Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Antonio_Loureiro.jpg

 

As respostas a esta entrevista vieram precisamente num dos momentos mais tristes da já longa carreira de António Loureiro. É que, tal como muitos outros profissionais de cozinha, e ainda antes de ter sido decretada a obrigatoriedade, chegara à conclusão de que tinha que fechar o seu restaurante por causa do COVID-19. A Cozinha, no centro histórico de Guimarães, com a sua equipa de sete cozinheiros e três empregados de sala, que atendem a um máximo de 30 comensais, mais do que um restaurante é a concretização de um objectivo cuidadosamente planeado por este vimaranense de 51 anos, que surpreendeu meio mundo gastronómico ao ganhar uma estrela Michelin há dois anos.

Patrocínio: 

ED_Mesa-Marcada_500x87px_V1.jpg

 

Fotografias: Cristina Gomes

 

Posts Relacionados: 

 

. Menu de Interrogação - Rita Santos (Comida Independente): "O sucesso material e o protagonismo são circunstâncias, não nos definem"

Menu de Interrogação - Marlene Vieira: "O novo restaurante será um recomeço na minha carreira"

. Menu de Interrogação - 10 Perguntas a Renato Cunha

 . Menu de Interrogação - 10 Perguntas a Virgílio Gomes

Menu de Interrogação - 10 Perguntas a Alexandre Silva

 

 

 

Leia ainda:

publicado às 00:01

A Taberna da Rua das Flores esteve cá em casa

por Duarte Calvão, em 28.03.20

 

Tabernaemcasa.jpg

 

A Taberna da Rua das Flores é seguramente um dos restaurantes onde mais tenho ido em Lisboa nos últimos anos e de onde sempre saio feliz e contente. Geralmente, deixo-me guiar pelas sugestões do taberneiro André Larousse Gastronomique Magalhães que, sabendo que eu sou dado a modernices, me apresenta uma sucessão de pequenos pratos deliciosos, sempre com grande qualidade de produtos, tratados de forma original. Ou seja, ao longo de todos estes anos de frequência, nunca tinha experimentando a vertente mais “tacheira” e tradicional desta Taberna, algo que este período de isolamento social me permitiu.

 

Leia ainda:

publicado às 18:11

 

 

Pescada.jpg

 

 

 

Em tempos de quarentena domiciliária, devido ao coronavírus, tem-se visto nas redes sociais muitas pessoas a redescobrir o prazer de cozinhar. Bom, para quem detesta fazê-lo ou não tem grande jeito para os tachos, há vários restaurantes que adoptaram o take away ou a entrega em casa com grande qualidade, como revela o Duarte no post anterior. Fazê-lo é estar a apoiar não só os restaurantes mas toda uma cadeia que está a sofrer bastante as consequências desta pandemia. Porém, este texto dirige-se sobretudo a quem gosta de cozinhar. 

 

 

 

Leia ainda:

publicado às 00:21

Pág. 1/4



Patrocínio Mesa Marcada:


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Patrocinador Mesa Marcada


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Siga-nos no facebook



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Março 2020

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Comentários recentes