Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Peixe em Lisboa 2014 incrementado

por Miguel Pires, em 07.03.14

Já é conhecido o programa para o Peixe em Lisboa, que decorrerá entre 3 e 13 de Abril, na capital portuguesa. A principal novidade prende-se com a extensão do evento à placa principal do Terreiro do Paço, onde serão montados um espaço de cozinha e o grande auditório. Esta opção vai permitir instalar no Pátio da Galé, onde habitualmente decorre o festival, mais 140 lugares sentados de apoio aos restaurantes (na foto de cima, gamada da Time Out, o uma imagem da sala, em 2013). E começando por aqui, estreiam-se nesta edição a Bica do Sapato, o Avenue e o 'Claro!', que se juntam ao Umai, Nobre, Ribamar, José Avillez, Vítor Sobral, Assinatura e Arola-Penha Longa, este último, um regresso. 

De resto o figurino do festival mantém-se e entre a oferta de actividades variadas, destacamos, como sempre, as apresentações dos chefes de Portugal e do estrangeiro.

Josean Alija, do Nerua, Guggenheim Bilbao


Entre os que estarão no auditório principal, aconselho vivamente Josean Alija, cuja apresentação recente, no congresso San Sebastian Gastronomika, foi uma das mais interessantes (conforme relatei aqui). Alija é um dos mais talentosos jovens chefes do país vizinho e o trabalho que vem fazendo no Nerua, o restaurante do Guggenheim Bilbao, é simplesmente fantástico, sobretudo, se tivermos em conta que tem 'apenas' uma estrela Michelin e que pratica preços acessíveis (a última Wine, que está nas bancas, traz a critica que escrevi sobre o restaurante). 


 Os outros dois cabeças de cartaz estrangeiros presentes serão o paraense Thiago Castanho e o italiano Moreno Cedroni. Thiago Castanho é muito jovem e o seu trabalho com os produtos indígenas do Pará (um dos estados da Amazónia), adaptados a uma cozinha contemporânea, têm surpreendido muita gente, dentro e fora de portas. Estive recentemente em Belém, com ele e com o seu irmão Felipe, a realizar um trabalho para a revista Up/TAP (que acabou de ser publicado) e fiquei impressionado com os produtos de lá e com o trabalho sério que os dois estão a fazer.

 Já Moreno Cedroni, conheço apenas de um magnífico tour que fizemos na companhia de Gennaro Esposito (que também já passou pelo Peixe em Lisboa) pela região de Vico Equense / Sorrento, por altura da Festavico (um que festival a que todo o gastrónomo devia ir pelo menos uma vez na vida). Cedroni, do Madonnina del Pescatore, em Senigallia, tal como Esposito, ou o seu vizinho Marco Uliassi - que também já passou por cá - além de terem em comum o facto de serem chefes e donos de restaurantes com 2 estrelas Michelin, têm uma predilecção especial por produtos do mar e fama por os trabalharem com grande mestria. Portanto, pasta non basta. Due branzini al tavole due, per favore!  

 Também tenho curiosidade em ver as apresentações de chefes a trabalhar em Portugal que pela primeira vez vão picar o ponto a solo, como é o caso de João Rodrigues, que está a fazer um trabalho muito interessante no Feitoria (Lisboa), ou de Miguel Laffan, o mais recente chefe de Portugal a conseguir uma estrela do guia vermelho. A curiosidade estende-se ainda ao que o 'talhante' Kiko Martins irá fazer com peixe, tal como o discreto chefe francês Pascal Meynard, do Ritz Four Seasons, Lisboa. 

Mas no auditório haverá ainda outros pontos de interesse, dos quais destaco o debate que a nossa Paulina Mata vai moderar sobre "a pele do peixe" ( com ela vão estar o Bertílio Gomes, que apresentará o modo "ocidental" de a tratar e Pedro Almeida, do Midori/ Penha Longa, que apresenta o "oriental"); "a criatividade na cozinha", em que José Avillez estará à conversa com pessoas de outras áreas criativas; e ainda "um olhar exterior sobre a cozinha portuguesa", visto pelos olhos do nosso colega e amigo Carlos Maribona (do blogue Salsa de Chiles e do diário espanhol ABC), Sergi Arola, Ljubomir Stanisic e Kurt Gillig (director do Vila Vita Parc, onde se integra o 2 estrela smichelin, The Ocean). 





 

Deixo para o fim o projecto Sangue na Guelra, que o Peixe em Lisboa volta a acolher, num acto saudável e inteligente de abertura ao exterior. Em todo o mundo os principais festivais acolhem eventos paralelos e este, criado pelos 'Amuse Bouche', Ana Músico e Paulo Barata (e que contará de novo como o apoio do Mesa Marcada), promete continuar a ser uma lufada de ar fresco no panorama nacional. Como sabem este projecto procura mostrar o talento de jovens chefes que trabalham em grandes restaurantes. Depois do sucesso do ano passado, a Ana e o Paulo, quiserem ir mais além e aventuraram-se num modelo mais completo, que inclui a realização de um simpósio (no auditório do Peixe em Lisboa), 2 jantares Sangue na Guelra, desta vez no óptimo espaço da 1300 Taberna, de Nuno Barros (na Lx Factory), e outros dois jantares mais restritos (ainda com detalhes a confirmar - em breve daremos notícias). 

Os jantares Sangue na Guelra, que são o acontecimento principal do projecto, realizam-se nos dias 6 e 7 de Abril e serão confeccionados por:


Dia 6: Nacho Baucells + Hernan Luchetti (do Celler de Can Roca - 3 estrelas Michelin e Nº1 do Ranking do The World 50 Best Restaurants); Alessandro Negrini do Aimo e Nadia, Milão (um 2 estrelas Michelin de Milão com um grande historial e que, nos últimos tempos, vem apostando em jovens chefes ) e João Alves, o braço direito de Ricardo Costa, no  the Yeatman. A sobremesa será do Carlos Fernandes, o jovem chef pasteleiro português que tabalha no MB - Martim Berasategui, em Tenerife. 

Dia 7: Leonardo Pereira, o único português a trabalhar já há uns bons anos no Noma, em Copenhaga; Sven Wassmer sub chef do Focus (Suiça, 2 estrelas Michelin e João Simões, que trabalhou com José Cordeiro (no Feitoria e restaurante Chef Cordeiro) e Ljubomir Stanisic (10 Maneiras) e actualmente de sabática. Haverá ainda um chefe de pastelaria a anunciar, uma vez que o nome previsto, Maria João Malheiro, a talentosa chefe de pastelaria do The Ocean, não vai poder estar presente. (reservas: 925777623)

.

Posts Relacionados:





Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:38



Pub


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

PUB


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mesa Marcada - Os 12 Pratos do Trimestre


Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Março 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Comentários recentes

  • Alexandre Silva

    O que está a dar, é o que não está a dar! Fico esp...

  • Jorge Guitian

    Uno más para la agenda de la próxima visita a Lisb...

  • Joao Fernandes

    Eu trabalho com mangalitza na Hungria, neste caso ...

  • João Faria

    Há uns tempos deparei-me com uma imagem do marmore...

  • Bruno

    Interessante - moro em Londres e não conhecia o Ta...