Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Asneira às fatias

por Duarte Calvão, em 15.06.11

Seja o pão de Mafra ou o pão alentejano que compro nas mercearias perto de casa seja no supermercado Continente (antigo Modelo) com o óptimo pão de Rio Maior (de que um dos mais ilustres filhos da terra, Miguel Pires, diz desconhecer a origem…), é cada vez mais difícil encontrar pão que não venha já fatiado. Os responsáveis, inclusive a empresa que fornece o Continente, que teve a gentileza de responder a uma reclamação da minha mulher, respondem sempre que são os clientes que preferem assim. Não duvido, com a preguiça que vai por aí e com as novas gerações moldadas pelo pão de forma, mas é uma asneira porque o pão já em fatias fica logo mais seco e ganha bolor com muita facilidade. Para já não falar no prazer que é cortar pão fresco, cada fatia à medida do gosto e da necessidade, ou até desfazê-lo com as mãos. Esperemos que seja uma moda passageira.

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:50


Patrocínio


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pub


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira as listas completas



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub



Calendário

Junho 2011

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930

Comentários recentes

  • L. Baptista

    Concordo plenamente. O verdadeiro "pão de cabeça" ...

  • André Miguel

    Off topic: então o Henrique Mouro está no Areias d...

  • Espetáculo!

  • João Faria

    Descobri-a há uns bons anos, lá fora. Desde então,...

  • Ana Paula

    OláEncontrei essa couve no Pingo Doce este fim de ...


subscrever feeds