Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




RitaSantos_ComidaIndependente_1.jpg

 

Podia ter-se proposto a abrir mais uma loja gourmet com uma garrafeira com os vinhos do costume, mas para quem tinha decidido optar por um modo de vida diferente e seguir certos ideais isso era “poucochinho”. Na verdade, o que ela queria era ter um lugar cujos produtos mais do que biológicos ou gourmet fossem uma expressão do território e, por isso, antes de abrir a loja percorreu o país de lés a lés e visitou quem os produzia. É que para ela só fazia sentido entrar num negócio como este com um conhecimento minimamente aprofundado sobre o que estava a vender - além de que em todo esse processo lhe permitiria separar o trigo do joio.

 

 

Patrocínio: 

ED_Mesa-Marcada_500x87px_V1.jpg

 

Posts Relacionados: 

Menu de Interrogação - Marlene Vieira: "O novo restaurante será um recomeço na minha carreira"

. Menu de Interrogação - 10 Perguntas a Renato Cunha

 . Menu de Interrogação - 10 Perguntas a Virgílio Gomes

Menu de Interrogação - 10 Perguntas a Alexandre Silva

 

Leia ainda:

publicado às 00:01


Patrocinador Mesa Marcada


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Siga-nos no facebook



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Março 2020

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Comentários recentes

  • Luis Filipe Costa Piteira

    Que pena não chegarem à Amadora...

  • Anónimo

    Artigo muito pertinente, como habitual, e muito ve...

  • Anónimo

    Muitos parabéns!!! Força Marlene!!!BeijinhosAndre ...

  • Anónimo

    Fantástica entrevista Marlene. É a Marlene que eu ...

  • Anónimo

    Caro Senhor:Sigo o vosso blog com assiduidade, mas...