Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




IMG_3945.jpg

 

O Copenhagen Coffee Lab (CCL), em Lisboa, é um daqueles lugares que gosto de encontrar por esse mundo fora. Tem óptimos cafés e diversas formas de os preparar, bem como uma oferta de snacks doces e salgados acima da média – por isso, o inclui tanto no meu guia Lisboa à Mesa, como na primeira versão do The 38 Essential Lisbon Restaurants que escrevi para a norte-americana Eater. No fundo, ainda que remeta uma ligação a uma cidade cosmopolita como Copenhaga, o CCL tem mais a ver com um conceito de cultura urbana do que propriamente com a identidade de um determinado país. Por isso, acho normal que a equipa de sala contratada saiba inglês, que o nome seja neste idioma e que os menus sejam bilingues. Porém, quando se junta a dificuldade em dominar a língua do país onde se trabalha, com falta de bom senso e de profissionalismo, aí a paciência tem limites.

 

 

Leia ainda:

Pág. 10/10



Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Pesquisar

  Pesquisar no Blog