Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O cozido do vulcão

por Miguel Pires, em 18.12.16

FullSizeRender_20.jpg 

A ideia passava por ir diretamente para o local do cozido das Furnas, na ilha açoriana de São Miguel. Contudo, o chefe Paulo Mota, nosso guia por estes dias, não permitiria que chegássemos ao destino sem conhecermos antes alguns lugares gastronómicos obrigatórios na ilha, como o Rei dos Queijos – onde se comercializa e envelhece uma boa parte dos 50 queijos diferentes do arquipélago –, as estufas de ananases, cujo método de produção artesanal se mantém igual há décadas, os chás da Gorreana, uma tasca de sabores genuínos, como a do Mané Cigano, ou o restaurante Anfiteatro, da escola de turismo local, onde os incríveis produtos regionais são trabalhados com um toque contemporâneo.

 

 

Mas o propósito da viagem era o cozido das Furnas, a grande especialidade da região. E, para acompanharmos o processo, Paulo Mota conduziu-nos ao Hotel Terra Nostra, 45 quilómetros a oriente de Ponta Delgada, onde nos esperava o seu colega Luís Pedro.

 

“Primeiro pomos as couves, para que as carnes não se agarrarem ao fundo do tacho”, começa por nos dizer o chefe Pedro, antes de introduzir por camadas o inhame, as carnes de vaca, frango e porco (entrecosto, chispe e orelha), as batatas (doce e comum), cenoura e, por último, os enchidos (a morcela embrulhada em folha de alumínio para não tingir o conjunto). No final coloca a tampa e ata um pano em volta. Antigamente punham uma toalha no fundo da panela e quando a retiravam, com os produtos, coavam o caldo para o interior. “Era melhor, mas a segurança alimentar já não o permite”, lamenta Luís Pedro.

 

Pelas 4 da manhã o enorme recipiente é levado para as caldeiras, à beira da belíssima Lagoa das Furnas, onde vai ocupar uma das várias covas abertas no solo. Aqui fica a cozinhar lentamente, por 8 horas, no vapor libertado pelas águas ferventes vulcânicas. Este processo natural de cozedura lenta a baixa temperatura (85°), repetido há dezenas e dezenas de anos, mantém o sabor dos alimentos e confere uma textura macia às carnes, sem destruir os ingredientes mais sensíveis – características testemunhadas à mesa, já no restaurante do hotel, tendo como acompanhamento um saboroso arroz feito com o próprio caldo do cozido.

 FullSizeRender_18.jpg

Desenterrar o cozido após 8 horas a cozer no vapor libertado pelas águas ferventes vulcânicas

Cozido_das_furnas.jpg

No Hotel das Furnas o cozido é apresentado, uma parte, da forma tradicional e, outra parte, de um modo mais contemporâneo 

FullSizeRender_19.jpg

Lagoa das Furnas, em São Miguel

 

Onde Comer (2 sugestões): 

 

. Hotel Terra Nostra - Rua Padre Jacinto Botelho, Furnas, São Miguel, Açores. Tel:296 549 090

 . Tony’s - Largo do Teatro, Furnas. Tel: 296 584 632

 

Texto publicado originalmente na revista Up (TAP)

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:45


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Vasco a 18.12.2016 às 22:25

Quanto ao cozido sugiro o ensaio de um bom cozido à portuguesa feito neste local para verificar a diferença e quanto à diferença entre o cozido das furnas e o cozido à portuguesa vai uma boa distância com vantagem para o segundo, portanto fica aqui a sugestão de alguém da restauração nessa região poder começar a confecionar nas furnas um bom cozido à portuguesa.
Imagem de perfil

De Os bloggers a 19.12.2016 às 10:48

O Tony's também foi uma das nossas opções quando visitámos as Furnas. Se nos permitem deixamos o nosso post porque tem mais alguns pontos de visita dessa fantástica ilha
http://www.omelhorblogdomundo.pt/sao-miguel-em-2-dias-e-meio-64447

Comentar post



PUB


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Mesa Marcada apoia:


Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Dezembro 2016

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Comentários recentes