Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Eleven-Rio_foto-Rodrigo-Azevedo_20150723_432.jpg

 

O Eleven Rio, filial do restaurante com o mesmo nome, em Lisboa, é uma das novidades do Guia Michelin Rio de Janeiro & São Paulo 2016, divulgado há poucas horas no Brasil. Na verdade, as novidades não abundam. O restaurante do chef Joachim Koerper (na foto de cima, ao meio) foi o único nova estrela entre cariocas, o que acabou por compensar a perda do Oro, que, curiosamente, funcionava no espaço onde agora é o Eleven.

 

 

Enquanto isso em São Paulo, apenas três lugares entraram no clube dos estrelados (de onde saiu o óptimo Épice, que encerrou por desavenças entre sócios). Foram eles: o Tête-à-Tête, o japonês Kan Suke e o Esquina Mocotó. Este último foi a grande surpresa. Não pela comida, que todos reconhecem ser óptima e inventiva, mas sim, pela simplicidade do restaurante e pela localização periférica, bem longe do elitista bairro dos Jardins.

 

“Foi realmente uma surpresa, não imaginava que um lugar com o nosso modelo de cozinha, que serve o que servimos num ambiente como o nosso e com o nosso tipo de serviço tivesse os requisitos para ganhar a estrela”, referiu o chef Rodrigo Oliveira ao jornal Estado de São Paulo.

 

IMG_9544.JPG

IMG_9550.JPG 

Ao atribuir a estrela ao Esquina Mocotó (onde estive no primeiro dia de abertura oficial - fotos de cima ), o Guia Michelin aproxima-se do modelo nova-iorquino, que vem premiando lugares informais como o Spotted Pig ou o Uncle Boons. O curioso é que quem avalia as duas principais cidades brasileiras são os mesmos inspectores que avaliam Portugal e Espanha. Porém, aqui, por terras ibéricas, parece que tal distinção apenas está reservada a lugares de luxo ou próximo disso.

 

Tendo em conta este critério é bem provável que no próximo ano saia a comenda à Casa do Porco Bar, de Jeferson Rueda, um dos projectos mais interessantes que surgiram nos últimos tempos em São Paulo. Curiosamente, o Áttimo, de onde saiu Rueda, manteve a estrela, mostrando mais uma vez que a mudança de chefe num restaurante não é razão, por si só, para a perda da mesma.

 

De resto, é de destacar que o D.O.M. de Alex Atala continua a ser o único restaurante a ter duas estrelas no guia vermelho, que, para não fugir à regra, não concede o galardão máximo (as 3 estrelas) a nenhum estabelecimento.

 

image1.jpeg

No que diz respeito a reacções tem sido interessante acompanhar nas redes sociais as afirmações dos chefes, bem como de outros intervenientes no meio. Por exemplo, a nossa conhecida Alexandra Forbes foi bem contundente na sua apreciação: “Primeiras impressões do #guiamichelin2016 - de novo nesta 2a edição estrelados que não merecem estrelas. Bib Gourmands mal escolhidos. E se vai dar estrela pro #Kan (justo, em se tratando de Brasil) tem que dar para o #ShinZushi também. Pelo menos estrelaram pela 1a vez um que merece muito: Esquina Mocotó. #maisdomesmo #guiamichelinbrasil”.

 

Voltando ao inicio, ao Eleven Rio, em Dezembro, quando visitei o restaurante, pressenti que Joachim Koerper poderia entrar por uma porta grande no guia, o que veio mesmo acontecer. É verdade que o panorama no Rio não é propriamente muito elevado e, por isso, o seu restaurante acaba por sobressair. Porém, que não se lhe retire o mérito, até porque a qualidade me pareceu estar ao nível do trabalho realizado em Portugal. 

 image4.jpeg

Na altura escrevi no Instagram: "Uma das coisas que gostei no #ElevenRio é que procura buscar elementos de ligação ao restaurante de Lisboa sem o imitar. A cozinha é sem dúvida a clássica contemporânea que Joachim Koerper nos habituou no seu 1 estrela Michelin português. Porém, o chef alemão mais luso-hispano-brasileiro do planeta incorpora elementos locais com um grande sentido de oportunidade como acontece nesta proposta de lulas, polenta com tinta de choco e farofa. Intensidade e elegância, são duas características deste prato nem sempre fáceis de alcançar. #MiguelPiresemRJ #RiodeJaneiro".

 

image3.jpeg

"Cavaquinha, endívia caramelizada, puré de cenoura e caldo do crustáceo um dos pratos do bem interessante menu do Eleven Rio."

  

Confira abaixo (da lista retirada do Estadão) todos os premiados:

2* Estrelas

 

. São Paulo:

D.O.M. (Alex Atala)

 

1* Estrela

 

São Paulo:

 

Attimo (Francisco Pinheiro)

Dalva e Dito (Alex Atala, Luiz Gustavo Galvão)

Esquina Mocotó (Rodrigo Oliveira) 

Fasano (Luca Gozzani)

Huto (Fábio Honda)

Jun Sakamoto (Jun Sakamoto)

Kan Suke (Egashira Keisuke ) - estreia no guia

Kinoshita (Tsuyoshi Murakami)

Kosushi (George Koshoji)

Maní (Helena Rizzo, Daniel Redondo)

Tête-à-Tête (Gabriel Matteuzzi) - estreia no guia

Tuju (Ivan Ralston)

 

Rio de Janeiro

Eleven Rio (Joachim Koerper) - estreia no guia

Lasai (Rafael Costa e Silva)

Le Pré Catelan (Roland Villard)

Mee (Kazuo Harada)

Roberta Sudbrack (Roberta Sudbrack)

Olympe (Claude Troisgros, Thomas Troisgros)

 

Bib Gourmand: 

 

São Paulo

Antonietta Empório

Arturito

Le Bife - estreia no guia

Bona - estreia no guia

Brasserie Vitória

Casa Santo Antônio

Ecully

Jiquitaia

Manioca - estreia no guia

Marcel

Mimo

Miya

Mocotó

Petí Gastronomia - estreia no guia

Sal Gastronomia

Tartar & Co

Tian

Tordesilhas - estreia no guia

Zena Caffè

 

Rio de Janeiro

Anna - estreia no guia

Artigiano

Entretapas - estreia no guia

Gurumê - estreia no guia

Lima Restobar

Miam Miam

Oui Oui

Pomodorino

 

Restô

Riso Bistro - estreia no guia

 

 

 

 

 

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:23


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Artur Hermenegildo a 05.05.2016 às 11:14

Achei interessante teres colocado a referência aos Bib Gourmand.

Poderiam talvez fazer o mesmo quando comentam o Guia de Portugal, seria útil.

Comentar post



Pub


Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Pub




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Comentários recentes





Calendário

Abril 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930