Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O Arkhe esteve cá em casa

por Miguel Pires, em 30.05.20

Arkhe_delivery.png

Nestas últimas semanas, têm-me perguntado quais os restaurantes que na minha opinião vão conseguir dar a volta por cima e sobreviver neste período de pós-confinamento, com todos os constrangimentos que já conhecemos (restaurantes a mais, ausência de turistas, redução obrigatória de lugares, crise económica, etc). Gostaria de ter uma varinha de condão para poder dizer que vai tudo correr bem e que a totalidade dos projectos de que gosto, ou que são relevantes, irão perdurar, mas não estou certo de que isso irá acontecer. Porém, a minha convicção é que aqueles que têm mais personalidade e que souberam criar uma comunidade (e a alimentaram durante a pandemia) têm maiores probabilidades de o conseguir, ainda que à custa de muitos sacrifícios e algum jogo de cintura.

 

 

Patrocínio:

VinhoemCasa_banner.png

 

Posts relacionados:

 

. O Eleven esteve cá em casa

. O Almeja de João Cura esteve cá em casa

. O Essencial esteve cá em casa

. O Apego esteve cá em casa

. A cozinha alentejana de António Nobre esteve cá em casa

. O Avesso esteve cá em casa

. O Prado esteve cá em casa

. A cozinha do Belmiro esteve cá em casa

A Ribeira esteve cá em casa

. A essência do Epur esteve cá em casa

. A cozinha de Marlene Vieira esteve cá em casa

. A Taberna da Rua das Flores esteve cá em casa

. A cozinha de Vítor Sobral esteve cá em casa 

 

 

 

Leia ainda:

publicado às 15:48

BD_RTt4g.png

Rui Paula pretende reabrir os seus três restaurantes no dia 2 de Junho. “Fechámos todos ao mesmo tempo, reabrimos todos ao mesmo tempo”, diz. Como toda gente que trabalha nesta área, está preocupado com a situação, mas não tanto com as restrições. “No DOC, no Douro, temos uma grande esplanada, no DOP, no Porto, temos dois pisos. Na Casa de Chá da Boa Nova, em Leça da Palmeira, só tivemos que tirar uma mesa, elas sempre estiverem bem separadas. Também sempre trabalhámos com muitos cuidados higiénicos. O problema é se vai aparecer gente”, explica este chefe nascido no Porto há 53 anos, que só aos 26 anos se iniciou no sector, abrindo então o Cêpa Torta, em Alijó, terra a que está ligado por razões familiares.

 

 

Patrocínio: 

ED_Mesa-Marcada_500x87px_V1.jpg

 

Posts Relacionados:

 

. Menu de Interrogação - José Bento dos Santos: "O gosto genuíno das coisas boas manter-se-á"

. Menu de Interrogação - André Magalhães: "O documento que a AHRESP acaba de difundir é uma autêntica 'sentença' de morte para a maioria dos pequenos restaurantes"

. Menu de Interrogação - Ana Músico e Paulo Barata: "Esta crise tem estímulado a nossa capacidade de resiliência, mas também a nossa criatividade"

Menu de Interrogação - António Loureiro: "Quero mostrar a minha identidade através daquilo que faço e não daquilo que sou"

. Menu de Interrogação - Rita Santos (Comida Independente): "O sucesso material e o protagonismo são circunstâncias, não nos definem"

Menu de Interrogação - Marlene Vieira: "O novo restaurante será um recomeço na minha carreira"

 

Leia ainda:

publicado às 00:01

O Eleven esteve cá em casa

por Duarte Calvão, em 23.05.20

latas_Eleven_s.jpg

Ninguém calcula a trabalheira que dá servir um “menu degustação” em casa, mesmo que os pratos tenham sido encomendados. Percorri o equivalente a uma meia-maratona no corredor cá de casa, entre a cozinha e a sala de jantar, a trazer e levar pratos, à procura de travessas e talheres adequados, sempre com atenção às temperaturas, aos “empratamentos” – ou melhor, aos “entravessamentos” - aos vinhos, enfim...Mas o esforço valeu muito a pena, porque estava a morrer de saudades deste tipo de cozinha, da qual estava ausente desde o início da maldita pandemia, e escolhi o serviço de entregas ao domicílio do Eleven, do chefe Joachim Koerper, para me salvar. Em boa hora o fiz, porque foi um jantar memorável, tal a qualidade do que veio, que mostra bem que aos 67 anos de idade este chefe continua a conseguir adaptar-se até à pior das situações, escolhendo com inteligência as receitas que melhor se adequam ao transporte à distância e ao eventual reaquecimento.

 

Patrocínio:

VinhoemCasa_banner.png

 

Posts relacionados:

 

. O Almeja de João Cura esteve cá em casa

. O Essencial esteve cá em casa

. O Apego esteve cá em casa

. A cozinha alentejana de António Nobre esteve cá em casa

. O Avesso esteve cá em casa

. O Prado esteve cá em casa

. A cozinha do Belmiro esteve cá em casa

. A Ribeira esteve cá em casa

. A essência do Epur esteve cá em casa

. A cozinha de Marlene Vieira esteve cá em casa

. A Taberna da Rua das Flores esteve cá em casa

. A cozinha de Vítor Sobral esteve cá em casa 

 

Leia ainda:

publicado às 09:00

Pág. 1/5



Patrocinador Mesa Marcada


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Siga-nos no facebook



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Maio 2020

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Comentários recentes