Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Em Londres, na Taberna do Mercado de Nuno Mendes

por Miguel Pires, em 31.05.15

FullSizeRender.jpg

Como tem sido hábito, nos últimos anos, por alturas da cerimónia do The World's 50 Best Restaurants (que desta vez se realiza a 1 de Junho), cheguei uns dias mais cedo a Londres para conhecer o que de novo (e menos novo) há na cidade.

 

 

Este ano, uma das novidades está relacionada com Portugal. Refiro-me ao novo restaurante de Nuno Mendes, Taberna do Mercado, aberto recentemente no Spitalfields Market, em Shoreditch (na zona Leste de Londres). Nuno Mendes saiu de Portugal muito cedo e nunca chegou a trabalhar no país. Por isso, tendo vivido em diversas partes do mundo, era natural que ao longo dos seus vários projectos (Bacchus, The Loft, Viajante, Corner Room e Chiltern Firehouse -  onde ainda se mantém) a sua cozinha reflectisse todo o seu percurso, no qual a sua costela portuguesa era apenas uma parte das influências.

 

Contudo, nos últimos anos, o chef português começou a aproximar-se mais das suas raízes lusas e procurava, já há algum tempo, um espaço para abrir um restaurante português informal, uma oportunidade que surgiu agora - e com sucesso instantâneo, aver pelas filas à porta, pelo menos, aos fins de semana. 

 FullSizeRender.jpg_2

Pode parecer estranho voar de Lisboa para Londres e ter a primeira refeição num restaurante com mesas de madeira e tampos de mármore de Estremoz, pratos Vista Alegre, vinhos portugueses, Água das Pedras e imperial Super Bock. Contudo, todas as experiências que tive anteriormente em restaurantes de Nuno Mendes me surpreenderam, pelo que estava expectante em conhecer o seu novo projecto, que conta com vários colaboradores portugueses que já tinham trabalhado com ele, entre eles António Galapito, o jovem chefe executivo do restaurante, que vem desde os tempos do Bacchus. 

 

A experiência na Taberna do Mercado não poderia ter corrido melhor. Experimentei 6 dos 8 (pequenos) pratos, 2 dos 3 snacks, uma das conservas feitas na casa e 3 das 4 sobremesas. Com excepção do espadarte algarvio e da tigelada (sobremesa), que não me convenceram, as restantes propostas variaram entre o muito bom e o francamente bom. Se não vejamos...

 

IMG_6726.JPG

Óptimos, os rissóis de camarão: de massa ligeiramente crocante, bem fritos e recheio de sabor assertivo - tal como no arroz caldoso de polvo (na última imagem). Adorei os "runner bean fritters", uns peixinhos da horta a  remeter para o Japão  - tanto na polme como na ideia de os acompanhar com um caldo, neste caso um original caldo à bulhão. Muito boa, a conserva de cavala feita na casa, acompanhada de um saboroso sofrito e de uns pickles igualmente caseiros, a dar um "kick" ao conjunto. 

FullSizeRender-1.jpg

Incrível e original o prato de endívias com lâminas de pêra, amêndoas e uma surpreendente massa de pimentão, com um toque fumado. Quase um kimchi à portuguesa

IMG_6725.JPG

Migas com espargos, funcho e alho selvagem. Migas gulosas e azeitadas, mas nada enjoativas, até porque os vegetais, apenas ligeiramente cozinhados, davam a crocância e o corte necessário ao conjunto. Ao lado, o espadarte algarvio, que me pareceu um pouco insípido, e, abaixo, dois dos melhores pratos do almoço: choco com pezinhos de coentrada, uma óptima ligação ainda para mais cozinhada de forma sublime. Os pezinhos... ui, de estalo! E o que dizer do tártaro de porco bísaro? imaginem uma carne de primeira ligeiramente braseada, com pedaços crus e outros "caramelizados", tudo sob o escrutínio de um elegante caldo do cozido... será preciso acrescentar alguma coisa? 

IMG_6727.JPG

Passei a minha infância e parte da adolescência a comer pão-de-ló molhado. Contudo, como este, devo ter saboreado poucos - gostei do tempero com um fio de azeite e flor de sal. O Abade de Priscos (foto abaixo) foi outra aposta ganha. Porção pequena - para não matar os "bifes" com overdoses de ovos e açucar - a banhos numa calda ligeira de vinho do porto e canela. O António Galapito falou-me que num destes dias fizeram umas bolas de berlim, cujo recheio era de creme das aparas do abade de priscos, a que juntavam um pouco de presunto. Fazem entregas em Lisboa? 

IMG_6680.JPG

A Taberna do Mercado honra e acrescenta valor à cozinha portuguesa. É fiel aos seus princípios, sem se fechar nela. É urbana, zero pretensiosa e diferente -  com a marca de Nuno Mendes, claro. É, sem dúvida, um lugar com bom gosto, ambiente descontraído e informal, e, nesse sentido, é um belo cartão de visita de um Portugal de hoje. Não me importava (mesmo) nada de ter uma réplica em  Lisboa. 

 

Contactos: Taberna do Mercado: Old Spitalfields Market, 107B Commercial St, London E1 6BG; Almoço:  12h - 14.30h; 18h-21.30h. Entre as 15h/18h servem apenas bebidas, enchidos, queijos e snacks frios. Aos domingos o almoço prolonga-se até às 17h. Em breve estará igualmente aberto a partir das 8h com pequeno almoço português ; reservas apenas ao almoço ( lunch@tabernamercado.co.uk).

 

 

Mesa Marcada em Londres com o apoio da TAP

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:33


3 comentários

Sem imagem de perfil

De virgilio costa a 03.06.2015 às 14:05

Caro Miguel,

A Bloomberg não é conhecida pela critica gastronómica, mas é sempre interessante ver que o tema desta taberna interessa a outro tipo de imprensa.

http://www.bloomberg.com/news/articles/2015-06-03/portuguese-food-is-about-to-take-london-courtesy-of-chiltern-firehouse-chef

vc
Sem imagem de perfil

De Quem mente a 11.07.2015 às 09:57

Pois,pois....
http://www.thetimes.co.uk/tto/magazine/article4483113.ece.

Comentar post



Pub


Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Pub




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Comentários recentes





Calendário

Maio 2015

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31