Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




1_ Leonardo Pereira.jpg

No inicio de cada ano tenho feito um apanhado dos pratos que mais me marcaram nos restaurantes de Portugal que frequentei nos doze meses anteriores. Dada a enorme receptividade que têm tido esses posts, colocou-se a questão: porque não fazê-lo com maior regularidade? Assim surgiu a ideia de publicar 3 posts anuais que revelassem os meus 12 pratos favoritos de cada trimestre e, um último post, com os melhores entre os melhores (mais uma ou outra proposta que possa sair do último período do ano).

 

 

A esta acção associou-se um patrocinador, a Tabasco, que compreendeu que pode existir uma afinidade entre uma marca e um conteúdo, sem que haja uma interferência nas escolhas. Neste caso, na escolha dos pratos, que são inteiramente da minha responsabilidade.

 

Por incrível que possa parecer, a eleição de 12 pratos (+1 snack) que me marcaram nestes primeiros três meses do ano, não foi mais fácil do que a habitual selecção anual, tantas foram as propostas interessantes e saborosas com que me deparei neste período, de norte a sul, em restaurantes simples ou sofisticados, em lugares tradicionais ou mais contemporâneos. 

 

A primeira proposta que apresento (na foto de cima) é de Leonardo Pereira, um dos mais criativos chefes portugueses. Ainda sem casa aberta ao público, Leonardo tem sido convidado para vários eventos e um dos mais interessantes, nestes últimos tempos, foi o que reuniu no Alma (Lisboa), sob o lema "Gravidade Zero", além dele, Leandro Carreira e o anfitrião Henrique Sá Pessoa. Apresentar propostas fora da caixa era o lema deste jantar, algo em que Leonardo Pereira se sente como um peixe na água, já que foi esse o seu mindset durante os quatro anos que passou no Noma. E, na maioria das vezes, ele nem precisa de complicar, como ficou patente neste singelo snack de sangue frito embrulhado em folha de capuchinha que combinou na perfeição com o elegante sabor do cedrát (ou cidra), um citrino da família do limão - com pouca ou nenhuma polpa -  de que se come tudo.

2_ Tomoaki Kanazawa.jpg

Foi uma das grandes novidades de 2015. Tomoaki Kanazawa deixou o Tomo, para abrir um restaurante de menu único com apenas 8 lugares. Visitei-o no inicio do ano e as expectativas que levava foram mais do que superadas. Entre uma miríade de pratos soberbos, quentes e frios, apareceu este surpreendente maki de percebes. Isso, de percebes, algo que nunca tinha visto e que me levou ao fundo do mar. Pow! 

3_ Belmiro de Jesus.jpg

Belmiro de Jesus saiu do Salsa e Coentros para abrir a Bel'Empada, ali para os lados da Praça de Londres, em Lisboa. Com ele vieram as receitas das óptimas empadas que ali se fazem. Porém, Belmiro acrescentou outras ao portfolio da sua nova casa, como esta de perna de peru  (foto acima), de recheio suculento e bem apaladado. É uma das minhas preferidas. 

4_Cevicheria.jpg

Kiko Martins apresentou novos pratos n'A Cevicheria e eu, que sou um fã do lugar, apreciei particularmente a ligação pouco comum neste ceviche de atum com leche de tigre de beterraba e foie gras ralado. 

5_Leandro Carreira.jpg

Lingueirão com batatas assadas (sim no gel), de Leandro Carreira. Foi meio segundo de desconfiança, para 5 minutos de imenso prazer. Se tivesse que cometer a maldade de eleger apenas um, e só um, prato do jantar Gravidade Zero, do Alma, este seria o escolhido.  

6_Rodrigo Castelo.jpg

Em Fevereiro passei por Santarém para conhecer a Taberna Ó Balcão, onde fui surpreendido por esta sopa de lúcio, fataça e lagostim do rio engrossada com ovas de barbo. É bom saber que há sangue novo a querer manter viva uma tradição que quase desapareceu dos cardápios: a de cozinhar peixes do rio. E o Rodrigo Castelo fá-lo muito bem. 

7_Tiago Bonito.jpg

Também é bom ver uma unidade do Grupo Pestana, neste caso das Pousadas de Portugal, apostar na vertente gastronómica de um dos seus hotéis. Refiro-me à Pousada de Lisboa, no Terreiro do Paço, e em particular ao seu restaurante Lisboeta, onde o chefe Tiago Bonito tem vindo apresentar uma cozinha de autor bem cuidada, de que este excelso carabineiro, acima, é um bom exemplo.

8_Vítor Matos.jpg

Gosto que me abalem as convicções, sobretudo, quando achava que já não seria possível apreciar um prato de vieiras, produto que tem sido banalizado (e mal acompanhado) por aí. Porém, se o ingrediente é top e o chefe sabe puxar por ele, o caso muda de figura. Quando assim é, como aconteceu no Antiqvvm (Porto) com esta vieira corada com ravioli de camarão e carabineiro, de Vítor Matos, há que dar a mão à palmatória. Ou melhor, há que unir as mãos e fazer, clap, clap, clap!

9_Rui Paula.jpg

É um privilégio poder almoçar num local como a Casa de Chá da Boa Nova, de frente para o mar, em Leça da Palmeira (Matosinhos), num edifício emblemático de Siza Vieira. É lá que Rui Paula montou um dos restaurantes mais exclusivos do país e onde um dos menus é dedicado totalmente aos produtos do mar. Do conjunto de pratos deste menu, de um almoço de boa memória, destaco a pescada de anzol, plâncton e percebes da foto de cima. Como escrevi na altura, este peixe é um produto ignorado a sul, que aqui, tal como em Espanha, o chefe sabe valorizar muito bem.10_ H Sá Pessoa.jpg

Henrique Sá Pessoa pode até nem ter chegado a sair do chão no jantar "Gravidade Zero" que organizou no Alma Chiado, com Leonardo Pereira e Leandro Carreira. Porém, nem foi preciso, dado que o seu elegante robalo com molho de polvo e chouriço e puré de coentros, foi um ás de copas tirado de um baralho já de si bem distribuído.11_ Pedro Lemos.jpg

Escolher apenas um de (pelo menos) 4 pratos maravilhosos que Pedro Lemos me apresentou no seu restaurante, no Porto, foi a tarefa mais árdua deste post. Acabei por optar pelo pombo com aipo e puré da sua raiz e trufa preta, por ser um prato da carta (e assim poder ser facilmente escolhido), divino, consensual, mas ao mesmo tempo intrigante. Há nele um conjunto de sabores que se vão revelando por camadas que nos transportam para outra dimensão. 

12_Pascal Meynard.jpg

Bife do lombo "à la ficelle" é uma das propostas emblemáticas de Pascal Meynard que os clientes do Varanda do Ritz não permitem que saia da carta. O molho é elaborado com trufa em conserva, o que lhe permite fazer o prato durante todo o ano. Porém, como alerta o chef "não é uma conserva qualquer". E isso percebe-se pela profundidade de sabor que alcança este prato.   

13_Casa da Calçada.jpg

A terminar este menu de 12 pratos (+ 1 snack) teria de haver uma sobremesa, certo? pois aqui está: papos de anjo e o queijo da serra.  O motivo da escolha não está apenas na apresentação de encher o olho. É que não é para todos, o que André Silva, do Largo do Paço da Casa da Calçada (Amarante), consegue alcançar nesta proposta: equilibrar sabores fortes, sem lhes retirar o carácter. 

 

 

Patrocínio: 

HT-520x90.jpg 

 

Agora vou só ali beber um café e um digestivo. No início de Julho há mais.   

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:08


2 comentários

Imagem de perfil

De Us4all a 07.04.2016 às 09:54

óptimas sugestões e algumas tão saudáveis ;)
gostei
muitos parabéns

https://www.facebook.com/us4all/
us4all.blogs.sapo.pt
Sem imagem de perfil

De Artur Hermenegildo a 07.04.2016 às 17:07

Muito bom.

Algumas modestas contribuições minhas sobre o mesmo tema:

- Panadinhos de corvina com arroz de tomate - O Malho, em Malhou, Alcanena

- Empada de lampreia do Nuno Diniz, no Tágide Tapas & Wine

- Todo o menu "Da Trafaria a Setúbal", no Tagus Village, agora sob responsabilidade do Luís Barradas

Comentar post



Pub


Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Pub




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Comentários recentes

  • Artur Hermenegildo

    Estive no Mesa de Lemos na 4ª feira passada, grand...

  • Adriano

    #offtopicEntão é um artigo, sobre a notícia que es...

  • Duartecalf

    Excelente notícia o regresso de Vincent Farges a P...

  • Anónimo

    Em fez de "amuse bouche", porque nao "entretem de ...

  • João Faria

    Quando o anúncio do guia chegar a Portugal - e acr...





Calendário

Abril 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930