Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




 

BertílioGomes.jpg

Após oito anos a chefiar a cozinha do Chapitô à Mesa, Bertílio Gomes deixou a operação, embora se mantenha como sócio da empresa que explora este espaço em Alfama, com soberba vista sobre Lisboa. O chefe, de 44 anos, pretende agora dedicar-se a tempo inteiro à Taberna Albricoque, em Santa Apolónia, que em Abril completou um ano de existência, onde desenvolve uma cozinha bastante influenciada pelas suas raízes familiares algarvias. “Foram anos muito intensos, em que chegava a trabalhar 16 horas por dia, e estava a precisar de uma mudança”, disse Bertílio Gomes ao Mesa Marcada. Agora, à frente do Chapitô à Mesa fica Pedro Bandeira Abril, que já trabalhou nas equipas de restaurantes como a Taberna Salmoura, Taberna do Sal Grosso ou hotel Bairro Alto. A restante equipa de cozinha mantém-se, embora Bruno Salvado, braço-direito de Bertílio Gomes há muitos anos, se tenha mudado para a Taberna desde a abertura.

 

 

 

Leia ainda:

publicado às 16:23

2020_TabernaDC Redux.jpg

Foi já aos 34 anos de idade que o arquitecto Leopoldo Garcia Calhau decidiu mudar de vida. Estávamos em 2009 e ele achou que seria na cozinha que se iria realizar profissionalmente, trocando os ateliers por cursos e estágios que o preparassem para cumprir o objectivo de ter um restaurante seu. Depois dos estudos e de estagiar com José Avillez e Ricardo Mourão (hotéis Altis), em 2014 abriu na Parede o restaurante Sociedade, logo bastante falado. Após dois anos, por razões pessoais, vendeu este restaurante e concentrou-se no Café Garrett, situado no átrio do Teatro Nacional D. Maria, em Lisboa. Ainda não seria aqui, apesar da boa receptividade da crítica, que ele encontraria o seu lugar e, em 2018, nova mudança, aliás, bem radical, saindo da centralidade do Rossio e dos dourados do teatro para uma pequena rua da Mouraria, onde abriu em 2019 a Taberna do Calhau, reproduzindo uma taberna alentejana do Redondo, de onde trouxe todo o mobiliário e elementos decorativos. Foi um projecto muito bem-sucedido e frequentado, até, como todos, ter sido atingido pela pandemia no início de Março, antes de completar um ano de existência.

 

Patrocínio: 

ED_Mesa-Marcada_500x87px_V1.jpg

 

 

 

Posts Relacionados:

. Menu de Interrogação: Alex Hell e Gabi Neves (Studioneves): "Pela nossa própria sobrevivência, vamos ter que ajustar o leme em busca de novos mercados"

. Menu de Interrogação - Rui Paula: "Vou lutar pela terceira estrela Michelin"

. Menu de Interrogação - José Bento dos Santos: "O gosto genuíno das coisas boas manter-se-á"

. Menu de Interrogação - André Magalhães: "O documento que a AHRESP acaba de difundir é uma autêntica 'sentença' de morte para a maioria dos pequenos restaurantes"

. Menu de Interrogação - Ana Músico e Paulo Barata: "Esta crise tem estímulado a nossa capacidade de resiliência, mas também a nossa criatividade"

Menu de Interrogação - António Loureiro: "Quero mostrar a minha identidade através daquilo que faço e não daquilo que sou"

. Menu de Interrogação - Rita Santos (Comida Independente): "O sucesso material e o protagonismo são circunstâncias, não nos definem"

Menu de Interrogação - Marlene Vieira: "O novo restaurante será um recomeço na minha carreira"

 

 

Leia ainda:

publicado às 00:01

 

Já há algum tempo que me intrigava a conclusão a que chegavam, em Portugal e noutros países, vários chefes de cozinha e gente do sector: “A pandemia vai reforçar a ligação dos restaurantes aos pequenos produtores locais”. Nada contra, pelo contrário, mas não percebia bem porque razão, passada a pandemia, aqueles que não costumavam recorrer a esses pequenos produtores iriam passar a fazê-lo, por muito bonita que a ideia parecesse. Decidi que era hora de tentar esclarecer esta dúvida e telefonei para João Rodrigues, já que o chefe do Feitoria é sem dúvida um dos profissionais portugueses que mais cultiva esta “aliança” com os pequenos produtores e fornecedores, aliás muito bem concretizada através do Projecto Matéria, surgido em 2017, mas cujo site só ficou disponível no início de Março (ver aqui).

 

 

 

Leia ainda:

publicado às 16:24

Pág. 1/3



Patrocinador Mesa Marcada


Os autores

Duarte Calvão (perfil)
Miguel Pires (perfil)

Porquê?

Três autores há vários anos ligados à gastronomia e vinhos criaram este espaço para partilhar com todos os interessados os seus pontos de vista sobre o tema (ver "carta de intenções").

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Siga-nos no facebook



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Junho 2020

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Comentários recentes