Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Lisboa movimenta-se

por Miguel Pires, em 04.06.14

photo 1.JPG
É provável que já tenham reparado que nos últimos meses apareceram em Lisboa alguns "restaurantes" sobre rodas, numa aproximação, ainda que tímida, ao conceito dos food trucks de que muito se fala (e faz sucesso) nos Estados Unidos - com direito até a um filme: o "Chef", de Jon Favreau, estreado recentemente por cá. Confesso, pelo que espreitei, que ainda não vi nada ainda de muito excitante made in Portugal. Contudo, ontem, quando vinha da apresentação do pop up que a Bulldog gin fez com a Schweppes no espaço Embaixada, no Príncipe Real (fica até final de Junho e é mais um lugar para os apreciadores de gin tónic com direito a esplanada, petiscos e uma sala interactiva com algumas acções engraçadas) chamou-me à atenção duas pequenas lambretas estacionadas à entrada do Jardim Botânico, na Rua da Escola Politécnica.

 

Na verdade o que me chamou à atenção foi mesmo foi o anúncio de que se vendia cerveja artesanal. Este movimento interessa-me bastante e - tal como o dos food trucks - começa a ganhar expressão também por cá. Até aqui a produção artesanal de cerveja estava toda (ou quase toda) concentrada de Coimbra para cima, como acontece com os casos da Maldita, Praxis, Letra ou Sovina - este último, é aquele que me parece ser o projecto mais maduro, com maior expressão e qualidade. A sul só conhecia a do meu amigo (e escritor) Afonso Cruz, que entre livros e ilustrações faz de vez em quando umas cervejas em casa - isto quando as leveduras não resolvem fazer greve ou reacções estranhas ao clima alentejano. Mas desta vez é mesmo uma cerveja feita em Lisboa, na Calçada de Santana, e a que foi dado o nome de Sant'Ana LX Brewery (assim mesmo, em inglês, como o Duarte Calvão gosta - ainda por cima próximo do seu habitat :).   

photo 2.JPG

O Lisboa on Wheels é um dos parceiros de venda desta cerveja e tem (ou pelo menos tinha ontem) neste espaço algumas das suas referências: uma Porter (escura) uma APA (American Pale Ale), uma IPA (India Pale Ale - o meu estilo preferido) - todas em garrafa - e ainda uma "blonde" à pressão. Provei a blonde e gostei mas achei mesmo mais interessante o amargor refrescante da IPA.

 

Para além destas cervejas artesanais o Lisboa on Wheels, que tem à frente o casal o Hugo e Vera (na foto), vende apenas mais 3 ou 4 produtos: o pastel de nata da Biarritz (que ficou em 2º lugar no concurso do melhor Pastel de Nata de Lisboa 2014), umas empadas, café, água e pouco mais. É pouco? é, mas é um bom começo e original (sobretudo na parte das cervejas). As peculiares lamberetas têm ainda a companhia, no projecto, de uma pão de forma (a popular carrinha da VW dos anos 60). Como todos os veículos são móveis, eles andam aí, em "Lugares selectos", como se diz em linguagem comercial. Bom, pelo menos, para já, estão à entrada do Jardim Botânico de 3F a Domingo das 10h às 18h. 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:08


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Creative Swwet a 13.06.2014 às 15:22

Acho o conceito de "street food" sobre rodas top! Se os clientes não vão a nós, vamos nós a eles... :)

Comentar post



Pub


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

PUB


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mesa Marcada - Os 12 Pratos do Trimestre


Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Junho 2014

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

Comentários recentes

  • Alexandre Silva

    O que está a dar, é o que não está a dar! Fico esp...

  • Jorge Guitian

    Uno más para la agenda de la próxima visita a Lisb...

  • Joao Fernandes

    Eu trabalho com mangalitza na Hungria, neste caso ...

  • João Faria

    Há uns tempos deparei-me com uma imagem do marmore...

  • Bruno

    Interessante - moro em Londres e não conhecia o Ta...