Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Chefes de braço dado com produtores locais, exaltando a qualidade dos seus produtos, de preferência biológicos, ajudando a economia e o ambiente, trazendo para as suas mediáticas mesas o melhor que a terra dá. Quem poderá não ficar embevecido com esta visão, quem se atreverá a pôr em causa harmonia tão perfeita? Não serei eu, certamente. Procuro até ajudar a divulgar e mesmo promover (sobretudo através do Peixe em Lisboa) iniciativas em que este “casamento” entre cozinheiros e produtores se celebra de forma genuína e correcta. Mas ao mesmo tempo fico com a sensação de que um restaurante demasiado dependente da produção local, daqueles que se posicionam no chamado “quilómetro zero”, nem sempre está a cumprir bem uma das suas funções primordiais, que é a de dar a melhor refeição possível os seus clientes.

 

Leia ainda:

Pág. 3/3



Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Pesquisar

  Pesquisar no Blog