Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Jose_Avillez_1_Credito_Paulo_Barata.jpg

 

José Avillez está isolado na sua casa em Cascais com a mulher e os filhos, mas continua a vir a Lisboa, ao Bairro do Avillez, no Chiado, uma das poucas unidades do seu vasto grupo de restaurantes que se mantém a funcionar com serviço de entregas, mas também com fornecimento de refeições solidárias a quem está a passar dificuldades. “É impressionante como na Europa do século XXI, a um quilómetro ou 500 metros de onde estamos, há pessoas sem sequer terem possibilidade de se alimentar, que dependem do que conseguem no trabalho de cada dia para o fazer”, disse ao Mesa Marcada o chefe que, aos 40 anos de idade, se tornou num símbolo da cozinha portuguesa contemporânea.  Apesar do enorme choque provocado pela situação em geral, com todos os restaurantes fechados, inclusive o do Dubai, ele quer pensar no futuro, numa maneira de retomar a actividade, sem ilusões de que nos tempos mais próximos as coisas vão voltar a ser o que eram.   

 

 

 

Leia ainda:

Pág. 8/8



Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Pesquisar

  Pesquisar no Blog