Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Restaurante Ribamar-Tróia

por Miguel Pires, em 23.08.11

Sabor a mar com vista para o Sado

 

 

Há várias formas de chegar a Tróia. Pondo de parte o helicóptero ou o barco particular, o mais provável é vir de carro, por Alcácer do Sal, ou de ferry, por Setúbal. No entanto se o objectivo é permanecer pela zona da marina, ou dar um salto à praia contigua, sem dúvida que a melhor opção (para quem vier de Norte) é deixar o carro em Setúbal e atravessar, a pé, de barco.

Desde o final do ano passado que os  gastrónomos têm neste destino um atractivo suplementar (na verdade dois, se contarmos com a geladaria Ice Gourmet do Chef Bertílio Gomes): o restaurante Ribamar-Tróia, uma filial do original com o mesmo nome, em Sesimbra. Trata-se de um espaço bem enquadrado na envolvente exterior, decorado num estilo contemporâneo, confortável e informal. No exterior, no deck da marina, existe ainda uma esplanada com vista para o Sado e para a Serra da Arrábida

A oferta gastronómica pareceu-me menos extensa mas dentro do mesmo conceito do restaurante de Sesimbra. Hélder Chagas, proprietário e Chef, aplica os mesmos preceitos da sua cozinha centrada nos peixes e mariscos de origem local, trabalhados e apresentados de formas diferentes, sem subjugações à ditadura da grelha. Na verdade, é nos pratos cozinhados que o Ribamar se distingue dos seus congéneres de beira-mar e evidencia uma vertente mais autoral. Seja nos de confecção mais sofisticada, seja nos elaborados em consonância com a tradição portuguesa. Recordo, por exemplo, em Sesimbra, uma excelente sopa rica de peixes e mariscos com um toque exótico de açafrão, uma versão inspirada na bouillabaisse disponível também, aqui, em Tróia.

 

A carta está bem organizada e divide-se de uma forma simples e directa: entradas e petiscos (duas saladas, vários tipos de mariscos de conchas, choquinhos, etc.) mariscos (ostras, pés-de-burro, gamba branca, navalheiras, sapateiras, lavagante, lagosta...) peixes grelhados no carvão (sargo, linguado, salmonete, robalo, pregado, imperador...), peixes de confecção (bife de espadarte e de atum, lascas de bacalhau com creme de coentros, lombo de pescada com kokotchas e amêijoas, arroz de mariscos, etc.), carnes (três tipos de bifes de vaca, bochechas de porco e um “pato escangalhado com legumes e geleia de ameixas”) e, no capítulo final, “frutas, doces, sobremesas e queijos”.

 

 

 

Leia ainda:

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:04


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Siga-nos no facebook


Mesa Marcada no Twitter


Confira as listas completas



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Pub



Calendário

Agosto 2011

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Comentários recentes


subscrever feeds