Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Miguel Castro e Silva sai do Largo

por Duarte Calvão, em 21.06.15

Após cinco anos e meio, Miguel Castro e Silva deixou a chefia de cozinha do Largo, no Chiado. "O restaurante está a trabalhar bem, quer ao almoço quer ao jantar, mas eu preciso de me concentrar nas minhas outras actividades, ter mais tempo para a criatividade e para ver coisas novas", explicou ao Mesa Marcada o chefe portuense, que há cerca de seis anos e meio se radicou em Lisboa. O De Castro Flores, na Praça das Flores, torna-se assim no restaurante onde melhor se poderá ver o trabalho de Castro e Silva, de 54 anos, juntamente com o do chefe residente, Gonçalo Ribeiro.

 

 

Também no restaurante do Mercado da Ribeira houve modificações, mas a nível da gestão, tendo Miguel Castro e Silva assumido sozinho a sociedade, o que, segundo diz, terá reflexos na oferta gastronómica. O Castro Elias, em Lisboa, continua na mesma linha (e muito boa, a julgar por um jantar recente para o qual fui convidado), e o Porto Cruz, em Vila Nova de Gaia, também. "Vou ver se nos próximos dois ou três meses volto à Terra, assento ideias e me concentro na cozinha que quero fazer nos restaurantes e projectos em que estou envolvido", afirma Castro e Silva, que para já não tem previsto nenhum novo restaurante. Quanto ao Largo, está a funcionar com uma solução interina, mas parece que está à procura de chefe.

 

Foto: Lifestyle.sapo

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:12


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Carlos Alexandre a 21.06.2015 às 17:40

Boa notícia.
Antes de mais porque o Miguel pode dedicar-se a outros projetos.
E depois, porque das duas uma: ou não vai há anos à cozinha do Largo, ou estava lá a fazer um péssimo trabalho.
Na realidade este restaurante deixou de o ser há uns dois anos, para passar a ser um local de estar para ser visto, com péssima e deprimente comida no prato.

Mas acredito mais que seja a primeira das hipóteses a considerar.
Porque lembro-me de pratos simples mas memoráveis que já comi no Largo há uns anos, com a mesma inspiração presente no De Castro Flores.
Mas a ser esta a situação, não aprecio a forma como o nome é "mal" vendido num Largo decadente.

Comentar post



Pub


Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Pub




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Comentários recentes

  • Artur Hermenegildo

    Estive no Mesa de Lemos na 4ª feira passada, grand...

  • Adriano

    #offtopicEntão é um artigo, sobre a notícia que es...

  • Duartecalf

    Excelente notícia o regresso de Vincent Farges a P...

  • Anónimo

    Em fez de "amuse bouche", porque nao "entretem de ...

  • João Faria

    Quando o anúncio do guia chegar a Portugal - e acr...





Calendário

Junho 2015

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930