Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




George Mendes at Lupulo_Photo Brad Willits for NYT

Partilham o mesmo sobrenome e raízes portuguesas. George nasceu nos Estados Unidos e Nuno em Lisboa. Ambos passaram por restaurantes famosos em Espanha e nos Estados Unidos e afirmaram-se enquanto chefes em duas das cidades mais competitivas do mundo: Nova Iorque e Londres. 
 
 
Contudo, a razão de aparecerem juntos neste post não se prende com as coincidências mencionadas, mas sim com uma outra: ambos abriram ou estão prestes a abrir restaurantes de cozinha portuguesa em registo informal. 
 
O Lúpulo de George Mendes inaugurou há poucos dias, em Nova Iorque, não muito longe do Aldea, o seu restaurante fine dining com uma estrela Michelin. Ao contrário deste último, em que optou por uma cozinha  ibérica mais abrangente, Mendes assume agora de forma bem patente as raízes lusas dos seus pais.

Lupulo_George Mendes.jpg

Aqui, a sua cozinha tem um aspecto mais rústico e simples e o conceito parece ser um misto entre cervejaria e tasca num ambiente cuidado, com a decoração a remeter naturalmente para terras lusas, onde se destaca uma parede de azulejos em tons de azul. O menu (escrito em português com tradução para inglês em letra menor) inclui petiscos, como rissóis de camarão e bolinhos de bacalhau, ou pratos, como açorda de camarão, sardinhas assadas e bacalhau à Gomes de Sá. Nas carnes, há desde chanfana de cabrito, aos assados no carvão, como o frango piri-piri (o nosso frango assado) ou o bife maturado grelhado. 
 

Taberna Mercado_Nuno Mendes.jpg

Nuno Mendes, não abandona o Chiltern Firehouse, mas regressa a East London, a vibrante zona leste da capital inglesa que ajudou a colocar no mapa gastronómico da cidade. Não se trata ainda da muito esperada reabertura do Viajante, mas sim de um modelo também mais simples, que, a ver pelo nome, Taberna do Mercado, será igualmente de raiz portuguesa e informal. O restaurante de 40 lugares (sem reservas), situado em Shoreditch, no Old Spitafields Market, abre dia 4 de Maio em regime de soft opening e o menu não foi ainda revelado. Porém, conhecendo a cozinha de Nuno Mendes - que conta neste local, pelo menos, com outros dois cozinheiros portugueses, António Galapito e André Coimbra - não o espero a fazer rissóis ou pastéis de bacalhau. Quer dizer, pelo menos não da forma tradicional como os conhecemos. 
 
Além de George e Nuno Mendes, tudo aponta que a curto/médio prazo outros dois portugueses possam abrir também em Nova Iorque e em Londres. Refiro-me a Frederico Ribeiro e Leonardo Carreira. 
 
Frederico Ribeiro, que passou recentemente por Lisboa, abandonou em Abril o Per Se em Nova Iorque, onde estava há 4 anos e era actualmente sub chef, para procurar um espaço para o seu próprio restaurante na cidade. Em linha com  os pratos que apresentou recentemente num dos jantares do Sangue Na Guelra, onde deixou excelentes impressões, tudo indica que a sua proposta andará à volta das experiências que vem desenvolvendo em torno da cozinha portuguesa.
 
Também já algum tempo à procura de espaço, neste caso em Londres, está Leandro Carreira. O ex-braço direito de Nuno Mendes no Viajante tem feito alguns pop up na cidade inglesa, com uma ou outra passagem por Lisboa, e espera encontrar um local, também na zona leste da capital inglesa, que se adeqúe à sua ideia de restaurante e de cozinha mais alternativa - cuja identidade portuguesa será provavelmente mais subtil do que os exemplos mencionados atrás. 
 
Tomara que estes projectos (bem como outros) resultem, não só pelo lado simbólico de afirmação lusa, em duas cidades tão importantes, mas, igualmente, quer pela imagem mais actualizada que deixam do país, quer pelas portas que se podem continuar a abrir à cozinha, aos produtos e a profissionais portugueses. Com frango assado chique em Nova Iorque, ou chicken skin piri-piri em Londres... go Mendes & cia
 
 
Imagens: (em cima) George Mendes e o seu chefe de cozinha Brad Willits, por Karsten Moran para o NYT; (no meio) pratos e especto geral do Lupulo - foto retirada do Instagram do restaurante); (em baixo) Nuno Mendes (à direita) com a equipa - foto retirada do Instagram de António Galapito.
 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:52


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Nuno Monge a 29.04.2015 às 10:23

O Nuno Mendes irá também contar com mais dois compatriotas, a Filipa Gonçalves (a minha fantástica irmã) e o Bruno Caseiro :).
Imagem de perfil

De Só entre nós a 29.04.2015 às 20:36

Ótimas notícias para a gastronomia portuguesa.

Comentar post



PUB


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

PUB


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Abril 2015

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930

Comentários recentes

  • Paulina Mata

    Tenho pena mas não vou poder ir. O ano passado val...

  • Duarte Calvão

    Julgo que sim. No final do post há um link que rem...

  • João Almeida

    Duarte,E quem pode participar? Porque é que é só p...

  • João Gonçalves

    Muito interessante. Reconheço que me sinto ignoran...

  • Anónimo

    Só para esclarecer que este comentário é meu. Artu...