Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

José Avillez é o grande vencedor da edição dos prémios, "Mesa Marcada - 10 Restaurantes e 10 Chefes Preferidos de 2013, que acabou de ser revelada há momentos numa cerimónia que decorreu em Lisboa, no Vestigius - Wine Bar. Ao classificar-se em primeiro lugar, tanto na lista de chefes como na de restaurantes (com o Belcanto), O chefe português repete o feito alcançado em 2012. Mas nesta 5ª edição, que foi a mais concorrida de sempre em termos de votação (foram 79 pessoas a responder ao nosso convite, de chefes a outros profissionais da restauração, de autores e jornalistas de gastronomia a gastrónomos conhecidos no meio), foi atribuido ainda o Prémio Destaque ao chefe Vítor Claro pelo 5º lugar alcançado, quer entre os chefes, quer entre os restaurantes (com o seu restaurante Claro!), o que em ambos os casos representou uma subida de cinco lugares.

 

Os vencedores de 2013, Vítor Claro, Prémio destaque, e José Avillez, 1º lugar em restaurantes e chefes, com Miguel Pires do Mesa Marcada (à esquerda), Carlos Lucas da Idealdrinks (o patrocinador principal da cerimónia), Esmeralda Fetahu, do Vestigius - Winebar e Duarte Calvão do Mesa Marcada (à direita). (Foto: Paulo Barata)

 

Na lista dos restaurantes não há alterações no pódio, mas destacam-se ainda o São Gabriel de Leonel Pereira, que entra directamente para o 7º lugar, e o restaurante japonês Tomo de Tomoaki Kanazawa que alcança o Top 10, na 9ª posição. Na lista dos chefes é de realçar: a subida de 3 lugares de Vincent Farges (Fortaleza do Guincho), ficando no 2º lugar, com os mesmos pontos que Dieter Koschina (Vila Joya), mas com mais nomeações; a reentrada de Joachim Koerper do Eleven (subiu 14 lugares) e a chegada, pela primeira vez, ao top 10, do chefe João Rodrigues do Feitoria. 

 

Para finalizar agradecemos a todos os que participaram neste nosso desafio e aproveitamos para felicitar os eleitos

 

As listas completas, bem como o painel do júri que participou na votação podem ser consultados aqui (Chefes), aqui (Restaurantes) e aqui (júri). E para saber as regras da votação acesse aqui

 

 

Posts Relacionados:

A gastronomia em festa

Cerimónia do "Mesa Marcada - Os 10 Restaurantes e Chefes Preferidos de 2013", a 20 de Janeiro, em Lisboa

Idealdrinks na cerimónia do Mesa Marcada

Cerimónia do Mesa Marcada, no Vestigius, à beira rio

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:48


33 comentários

Sem imagem de perfil

De Manuel Santos a 20.01.2014 às 22:08

O Restaurante/chefe Pedro Lemos (Porto) mereciam muito mais, belíssimo Restaurante e fantástico chefe (pratos Top!).
Imagem de perfil

De Mesa Marcada a 21.01.2014 às 18:07

Caro Manuel dos Santos
Tenho uma óptima impressão do Pedro Lemos (enquanto chefe e enquanto restaurante) e continuam-nos a chegar boas referências, como esta sua. De facto o restaurante caiu 6 posições, tento ficado no 18º lugar. Creio que possa ter sido reflexo pelo facto de terem estado um período a meio gás (creio que até chegou a estar fechado) quando o Pedro Lemos assumiu o ambicioso projecto do Clérigos, do qual entretanto se desligou, para assumir de novo, em pleno o seu restaurante original.
Imagem de perfil

De Mesa Marcada a 21.01.2014 às 18:27

faltou assinar o comentário: Miguel Pires
Imagem de perfil

De Artur Hermenegildo a 21.01.2014 às 11:30

Acho uma injustiça a ausência do Ferrugem, mas explicável pela sua localização geográfica.

Infelizmente em Portugal poucas são as pessoas que se deslocam vários qiuilómteros só para ir a um rstaurante específico que não esteja nem numa grande cidade nem num habitual destino turístico, como o Algarve.

O Heston Blumenthal, se vivesse em Portugal, estava lixado se fizesse um restaurante num equivalente português de Bray!
Sem imagem de perfil

De PAULO RODRIGUES a 21.01.2014 às 18:04

Artur.

Acontece o mesmo nos 50 melhores do mundo. Eu jantei 3 vezes no Marc Veyrat en Annecy, na altura com 3*** Michelin e 20 pontos no Gault e Millau ( penso que o único restaurante a conseguir esta pontação ). Foi há uns anos, Marc Veyrat já está reformado. Na altura, quando se começou a falar nos 50 melhores, nem sequer constava da lista.
Para mim, poderia estar no top 5. Mas quem é que ia a Annecy ? Vai haver sempre alguma injustiça neste tipo de votações. Agora essa lista com os 50 melhores da Europa, com votação na net, onde a Casa da Calçada é nº 1 ? Isso sim é uma fraude. Eu até gosto da Casa da Calçada agora melhor da Europa. E as Furnas do Guincho em 11º à frente de restaurantes como Martin Berasategui ou Michel Bras ?
Com todos os defeitos, continuo a preferir o Michelin.
Imagem de perfil

De Artur Hermenegildo a 22.01.2014 às 10:59

Claro que sim, Paulo. Tens toda a razão.

Quando se alarga muito o universo de escolha, necessariamente que as listas saem de uma forma algo distorcida, porque ninguém poderá conhecer todos os restaurantes do mundo para poder conscientemente dizer "estes são os melhores!".

De facto o Michelin será preferível naquesles países que levam realmente a sério - França, Espanha, UK, Itália. Para Portugal é um bocado inútil, acho, por incompleto.

Tal como o Zagat funciona bem para NY, por exemplo.

Para mim a utilidade destas listas é chamar-me a atenção para aquilo que não conheço, sobretudo se vou em viagem.

A lista na net de que falas desconheço, e não me parece que valha a pena conhecer, pelos exemplos que apontas.
Imagem de perfil

De Mesa Marcada a 21.01.2014 às 18:14

Artur, eu continuo a achar um feito o Ferrugem ter ficado no 11º lugar, apesar de ter caído 3 posições. É que aqui não há o efeito das estrelas Michelin, mas apenas a dedicação e o talento da dupla Renato e Dalila Cunha. Se, por um lado, o facto de estarem num meio pequeno os prejudica em termos de visitas, por outro lado, em termos de votação até é capaz de ser uma vantagem. Ou seja: o júri pode até ter querido valorizar esse handicap
Imagem de perfil

De Mesa Marcada a 21.01.2014 às 18:26

faltou assinar o comentário: Miguel Pires
Imagem de perfil

De Artur Hermenegildo a 22.01.2014 às 10:51

Miguel,

O meu comentário não era uma crítica a ninguém e muito menos à lista em si. Se tivesse objecções nao participava na votação.

É apenas a constatação de um facto - sendo muitos votantes gastrónomos amadores e muitos deles de Lisboa, a questão financeira e de disponibilidade de tempo tem necessariamente de pesar. E no caso dos Chefs votantes, imagindo que poucos deles tenham tempo para andar a visitar todos os restaurentes alheios que gostariam.

Nenhum de nós provavelmente pode visitar num ano todos os restaurantes que mereceriam ser visitados para que a lista fosse feita por pessoas que conhecem todas os mesmos restaurantes, que seria a única forma de garantir um maior equilíbrio.

Necessariamente restaurantes ou muito caros ou, como é o Ferrugem, que impliquem deslocação propositada, acabam por estar em relativa desvantagem.

Veja-se a posição na lista por exemplo de um estrelado Michelin do Algarve, o Henrique Leis. Provavelmente só estará nessa posição porque poucos de nós lá foram.

E, é claro, o mediatismo também influi. Eu este ano por exemplo decidi visitar o L'Appart, no Hotel Tiara, e o restaurante do Hotel da Lapa, precisamente por serem restaurantes habitualmente fora dos radares. E não fiquei arrependido, estão perfeitamente ao nível de outros mais mediáticos, mas não sei quantos mais dos votantes lá terão ido.

Fui por exemplo também ao Cimas English Bar, onde não ia há imensos anos, e fui uma agradável surpresa.

Mas em contrapartida não fui ao Vila Joya, nem ao The Ocean, nem ao Pedro Lemos, entre outros, com grande pena minha. Mas não é possível ir a todos.
Sem imagem de perfil

De Antonio Vilasboas a 21.01.2014 às 12:21

Parabéns a todos que pertencem há lista, aos vencedores e aos vencidos.Mas esta votação é ridícula. Como é que é possível ? um restaurante como o do panorama do sheraton, nem sequer está nomeado? que no ano passado esteve em 5º lugar, que nos outros anos esteve no to3 e agora nem está nomeado.Será que foi pela saída do chef leonel? Se foi, è tirarem o mérito á equipa dele pois pelo que eu sei, quem ficou a tomar conta daquilo era um dos subchefes dele, n sei o nome do rapaz mas já lá fui comer e posso dizer que o trabalho continua muito bom. Desculpem-me os donos do blogue, os restantes restaurantes e chefes. Mas quem diz o panorama fala de outros. Não estou aki a defender ninguém mas como cliente de vários restaurantes , peço desculpa o que vou dizer mas isto é uma fraude. Uns são levado ao colo , que num espaço de quase dois anos mudas 3/4 pratos mas só por tem a estrela estão no top. Acredito que há muitos talentos perdidos por ai que não são vistos asério.obrigado pelata atenção mas axo que deviam esses homems que se julgam críticos, que são umas pessoas que apenas escrevem, e felizmente os restaurantes não estão dependentes desses escritores mas sim das pessoas que pagam pa comer, pa ter novas experiencias e para conhecer os trabalhos.
obrigado
Sem imagem de perfil

De José Tomaz de Mello Breyner a 21.01.2014 às 16:40

Os restaurantes e os Chefes não são nomeados. São escolhidos pelos Juris e têm de ser sitios visitados em 2013. Pode ter acontecido que nenhum dos Juris tenha ido ao Panorama em 2013, e pode ter acontecido que um ou 2 tenha ido e até nem tenha gostado.
Sem imagem de perfil

De PAULO RODRIGUES a 21.01.2014 às 16:48

Uma fraude talvez seja um exagero, não ? Quem votou foram 79 pessoas que habitualmente frequentam restaurantes. É certo, como disse o Artur, alguns restaurantes " fora de mão " podem ser prejudicados por este tipo de votação. Talvez a razão para o lugar do Pedro Lemos. Mas, no geral, penso que os lugares cimeiros estão bem atribuídos. Em relação ao Panorama eu não votei porque, tendo em conta a minha experiência pós Leonel Pereira, não fazia parte do meu " top 10 ".

Paulo Rodrigues
Imagem de perfil

De Artur Hermenegildo a 21.01.2014 às 17:05

Por mais voltas que dê, não consigo descortinar em que língua está escrito este comentário. Por vezes parece mesmo Português, mas não tenho a certeza...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.12.2014 às 19:08

É mesmo típico portuguesismo criticar o português alheio. As pessoas limitadas são assim: criticam a forma porque não sabem opinar sobre o conteúdo. Suspiro.. Tantos professores que temos em Portugal. Deve ser por isso que somos um país tão "à frentre".
Sem imagem de perfil

De Francisca Cortes a 21.01.2014 às 17:58

não percebo como é que fazem uma listagem de restaurantes em que misturam conceitos diferentes e depois metem o Paparico - um restaurante de comida tradicional em 16º numa listagem que até aí só tem restaurantes de cozinha de autor, e em 19º o São Gião, e em 20º o Solar dos Presuntos na mesma lista e também eles na linha tradicional... e depois aparece o Cantinho do Avillez em 27º?!?!?!?!?
enfim, rankings, anda tudo virado pra gestão de tudo sem contextualização. é a moda. pior que isto não dignifica em nada e nada diz da comida que é feita nesses restaurantes, todos bons, cada um no seu nicho e com as suas diferentes cozinhas.
Imagem de perfil

De Mesa Marcada a 22.01.2014 às 01:00

Francisca Cortes,

se lhe pedisse que indicasse quais os seus 10 restaurante (ou chefes) preferidos em 2013 e me desse uma lista que incluísse restaurantes contemporâneos, outros tradicionais e até mesmo tascas, pizarias, ou casas de hamburguers eu não acharia anormal, mesmo que não concordasse com a lista. Pela simples razão: porque estaria a convidá-la a indicar-me os seus PREFERIDOS. Foi isso que aconteceu com 79 pessoas que responderam ao desafio. O que é que isto tem de complicado ou que necessite de contextualização? Quanto muito faltou indicar o método de votação, o que acabei de o fazer, como poderá verificar, no final deste post .
Imagem de perfil

De Mesa Marcada a 21.01.2014 às 18:22

Não tenho nada a acrescentar em relação ao comentário de Antonio Vilasboas, além do que já foi dito pelo Artur Hermenegildo, Paulo Rodrigues e José Thomaz .
Imagem de perfil

De Mesa Marcada a 21.01.2014 às 18:26

faltou assinar o comentário: Miguel Pires
Sem imagem de perfil

De Bruno Abrantes a 21.01.2014 às 22:59

Parabéns também ao Delicatum , que fora de mão coloca Braga no mapa!
Imagem de perfil

De Artur Hermenegildo a 22.01.2014 às 10:36

Não conheço o Delicatum e fiquei curioso.

De Braga também está o Arcoense, ao qual fui há muitos anos e é bastante bom dentro do género - comida tradicional minhota.
Sem imagem de perfil

De PAULO RODRIGUES a 22.01.2014 às 12:17

Artur.

O Delicatum é do André Braga da Cruz, que apenas conheço dos fóruns e é também uma falha minha nunca o ter visitado. Duas razões para ir ao Minho. O Ferrugem e o Delicatum !

O Cimas onde há cerca de 2 anos não vou, faz parte de um tipo de restaurantes que, infelizmente, quase desapareceu. Alguns pratos emblemáticos de cozinha nacional e internacional são aí confeccionados de forma excelente. De salientar os pratos de caça.
Imagem de perfil

De Artur Hermenegildo a 23.01.2014 às 10:54

Comi no Cimas uma Favada de Caça divinal.

É um facto, Paulo, que escasseiam infelizmente em Portugal restaurantes que sejam confortáveis e excelentes em fazer pratos canónicos da cozinha internacional e nacional.

Daqueles que quando se pensa "Apetece-me um Tornedó Rossini" ou uma "Feijoada de Lebre" ou uma "Cabidela" ou um "Steak au Poivre" se saiba imediatemente - "para isto, vou ali, que é o melhor".
Sem imagem de perfil

De José Tomaz de Mello Breyner a 22.01.2014 às 11:20

Falta dar os meus parabéns ao Duarte, Miguel, e Rui por manterem esta iniciativa que está a ter cada vez mais sucesso e a dar que falar. Continuem por favor e até para o ano
Imagem de perfil

De Miguel Pires a 22.01.2014 às 12:39

Zé Tomaz, o Rui Falcão já não está ligado ao Mesa Marcada, mas merece o elogio, por ter estado ligado à iniciativa em anos anteriores, de facto.
Sem imagem de perfil

De Antonio Vilasboas a 22.01.2014 às 12:06

Quando fiz o meu comentário, não quis proteger ninguém. Apenas acho que a votação não é credível. Quem foram as pessoas que foram escolhidas para votarem? Chefes, jornalistas e pessoas que se julgam críticos. Ou seja, todos se conhecem uns aos outros , todos são amigos uns dos outros , e no final esquecem-se a parte mais importante. Que é nada mais nada menos, a gastronomia portuguesa, pessoas(chefes e restaurantes) que lutam para fazer um bom trabalho, para outros (clientes)o poderem desfrutarem, terem viagens gastronómicas. Quando me refiro ao restaurante Panorama, é impensável, meus amigos, desculpem me mas é impensável, no ano passado estar em 5º os outros anos estarem 2º, e agora nem sequer fazer parte da lista. Era tão bom e simplesmente desapareceu, e onde consta na lista tascas, e restaurantes tradicionais, não quero mencionar nomes para não faltar ao respeito. Mas sim deveria haver diversas classificações restaurantes: gastronómicos, tradicionais ,tascas por ex. Sei que quando um chefe quando sai de uma casa o nome , o trabalho vai sempre atrás dele, mas temos que ter mais atenção ás pessoas que ficam nos mesmos projetos, Porque sempre ouvi falar por trás de um grande Chefe, Há uma grande EQUIPA. E se o chefe sai, tudo bem muda muita coisa, mas o trabalho mantem-se. E claro que não é igual se não, não havia criatividade. Mas temos que dar mais valor aos novos chefes. Já fui a vários restaurantes, onde os chefes estão a fazer um bom trabalho e ninguém da valor a eles. E por isso que mencionei o caso do panorama, que é o caso mais escandaloso. Aposto que ninguém dos 79 avaliadores foi ao panorama. E pergunto porquê? Será que quando o chefe leonel saiu , lançaram o boato que era só bifes grelhados ? Pois eu como cliente, Eles tem uma opção de grelhados?
Sim mas tem também menu de degustação e uma carta muito criativa, E eu percebo o porque do aparecimento desta sugestão. Meus amigos estamos em CRISE, e se os restaurantes não forem rentabilizados por si próprios, não há quem aguente. Agora continuo a dizer esta votação não é credível. Se nem lá vão como é que os podem tirar da lista. obrigado
Imagem de perfil

De Miguel Pires a 22.01.2014 às 12:54

Há vários métodos para este tipo de iniciativas. Este é o nosso. Não é perfeito mas é transparente. Convidámos mais de 100 pessoas de todo o país a quem reconhecemos valor no meio, quer como intervenientes, quer como consumidores. Responderam cerca de oitenta (o método e a lista estão publicados no site), dos quais há vários que nem sequer conhecemos pessoalmente. Quanto à credibilidade é a sua opinião. A internet é um espaço livre e se há muitos leitores que nos acompanham desde o inicio é porque, se calhar, nos dão alguma credibilidade, nomeadamente no que diz respeito a esta iniciativa que tal como o blogue tem vindo sempre a crescer.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.01.2014 às 13:19

QUALQUER PROFISSIONAL DE COZINHA COMPETENTE SABE O NEGÓCIO QUE É O GUIA MICHELIN!!
DE FACTO NÃO RETIRO MÉRITO AOS COZINHEIROS CITADOS MAS NÃO EXISTE O MELHOR COZINHEIRO, EXISTE SIM COMPETENTES COZINHEIROS.
CUMPRIMENTOS
MC
Sem imagem de perfil

De Michel van der Kroft a 22.01.2014 às 14:03

A very big 'PARABENS' for all the restaurants and chefs in the TOP 10 Mesa Mercada.

Greetings from Holland, Michel van der Kroft

Comentar post


Pág. 1/2



PUB


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Pub


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Janeiro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Comentários recentes

  • Miguel Pires

    Espero que seja o segundo caso. Seria um desperdíc...

  • Miguel Pires

    Sim, podia ter mencionado o Ferrugem, o Mesa de Le...

  • Miguel Pires

    Pois, também não sei. Sempre que fui lá (e fui vár...

  • Miguel Pires

    Não foram os primeiros, nem serão os últimos. Faz ...

  • Ana Dias

    Porque nao mencionou o Ferrugem?O Miguel consegue ...