Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Uma rica caldeirada ao largo de Setúbal

por Miguel Pires, em 03.10.15

DSC_7913.jpg

 Com o intuito de festejar o dia mundial do turismo, ou de queimar os últimos cartuchos  do Verão, Mário Cerdeira da 100% Editores e Luís Barradas (Setubalense e chef do grupo Sea Me) resolveram organizar na baia de Setúbal/Tróia, uma pescaria seguida de caldeirada a bordo. Para isso, convidaram uma malta de pouca confiança (jornalistas) e uns tarefeiros (chefes) para porem mãos ao tacho.

 
 
Quem vai para o mar avia-se em terra e, portanto, a primeira paragem foi no belíssimo Mercado dos Livramento, em Setúbal (sem duvida um dos melhores mercados do país) para comprar os ingredientes para a caldeirada, incluindo o peixe - ah grandes pescadores!
 
Enquanto a mocidade tatuada das jalecas lá ia picando a lista de compras (raia, checked! Charroco, checked! Tamboril, checked! Safio, checked!  Pata roxa, checked! Cação, checked! Salmão, nem pensar!) aproveitei para mostrar ao Miguel Laffan como se sorvia o melhor queijo fresco de ovelha do mundo numa fatia de pão, em menos de dois segundos. 
 

FullSizeRender.jpg

queijo fresco da Quinta do Anjo em pão de lenha

 
 
Já a bordo, dividiram-se as tarefas. A malta da televisão filmava os chefes na cozinha do barco, a Alexandra Prado Coelho mostrava os seus dotes para a pesca à linha, o Francisco da Wine Ventures abria garrafas e enchia copos e eu esvaziava-os.
 
No final, fiquei a saber que  o Barradas não é apenas um mestre de sushi, mas também um embaixador da região e um cozinheiro de mão cheia (que bela e saborosa caldeirada. Ah Setubalense!); que o Laffan não é daqueles estrelas Michelin de mandar cortar batatas, mas dos que também as cortam (ou devo dizer, torneiam?) e que o simpático ribatejano Rodrigo Castelo não é somente um chefe obcecado por touros e peixes do rio, mas que também gosta dos do mar.
 
Descobrimos igualmente que o mega tubarão que a Alexandra pescou teve de ser devolvido ao mar porque tinha menos de 10cm, que as ostras do Sado continuam óptimas e que apreciei, além da caldeirada, enchidos, queijos e doces da região, o agradável espumante da Romeira, bem como o Prova Régia, dois vinhos da região de Bucelas, frescos, despretensiosos e acessíveis ao bolso (já o Morgado de Santa Catherina, muito marcado pela madeira, continua a não ser a minha praia). 
 

FullSizeRender.jpg

 Alexandra Prado Coelho e o seu tubarão

 

FullSizeRender.jpg_2

 Afinal há mesmo golfinhos na Baia de Tróia (e a Alexandra não os pescou)

IMG_0786.JPG

 As famosas ostras do sado, entre elas uma gigante com 3 anos (um pouco maior do que o tubarão da Alexandra) 

 

DSC_7920.jpg

Luís Barradas, o mestre da caldeirada

 

DSC_8008.jpg

  

E pronto, venha daí o Outono. 

 

 

Fotos: Mário Cerdeira (primeira e duas últimas) e Miguel Pires  

 

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:41



Pub


Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Pub




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Comentários recentes

  • Artur Hermenegildo

    Estive no Mesa de Lemos na 4ª feira passada, grand...

  • Adriano

    #offtopicEntão é um artigo, sobre a notícia que es...

  • Duartecalf

    Excelente notícia o regresso de Vincent Farges a P...

  • Anónimo

    Em fez de "amuse bouche", porque nao "entretem de ...

  • João Faria

    Quando o anúncio do guia chegar a Portugal - e acr...





Calendário

Outubro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031