ver como este corre. A Casa de Pasto, com cerca de 60 lugares, abre para almoços e jantares e fecha ao domingo.


Posts relacionados

 . Diogo Noronha sai do Pedro e o Lobo

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:01


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Zé do Petisco a 18.12.2013 às 22:58

"só espero que não enverede pela petiscaria..para as quais já não há pachorra"

Mais uma mente criativa perdida nos meandros da tradição.
Imagem de perfil

De Duarte Calvão a 18.12.2013 às 23:02

Mais um comentário sem nexo. O próprio Diogo Noronha diz que "não se trata de uma cozinha de petiscos".

Comentar post



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Dezembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Comentários recentes

  • João Gonçalves

    "E, é claro, o Varanda do Ritz Four Seasons, de Li...

  • Duartecalf

    Se no ano passado íamos duplicar e não duplicámos,...

  • Miguel Pires

    Seria de bom tom, a alguém que tem uma opinião tão...

  • Miguel Pires

    Podemos sempre especular o que quisermos, como, po...

  • Anónimo

    Miguel,Neste momento já foram recebidos os convite...