Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




 

 

br_28 Moscatel Superior 1911 Garrafa.jpg

É um dos acontecimentos do ano, sem dúvida, o que se irá desenrolar,  este dia 2 de Dezembro, na Casa Museu da José Maria da Fonseca, em Azeitão. Refiro-me ao leilão do Moscatel Superior 1911, um dos grandes vinhos do mundo (nota: não disse um dos grandes vinhos fortificados do mundo, mas sim um dos melhores vinhos do mundo). Foram produzidas apenas 180 garrafas - que correspondem aos 180 anos da empresa -, das quais 100 irão ser leiloadas em lotes, "a solo" ou com outros vinhos da casa. Dos 35 lotes talvez o mais aguardado seja mesmo o lote nº35 que inclui três garrafas do Superior 1911 e uma do Moscatel de Setúbal 1947, que obteve 100 pontos Parker. Contudo quem não conseguir arrematar esse lote, terá outros assim para o jeitoso, com Moscatéis de Setúbal e Moscatéis Roxos mais antigos, como colheitas de 1900, 1904, 1908, ou o Setúbal Superior 1955 (este último, bebi-o recentemente na prova especial da Revista de Vinhos. Que tal? está brutal! Preços? não falemos de desgraças... (mas ainda assim é capaz de ser menos do que pagaram os que se deslocaram à Rússia para ver o Benfica (ok, em executiva e com estadia em suite presidencial. Com uma vantagem: um moscatel destes nunca perde :)

 

 

br_28 Moscatel Superior 1911 + Cx CompBaixo.jpg

Para vos situar em relação ao vinho em questão, diga-se que era tradição do fundador da empresa classificar os seus moscatéis, ora por letras, ora por palavras. A mais nobre de todas ganhava a classificação de "Superior". Seguindo essa tradição, o actual responsável pela casa, Domingos Soares Franco, lançar agora este colheita especial, que envelheceu durante mais de 100 anos na Adega de Teares Velhos, em Azeitão. 

 

No comunicado que a empresa enviou à imprensa, refere-se que "devido à sua idade, este Moscatel de Setúbal Superior 1911 apresenta um tom âmbar escuro bastante carregado e uma concentração invulgar. Tem um aroma bastante complexo a frutos secos, mel e especiarias. O paladar é intenso, mas delicado, untuoso e muito longo". Hum... Não sei não. Mas amanhã conto :). 

 

 

 

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:44



PUB


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

PUB


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira os premiados e as listas...



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub





Calendário

Dezembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Comentários recentes

  • Paulina Mata

    Tenho pena mas não vou poder ir. O ano passado val...

  • Duarte Calvão

    Julgo que sim. No final do post há um link que rem...

  • João Almeida

    Duarte,E quem pode participar? Porque é que é só p...

  • João Gonçalves

    Muito interessante. Reconheço que me sinto ignoran...

  • Anónimo

    Só para esclarecer que este comentário é meu. Artu...