Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




photo.JPG

Depois de O Talho é a vez do chef Kiko Martins se dedicar ao peixe, versão cevicheria. E, tal como o Talho não é um apenas um restaurante de carne, também este seu novo espaço, no Príncipe Real, em Lisboa, não é uma cevicheria clássica, nem o centro de gravidade assenta apenas em torno do Peru.  

De facto, Kiko Martins convoca para a mesa sabores de outros países da América latina e do sul, bem como de Portugal (aqui mais ao nível do produto). Empanadas, três tipos de ceviche e número idêntico de causas, "quinotos" (quinoa cozinhada como um risoto) e um taco de tártaro do Talho, são algumas das propostas da carta, cujos valores oscilam entre os 5.30€ e os 13.60€. Por sua vez o preço médio andará nos 20€/30€, se não se abusar do pisco sour, e o menu de degustação de 6 pratos está fixado nos 35€.

 

Ao todo, o espaço, muito bem decorado, onde sobressai um gigante polvo pendurado no teto, não terá mais de 27 lugares, entre mesas e balcão, e estará aberto o dia inteiro, sem reservas.

 

Kiko Martins contou-nos, num destes dias de soft-opening, que espera ter tudo afinado dentro de um mês, o tempo que julga ser necessário para que haja o entrosamento da equipa com o conceito e com o espaço. Contudo, ele sabe que a partir do momento em que abrir portas, este Sábado, ao fim da tarde, terá uma avalanche de clientes ávidos de conhecerem a novidade, tal como se passou quando abriu o Talho.

 

Contactos: Rua D. Pedro V, 129 - Lisboa; Tel: 21 803 8815 (não aceita reservas)

 

 

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:04


3 comentários

Sem imagem de perfil

De teixeira a 02.05.2015 às 17:44

Tinha, ou tenho, interesse em conhecer a casa sob comento. Todavia, mercê de informação colhida por telefone, em 01.05.15, me foi repassado que não há disponível o ceviche de robalo. No momento, são de pampo . Ou poderão ser de corvina. Confesso não ser autoridade em peixe, a ponto de desqualificar as espécies escolhidas. Contudo, tenho para mim que robalo, garoupa, imperador, linguado, só para citar, estariam um degrau acima no ranking da qualidade dos em uso, inclusive nos preços praticados no varejo. Fica a observação e a confirmação de que para comer ceviche de pampo , prefiro me abster. Não existiriam, segundo o que me foi repassado, três tipos de ceviche . Apenas um!
Imagem de perfil

De Miguel Pires a 05.05.2015 às 13:08

Caro Teixeira

na minha opinião seria um desperdício utilizar um peixe de sabor e textura delicada como o robalo no ceviche. Toda a sua subtileza se perderia entre a acidez do preparo. O peixe normalmente utilizado neste prato peruano (popular igualmente em outros países da América Latina, como o Chile, por exemplo)é de facto a corvina. Contudo, o pampo é um peixe que me parece bem adequado porque tem uma textura firme e um sabor que não se apaga.

Este peixe é muitas vezes menorizado, vá-se lá saber porquê. No fim de semana jantei na Cevicheria e deliciei-me com o Quinoto do mar (quinoa cozinhada como um risoto), o meu prato favorito do restaurante e do qual fazia parte um belo naco de pampo.
Sem imagem de perfil

De teixeira a 05.05.2015 às 19:37

Lembro, mas devo estar errado, que houve uma manifestação para propagandear a casa de que haveria um ceviche de robalo. Porém, Miguel, você reconhece que o pampo é, justo ou injustamente, menorizado. De qualquer maneira, metaforicamente, ou parvoíces à parte, não sei porque um robalo se perderia na acidez. Só se houvesse exagero nos temperos. Um mulher bonita fica ainda mais bonita com um excelente perfume, na dose certa, ou discordas? Abraços.

Comentar post



PUB


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

PUB


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Dezembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Comentários recentes

  • Paulina Mata

    Tenho pena mas não vou poder ir. O ano passado val...

  • Duarte Calvão

    Julgo que sim. No final do post há um link que rem...

  • João Almeida

    Duarte,E quem pode participar? Porque é que é só p...

  • João Gonçalves

    Muito interessante. Reconheço que me sinto ignoran...

  • Anónimo

    Só para esclarecer que este comentário é meu. Artu...