Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

IMG_0936.JPGÉ rara a semana em que não tenho em casa um pão feito por Ana Paula Moreira. Costumo comprá-los ao sábado de manhã, no mercado biológico do Príncipe Real, onde ela é presença antiga e constante. Já a conhecia de antes, de há mais de dez anos, dos tempos em que tinha o restaurante Paladares, em São Sebastião da Pedreira, em Lisboa, que teve no início o apoio do lendário chefe Helmut Ziebell, então de saída do hotel Ritz, onde durante décadas foi figura marcante.

 

 

O Paladares de São Sebastião era um espaço despretensioso, vocacionado para os almoços de quem trabalhava na zona, onde se destacavam pratos simples e diferentes, com a, na altura, pouco habitual aposta em vegetais e cereais. E, é claro, no pão. Aliás, Ana Paula é herdeira de um dos maiores especialistas portugueses no assunto, Vítor Moreira, que morreu há cerca de um ano, o qual, entre muitas outras coisas, inventou a carcaça, conforme se pode ler neste artigo do Diário Económico e neste do Público.

 

Pois bem, Ana Paula Moreira acaba de lançar o livro Bio Paladares (Ed. Althum), com fotografias de Jorge Barros, que vai estar à venda por cerca de 20 euros em livrarias e supermercados bio, como o Miosótis, em Lisboa, Nele, fica bem patente a predilecção da autora pelo mundo dos cereais e dos vegetais biológicos, que abrangem a esmagadora maioria das receitas, com rápidas incursões (sete receitas no total) por peixes e carnes. Como não podia deixar de ser, há uma atenção especial para receitas de pães, bem como de bolachas e bolos com cereais.

 

Mas, além das receitas, divididas pelas estações do ano, Ana Paula Moreira dedicou também bastantes páginas à explicação dos cereais, com a sua caracterização, história, usos culinários, métodos de confecção, etc, incluindo um capítulo – “Benefícios dos Alimentos Biológicos” – assinado por Elisabeth Winkler, editora da revista Living Earth, da Soil Association. Não sendo eu vegetariano, tenho que agradecer aos produtores biológicos portugueses, entre os quais a autora deste livro, terem-me proporcionado a descoberta de tantos vegetais, frutas e cereais na sua plenitude e na época certa. (Neste Outono, por exemplo, descobri a couve romanesca, o dióspiro maçã e a maçã Durázio…). Este livro é sem dúvida uma boa maneira de prosseguir nessa descoberta, passando para a mesa os produtos biológicos que tão bem nos fazem à saúde, ao ambiente e ao palato.

 

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:46


1 comentário

Imagem de perfil

De Sr. Salgado a 19.04.2016 às 17:26

Adorava conhecer esta senhora e aprender a fazer pão!! Ou melhor, aprender a conhecer os detalhes de fazer pão sempre bom. Lá em casa há uns melhores outros nem tanto...

Comentar post



Pub


Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Pub




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Comentários recentes

  • Artur Hermenegildo

    Estive no Mesa de Lemos na 4ª feira passada, grand...

  • Adriano

    #offtopicEntão é um artigo, sobre a notícia que es...

  • Duartecalf

    Excelente notícia o regresso de Vincent Farges a P...

  • Anónimo

    Em fez de "amuse bouche", porque nao "entretem de ...

  • João Faria

    Quando o anúncio do guia chegar a Portugal - e acr...





Calendário

Dezembro 2015

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031