Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Notas soltas

por Duarte Calvão, em 05.06.14

Hoje janto com um pé atrás…Aqui está um jantar que recomendo com prudência, porque eu próprio não sou grande entusiasta destas partes “menos nobres” ou miudezas (talvez “offal”, como vem descrito, soe melhor para algumas pessoas…), mas a verdade é que lá estarei esta noite no Midori, na Quinta da Penha Longa (Sintra), sobretudo porque me habituei a apreciar coisas que normalmente não gosto quando feitas por bons chefes e Pedro Almeida está nesse nível. E também admiro a originalidade e o gosto pelo risco que demonstra. O menu fica em 59 euros (sem bebidas) e consta de tiradito de tamboril com os seus restos e citrinos, nigiri de língua de vaca com tomate e alecrim, tataki de coração com umeshu, kinuta de bexiga de bacalhau, língua e outros sabores a mar; yakitori de tendão com maçã e azeitona; tempura de patas de frango com milho (na foto, de divulgação), gyoza de caril de cristas de galo, linguado com rim e teriyaki, crocante de pele e suriyaki de cascas; caroço e casca de banana com pimenta sancho. Adivinho que vou gostar mais do “offal” de peixe do que o de carne, mas vamos deixar acontecer.

 

 

Coitados dos concorrentes a Master Chef…Este já aconteceu, foi ao almoço e recomendo sem hesitações. Mas devo dizer que fiquei com pena dos concorrentes do Master Chef (programa da TVI) que num dos episódios, que não tive oportunidade de ver, tiveram que reproduzir estes pratos do chefe Pascal Meynard, do Ritz Four Seasons Lisboa: cocotte de lavagante com legumes da estação e trufa preta, lombo de vitela rôti com sementes de abóbora, batata recheada com alho francês e trufas negras e taça de caramelo e café, gelado de chocolate, tartelette de “capuccino”. Mesmo para profissionais não deve ser fácil, quanto mais para amadores…Único senão, as trufas pretas, que na época das gravações estavam no auge e agora devem ser congeladas. Quem quiser provar o menu Master Chef, por 65 euros, tem até dia 18 de Junho, e ainda leva de graça o espectáculo dos jacarandás em flor na Rua Castilho, mesmo em frente a este esplêndido hotel.

 

 

Ricardo Costa sem mãos a medir. Não se pode ir a todas e por isso tenho pena de não estar “À Mesa com os Chefes” esta noite no The Yeatman, em Vila Nova de Gaia, jantar com que se inicia a etapa da Rota das Estrelas deste excelente hotel e restaurante nortenho. Fica em 95 euros, com vinhos incluídos, com o anfitrião Ricardo Costa a receber quatro outros estrelados: Michel van der Kroft (T Nonnetje, Harderwijk, Holanda), Miguel Vieira (Costes, Budapeste), José António Campoviejo (Corrral del Indianu, Astúrias) e Jordi Esteve (Nectaria, Barcelona). Amanhã, o programa prossegue com uma “Festa na Cozinha” (ou “Kitchen Party”, para quem não fala português), onde vai ser difícil caberem tantos chefes: Ricardo Costa, Michel Van der Kroft, Miguel Vieira, Benoît Sinthon (Il Gallo D’Oro, Funchal), Marlene Vieira (Avenue, Lisboa), Henrique Sá Pessoa (Alma, Lisboa), Paulo Morais (Umai, Lisboa), Rui Costa (Marbela, Esposende) e Miguel Gameiro (Lisboa). Fica em 110 euros, com vinhos. Grande final, na noite de sábado, com Ricardo Costa, Dieter Koschina (Vila Joya, Albufeira), Erlantz Gorostiza (duas estrelas no MB, em Tenerife) e o célebre Juan Amador, chefe alemão de origem espanhola que conquistou três estrelas Michelin no seu Amador, na Alemanha. Fica em 200 euros por pessoa, com vinhos. E parece que Juan Amador virá também a Lisboa no domingo, para cozinhar na Tartar-ia, restaurante do Vila Joya no sensacional e recentemente renovado Mercado da Ribeira. A ver vamos.

 

 

O Marquês de Pombal é que sabia. Sou consumidor dos vinhos da Quinta do Gradil (Cadaval) que a bons preços apresentam belos brancos como o Viosinho e sobretudo o Verdelho, este último óptimo no tempo quente, com a sua acidez elevada e pouco álcool (11,5%), a acompanhar, por exemplo, peixes como sardinhas e cavalas. Por isso, vou estar atento à nova gama Castelo do Sulco, que, sempre pela mão do enólogo António Ventura, está direccionado para um consumo mais quotidiano e descontraído. Há um branco (Arinto e Moscatel-graúdo) e um rosé (Touriga Nacional, Syrah e Tinta Roriz), ambos de 2013, e um tinto 2012 (Touriga Nacional, Aragonez e Castelão), todos a preços que, segundo o produtor, deverão variar entre os 3 e os 3.5 euros. Por mais um euro, há o Tinto Reserva 2012 (Touriga Nacional, Syrah e Tinta Roriz), com três meses de estágio em barricas de carvalho. Nada como experimentar, porque a Quinta do Gradil tem fama de produzir bons vinhos desde o século XV e terá pertencido ao Marquês de Pombal, homem que reconhecidamente sabia da coisa.

 

 

E a Alexandra Prado Coelho é que sabe. A nossa amiga e superjornalista Alexandra Prado Coelho poupou-me ao trabalho de descrever o jantar Mesa Marcada que decorreu no Belcanto na segunda-feira passada, porque ele está impecavelmente bem relatado, como sempre, aqui, no seu Mais Olhos Que Barriga. Devo só acrescentar que fiquei particularmente satisfeito em verificar como continua a haver uma criatividade sensata e uma busca permanente por consistência por parte de José Avillez e da sua equipa. No prato de cavala, creio que nunca vi este menosprezado peixe brilhar tão alto, nas “pataniscas” com tomatada, tudo harmonioso e saboroso, num prato novo com diversos elementos. No “cozido”, outra novidade, mais uma vez sabores magníficos e bem interpretados do original, faltando, apenas, na minha opinião, a imprescindível couve, que estaria no caldo, mas não notei. E também faz falta cromaticamente. O leitão, que já revisitei algumas vezes, atingiu a perfeição absoluta, e a sobremesa de citrinos com doces de ovos a revelar também a tal “complexidade harmoniosa” de outros pratos. Quanto aos vinhos da Idealdrinks, tenho para mim há vários anos que é impossível Carlos Lucas não fazer vinhos bons ou muito bons e está tudo dito. Roubo também à Alexandra Prado Coelho o desenho que a talentosíssima Fernanda Lamelas fez da nossa feliz mesa, e que ela reproduziu no seu blogue, entre outros que podem ser vistos aqui.

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:56



PUB


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mesa Marcada - Os 12 Pratos do Trimestre


Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Junho 2014

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

Comentários recentes

  • Miguel Pires

    Tem calma, Adriano. O Yeatman ganhou no ano passad...

  • Miguel Pires

    Recebemos o comunicado ontem e ia fazer um apontam...

  • Miguel Pires

    Mais de 50% do tráfego de ontem para este blogue ...

  • Carlos Alexandre

    Recorde-se que o Bistro 100 Maneiras ganhou o maio...

  • Adriano

    Infelizmente conheço mal o "panorama". Mas acho qu...