Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




IMG_4163.JPG

Foi um dos posts mais lidos do ano aquele que aqui escrevi a anunciar que Tomoaki Kanazawa deixava o restaurante Tomo aos seus empregados para abrir um pequeno espaço de apenas 8 lugares, com menu (kaiseki) único, marcações apenas através do site e, soube depois, obrigatoriedade de deixar o número de cartão de crédito para que em caso de não comparência seja cobrado uma taxa de cancelamento - uma medida que muitos donos de restaurantes gostariam de tomar para acabar com o flagelo do “no showing". 

 
 
Depois de algum atraso, em Dezembro, o restaurante abriu e, esta semana, tive oportunidade de visitá-lo. No novo Kanazawa, Tomoaki, com o apoio da mulher Kay e da filha Sakura, serve diariamente, como referi, um menu de degustação kaiseki único a apenas 8 clientes, que se sentam ao balcão diante do chef japonês.
 
IMG_4283-1.JPG

atum, robalo e hirado butan (citrino)

IMG_4221-1.JPGlingueirão (envolvido em película de agar agar), sumo fermentado de diospiro no próprio

IMG_4222-1.JPGgamba de Cascais, limequat e azedinha

IMG_4281-1.JPG

garoupa com miso de trigo cozinhado em folha de magnólia

 IMG_4249-1.JPG

os peixes e mariscos do dia para secção de sushi

IMG_4223-1.JPGnigiri de sarrajão braseado

IMG_4224-1.JPGnigiri de carabineiro

 

IMG_4284-1.JPG

nigiri de barriga de atum

IMG_4250.JPG

gunkanmaki de percebes  

IMG_4282-1.JPG

As sobremesas da Kayo: cheesecake com puré de casca de limão; gelado de baunilha com sorbet de goiaba branca, macha e warabi mochi (gomas) 

 

Fiz várias refeições deste género no antigo Tomo. Porém, a parada aqui é outra. Além da exclusividade, a grande diferença está no produto - que ainda é mais top do que era -, na disponibilidade para explicar o que se vai degustar, o tipo de refeição (kaiseki) ou, ainda, códigos de etiqueta - tudo com simpatia e sem rigidez. 
 
Depois há também o suporte em que tudo é servido - das porcelanas à cortiça -, a elegância dos empratamentos, os detalhes, o sake, o macha (chá verde) e, acima de tudo, o ponto certo de tudo o que é servido. Quem lá for espera-lhe vários tipos de fermentações, peixes e mariscos de qualidade irrepreensível e texturas como raramente vi por cá. Só não ganhará uma estrela Michelin se os inspectores do guia forem míopes e não derem com a morada. 
 
Tudo isto tem um preço. Elevado, é verdade (150€, com chá e sake) mas em linha com outros restaurantes de topo. Vejo algumas pessoas indignadas com o preço ou frustradas por não haver uma possibilidade mais económica, como acontecia antes. Porém, há que perceber que este é lugar mesmo muito especial e, que há outros restaurantes de bom nível para refeições mais comuns - do seu antigo restaurante Tomo (de que me disseram estar a funcionar bem - tal como o Bonsai, depois da saída de Ricardo Komori -, ao Tsubaki (com Paulo Morais como consultor), passando pelo belo e bom Go Juu, de uma boa parte da antiga equipa do Aya. Isto só para nomear alguns japoneses e apenas em Lisboa.
 
Contactos: R. Damião de Góis 3, 1400-291 Lisboa. Reservas: Kanazawa.pt ; Aberto todos os dias das 19h às 23h
 
 
Posts Relacionados:
 
 

 

 

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:01


10 comentários

Sem imagem de perfil

De Artur Hermenegildo a 08.01.2016 às 11:41

Completando os restaurantes japoneses de bom nível a preços mais "normais", refiro ainda o Aron Sushi, o Yakuza e o surpreendente Wasabi, em Campo de Ourique, onde um jovem chef português está a fazer um bom trabalho.

E, numa opção absolutamente imbatível em termos de qualidade-preço, o School, o restaurante escola também do Paulo Morais
Sem imagem de perfil

De Carlos Alexandre a 08.01.2016 às 11:57

Pratos muito bonitos. Sim senhor...
Sem imagem de perfil

De O regedor a 08.01.2016 às 16:27

Claro que isto é alto nível e deve ficar logo, claramente, com o título de melhor japonês em Portugal. Assim, ficamos falados em termos de qualidade.

Quanto ao último parágrafo, penso ser possível fazer uma refeição do mesmo nível em Tóquio (cidade mais cara do Japão) por menos de 100€. Talvez, os 150€ sejam efeito não só da qualidade, mas da exclusividade em Portugal e de ter apenas 8 lugares.

Cumprimentos,
Sem imagem de perfil

De Cooks a 08.01.2016 às 23:51

De topo mundial.

Tem 8 lugares. Produto de grande qualidade e caro.
Tem 3 pessoas a trabalhar.

150€ é justo, barato, até.
Sem imagem de perfil

De TEIXEIRA a 09.01.2016 às 14:40

Um casal 300 Euros. Baratíssimo. Não vejo a hora de NÃO ir!
Sem imagem de perfil

De Carlos Alexandre a 10.01.2016 às 15:36

Sim, muito barato.
Como não gosto de explorar mão de obra barata, ao nível do que se faz na índia ou na china, vou optar por não ir lá.
Prefiro os restaurantes de custo justo, onde sinto que não exploro empresários com a corda na garganta.
Se calhar ir a ao Celler Can Roca far-me-á sentir mais comparticipador na contribuição para salários e lucros justos.

O que é chato é a persistência de, exploradores de conjunturas, apostarem na exploração. 16*150=2400 euros diários. Como é tão barato, a casa encherá sempre. Com aproveitadores, claro.




Sem imagem de perfil

De O regedor a 09.01.2016 às 14:44

Um pequeno reparo: quando falei do preço referia-me a um menu de 9/10 pratos como as fotos documentam. Entretanto, disseram-me que o menu são cerca de 20 pratos e aí a "música" é outra...
Sem imagem de perfil

De Rui Rosário a 29.01.2016 às 11:23

Tenho reserva para a próxima semana e perguntei se aceitavam BYOB. Sim... 50€ por garrafa! Será que a garrafeira é aceitável, pelo menos?
Imagem de perfil

De Miguel Pires a 30.01.2016 às 10:16

Caro Rui

Acompanhei o menu com sake e chá verde (faz parte do menu) e não achei necessário qualquer outra bebida. Contudo, a carta de vinhos é aceitável e os preços pareceram-me correctos.
Sem imagem de perfil

De Rui Rosário a 02.02.2016 às 21:44

Obrigado Miguel!

Comentar post



Pub


Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Pub




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Comentários recentes

  • Artur Hermenegildo

    Estive no Mesa de Lemos na 4ª feira passada, grand...

  • Adriano

    #offtopicEntão é um artigo, sobre a notícia que es...

  • Duartecalf

    Excelente notícia o regresso de Vincent Farges a P...

  • Anónimo

    Em fez de "amuse bouche", porque nao "entretem de ...

  • João Faria

    Quando o anúncio do guia chegar a Portugal - e acr...





Calendário

Janeiro 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31