Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




E se forem Prada, pode?

por Miguel Pires, em 03.04.10

 

Insólita irritação, ou publicidade gratuita? A história aparece aqui, no Timesonline, e a surpresa vem do facto de se passar num restaurante de Darwin, conhecida por ser a cidade mais informal da Austrália - cidade onde inclusive os políticos são avessos ao uso de gravata e fato no parlamento local. É verdade que comentários ao artigo como, “há apenas duas coisas para fazer em Darwin, ficar bêbado ou estar a recuperar de uma bebedeira”, não abonam muito a favor da imagem da cidade onde o insólito aconteceu, mas seria noticia se o proprietário do restaurante apenas proibisse o uso dos ditos chinelos em vez dos sobretaxar?

 

 

Moral da história: é melhor ter uns sapatinhos na mala do carro na próxima vez que for ao ‘Allsardine’, a Portimão. Não vá o diabo tecê-las.

Leia ainda:


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Pesquisar

  Pesquisar no Blog