Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




 

De vez em quando, lá vem a notícia. Um chefe consagrado “devolve” as estrelas Michelin. Ou “renuncia” a elas e pede aos responsáveis do guia para não o incluírem mais. Não quer essa “pressão”, quer voltar a uma cozinha que lhe dê prazer, quer ter tempo para a família e os amigos. Os jornalistas deliram. Que história tão bonita. Alguém que despreza as falsas glórias e os holofotes para voltar à pureza e à simplicidade primordial. Quantas vezes não vimos este modelo replicado em livros e filmes, sempre exaltando os heróis que seguem esse caminho, seja na cozinha seja nas artes, na política, nas empresas, no desporto?

 

 

 

 

Leia ainda:

Pág. 1/7



Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Pesquisar

  Pesquisar no Blog